Arqueólogos descobrem oficina de lamparinas de óleo com 1.700 anos em Israel

Uma equipa de arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel descobriu uma antiga oficina de lamparinas de cerâmica perto de Beit Nattif, uma vila a cerca de 20 quilómetros de Jerusalém.

Os arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel ficaram “extremamente entusiasmados” com a descoberta da antiga oficina de lamparinas de cerâmica, perto da vila de Beit Nattif, destacando que, além de ser uma importante descoberta arqueológica, é também “uma prova tangível da história arqueológica”.

Ao analisar as lamparinas, os especialistas perceberam a semelhança entre os objetos e as fotografias de uma expedição do arqueólogo Dimitri Baramki, em 1934. Na altura, por falta de tecnologia e de recursos, o funcionário do Departamento de Antiguidades encontrou os objetos numa cisterna, mas não sabia do que se tratava. O caso acabou por ser esquecido.

Agora, segundo o Sci-News, os arqueólogos encontraram lamparinas e estatuetas de cerâmica que representam mulheres, animais – principalmente pássaros – e cavaleiros. Os artefactos desvendam alguns detalhes sobre o passado religioso da região.

“Tanto as estatuetas como os motivos nas lamparinas da região de Beit Nattif contam a história das montanhas da Judeia no período após a Revolta de Bar Kokhba”, elucidou Benyamin Storchan, da Autoridade de Antiguidades de Israel.

“Pelos escritos de Josefo, sabemos que durante o período do Segundo Templo, Beit Nattif era um centro administrativo regional, uma das dez principais cidades sob o domínio asmoneu”, acrescentou o especialista.

Anos mais tarde, outras religiões começaram a proliferar em cidades próximas, algo que se refletiu diretamente na produção dos artefactos.

Depois do fracasso da Revolta de Bar Kokhba e da conquista romana da região, a população judaica das colinas da Judeia começou a diminuir. Ainda assim, as lamparinas Beit Nattif, datadas do período romano tardio (século III-IV dC), revelam que a “vida judaica continuou a existir nas montanhas da Judeia, muito depois do fracasso da rebelião”.

“Durante este período, o cristianismo também começou a surgir”, explicou o arqueólogo, sustentando que algumas lamparinas apresentam motivos de peixes, um dos símbolos do cristianismo.

“A grande variedade de lamparinas e estatuetas prova, portanto, que a população local era composta por uma mistura de pagãos, cristãos e judeus“, rematou Benyamin.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …

Sete mortos e 306 infetados nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta segunda-feira, 306 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Rússia Unida anuncia vitória nas legislativas

O partido do Kremlin, Rússia Unida, reivindicou no domingo a vitória nas eleições legislativas russas, mas a sua maioria constitucional na Duma, a câmara baixa do parlamento, está ainda por apurar, após a contagem de …

Cientistas estão a dar vida ao holodeck, um holograma que você pode tocar

Os cientistas estão cada vez mais perto de tornar o holodeck uma realidade. Investigadores estão a criar um holograma que você pode tocar. A série Star Trek: The Next Generation apresentou a milhões de pessoas a …

A partir de novembro, EUA passam a permitir entrada de estrangeiros totalmente vacinados

A partir do início de novembro, os Estados Unidos passam a permitir a entrada de viajantes da União Europeia (UE) e do Reino Unido, desde que estejam totalmente vacinados. Os Estados Unidos vão reduzir as restrições …

Talibãs mandam funcionárias do governo de Cabul ficar em casa

As funcionárias do governo de Cabul devem ficar em casa. A única exceção aplica-se às trabalhadoras cujos cargos não podem ser desempenhados por homens. Só as mulheres "que não podem ser substituídas por homens" podem regressar …

"Tatatatatatata." A bazuca de Costa é, afinal, uma "metralhadora" que dispara de rajada

Rui Rio considera que António Costa devia chamar a bazuca de metralhadora, porque o primeiro-ministro "dispara de rajada" promessas. "HK21 tem fita, carrega-se, e aquilo dispara tatatatatatata." O presidente do PSD, Rui Rio, ironizou esta segunda-feira …

Campanha alerta população sobre cancros de sangue e apela para informação

Uma campanha para quebrar o silêncio sobre os cancros do sangue e alertar para a importância do diagnóstico precoce está nas ruas até final de setembro, lembrando que é essencial estar atento a sintomas e …

Pfizer diz que vacina é "segura" para crianças dos cinco aos 11 anos

A Pfizer/BioNTech anunciaram, esta segunda-feira, que a vacina é segura e parece gerar uma resposta imunitária robusta nas crianças dos cinco aos 11 anos. Depois de um estudo com 2.268 participantes, a Pfizer/BioNTech anunciaram que a …

PS e CDS na Madeira desencontrados, PSD e Bloco continuam no Norte

No arranque da segunda semana de campanha para as autárquicas, os líderes do PS e do CDS-PP apostam na Madeira mas com horários desencontrados, enquanto BE e PSD continuam a norte, e PAN e PCP …