Oceanos absorvem mais de 90% do calor produzido na Terra e levam a desastres naturais

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) adverti que os oceanos absorvem mais de 90% do calor produzido na Terra, o que dá origem a desastres naturais mais fortes, como em 2019, no final da década mais quente em registo.

Segundo a Declaração Anual sobre o Estado do Clima 2019, apresentada esta quarta-feira pelo secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, os oceanos são um elemento central das alterações climáticas ao absorverem mais de 90% do “calor extra” produzido pelo Homem.

As alterações climáticas geradas pelo armazenamento nos oceanos do aquecimento global resultam na maior frequência de fenómenos meteorológicos extremos como ciclones e tempestades tropicais, desastres hidrológicos como inundações ou deslizamento de terras e fenómenos climatológicos como temperaturas extremas, secas e fogos florestais.

A OMM anunciou em janeiro que 2019 foi o segundo ano mais quente de que há registo, a seguir a 2016, e que o período entre 2010 e 2019 foi a década mais quente já registada.

A Declaração sobre o Estado do Clima 2019 avança que a subida do nível dos oceanos está entre os três e quatro milímetros por ano, o ritmo mais acelerado de sempre, que provoca o agravamento das tempestades tropicais, tufões e ciclones, observados em áreas geográficas mais vastas que antes.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, acrescentou que os oceanos absorvem calor equivalente a cinco bombas atómicas de Hiroxima por segundo e que a concentração de gases com efeito de estufa atingiu o nível mais alto dos últimos três milhões de anos.

O pior ciclone no hemisfério sul num século

Petteri Talas lembrou que o ciclone Idai, que afetou Moçambique, o Zimbabué e o Maláui em março de 2019, foi o pior ciclone do hemisfério sul em mais de um século, matando cerca de 900 pessoas, segundo a OMM. No centro de Moçambique, a região mais afetada, O Idai provocou 604 mortos.

O ano passado foi também marcado pelo furacão Dorian, que atingiu as Bahamas e os Estados Unidos e matou 70 pessoas e pelos tufões Hagibis, no Japão, e Leima, na China.

O ano de 2019 teve também o verão mais quente de sempre na Austrália e grandes incêndios florestais naquele país e na América do Sul (Floresta Amazónica). Registaram-se também mais fogos nas regiões do Ártico (Canadá, Rússia ou Suécia).

As ondas de calor provocaram temperaturas recorde em países europeus como França, Reino Unido, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo e Alemanha.

Segundo a Declaração do Estado do Clima produzida pela OMM, 91% da população mundial respira ar com mais poluentes que os considerados aceitáveis pela Organização Mundial da Saúde. António Guterres disse que 2020 é um ano “crucial na resposta à emergência climática”, com a realização da 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), marcada para novembro em Glasgow, Reino Unido.

O secretário-geral da ONU disse que a COP26 será centrada em quatro prioridades: A revisão das contribuições nacionais determinadas e planos climáticos; a adoção de estratégias por parte de todos os países para chegar à neutralidade carbónica até 2050; um “robusto pacote de programas, projetos e iniciativas” para construir resiliência contra os efeitos das alterações climáticas; e mobilização de 100 mil milhões de dólares pelos países desenvolvidos para investimentos em tecnologias ecológicas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Muito mais do que tabaco. Cientistas identificam drogas tomadas pelos maias em recipientes antigos

Uma equipa de cientistas da Washington State University identificou a presença de planta que não é do tabaco em recipientes de drogas dos antigos maias. Os investigadores detetaram "marigold mexicana" (Tagetes lucida) em resíduos retirados de …

Pico na primeira semana de fevereiro. Mesmo confinando, modelo prevê 1154 doentes em UCI

Portugal deverá ter 1.154 doentes internados em cuidados intensivos num pico na primeira semana de fevereiro, mesmo com um confinamento igual ao de março, avança um modelo da NOVA Information Management School. Portugal deverá duplicar o …

Biden assume leme dos EUA. Trump concede 140 perdões (e pede que se "reze" pelo sucessor)

Joe Biden assume esta quarta-feira o leme dos Estados Unidos. Porém, antes de sair, o Presidente cessante, Donald Trump, perdoou e comutou penas a mais de 140 pessoas. Nas horas finais da sua presidência, Donald Trump …

Ouvir música clássica enquanto faz exercício? A Ciência sugere que sim

Estudos sugerem que, ao contrário daquilo que pensa, ouvir música clássica enquanto se pratica exercício físico pode ajudá-lo no seu treino. Para muitas pessoas, uma parte essencial de qualquer regime de exercício é a música que …

“Não queiram fazer mistérios onde não existem”. UE encerrou caso do procurador europeu

A União Europeia (UE) deu por "encerrado" o caso do procurador europeu José Guerra e dos lapsos no seu currículo enviado pelo Governo. “A reunião dos membros do Conselho da UE decorreu na segunda-feira e …

Jack Ma reaparece após estar "desaparecido" quase três meses

O bilionário fundador do gigante do comércio eletrónico chinês Alibaba reapareceu, esta quarta-feira, numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro. No vídeo, publicado no site do jornal chinês Tianmu …

Jesus voltou a testar negativo. Benfica confirma presença na Taça da Liga

O treinador do Benfica voltou a testar negativo ao novo coronavírus, num segundo teste realizado esta terça-feira, dia em que o clube anunciou ter 17 casos de infeção na sua estrutura profissional de futebol. "O Benfica …

Novas regras do confinamento entram em vigor esta quarta-feira (mas há exceções nos horários)

As novas medidas de restrição para travar a pandemia de covid-19 em Portugal entraram em vigor às 0h desta quarta-feira no âmbito do estado de emergência em vigor no país.  O primeiro-ministro anunciou esta segunda-feira que …

Ratos paraplégicos voltam a caminhar graças a proteína inovadora

Cientistas criaram e injetaram uma proteína no cérebro de ratos paraplégicos. Após um par de semanas, os ratos recuperaram a capacidade de caminhar. Não, não é milagre. Uma equipa de investigadores alemães conseguiu restaurar a capacidade …

Sporting vai apresentar queixa à Ordem dos Médicos do diretor clínico da Unilabs

O presidente do Sporting anunciou, esta terça-feira, a intenção de denunciar à Ordem dos Médicos o comportamento do diretor clínico da Unilabs, devido aos testes à covid-19 que impediram Nuno Mendes e Sporar de defrontar …