O oceano está a afundar no manto da Terra (e parte da culpa é da Pangeia)

Christopher Scotese / Ian Webster / Paleomap / University Of Sydney

Pangeia foi o último supercontinente

A água da Terra está lentamente a drenar para a crosta do nosso planeta. No entanto, o fenómeno não é “rápido” o suficiente para superar o aumento do nível da água do mar.

Diariamente, centenas de milhões de galões de água fluem do fundo do oceano para o manto da Terra, como parte do ciclo da água profunda.

Neste processo, a água absorvida na crosta e os minerais do fundo do mar são empurrados para o interior da Terra nos limites submarinos onde as placas tectónicas colidem. Parte dessa água permanece presa, mas grandes quantidades de líquido são expelidas de volta à superfície por vulcões submarinos e fontes hidrotermais.

Não é um sistema perfeito: os cientistas estimam que, atualmente, há mais água a mergulhar no manto, por exemplo. No geral, este ciclo é apenas uma engrenagem que determina se os oceanos sobem ou descem.

Num estudo publicado na Geochemistry, Geophysics and Geosystems no dia 17 de maio, os cientistas demonstraram que esta engrenagem pode ser mais importante do que se pensava.

Ao modelar os fluxos no ciclo das águas profundas nos últimos 230 milhões de anos, os autores do estudo descobriram que houve momentos na história do nosso planeta em que a quantidade gigantesca de água que afundava no manto desempenhou um importante papel no nível da água do mar.

Durante estas alturas, o ciclo das águas profundas pode ter contribuído para a perda de 130 metros do nível da água do mar, graças a um evento que mudou o mundo: a rutura do supercontinente Pangeia.

Krister Karlsen, investigador do Centro de Evolução da Terra e Dinâmica da Universidade de Oslo, disse à Live Science que o rompimento do supercontinente foi associado a uma época de subducção muito rápida da placa tectónica. “Isto levou a um período de grande transporte de água para a Terra, causando a queda do nível da água do mar”, explicou.

Há cerca de 200 milhões de anos, a Pangeia começou a dividir-se. À medida que enormes placas continentais se afastavam umas das outras, novos oceanos surgiam, fendas enormes no fundo do mar rompiam e lajes antigas de crosta subaquática mergulhavam nos novos vazios.

Como resultado, quantidades gigantescas de água, presas dentro desses pedaços de crosta, afundaram no interior profundo do nosso planeta.

Com base em estudos anteriores, os cientistas modelaram as taxas aproximadas em que a água entrou – e deixou – o manto da Terra. Quanto mais rápido uma placa rica em água caísse na Terra, mais longe poderia submergir antes que o seu teor de água fosse evaporado pelo calor elevado do manto. De acordo com os cálculos, isso desequilibrou o ciclo da água profunda, o que resultou em milhões de anos de perdas de água.

É óbvio que este estudo não chega para explicar as mudanças no nível do mar, uma vez que há outros motivos que as explicam, como as alterações climáticas ou a cobertura de manto de gelo. Ainda assim, não deixa de ser uma descoberta que entusiasma os cientistas.

“Apesar de o ciclo das águas profundas poder mudar o nível da água do mar ao longo de centenas de milhões a milhares de milhões de anos, as alterações climáticas podem mudar o nível da água do mar em zero a 100 anos”, disse Karlsen.

“A atual elevação do nível do mar associada às mudanças climáticas é de cerca de 3,2 milímetros por ano. A queda do nível do mar associada ao ciclo da água profunda é de cerca de 1/10.000 disso”, exemplificou o especialista.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma treta dos senhores da globalização, que nos querem impingir as necessidades taxadas em nome das dificuldades. O outro já vendeu mais um postal a imergir na piscina da ONU, coitadinho do sr. guterres!!!

Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método. De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi …

Arqueólogos descobrem 25 sítios que comprovam presença militar romana no Norte e na Galiza

Investigadores portugueses e galegos descobriram 25 novos sítios no Norte de Portugal e na Galiza que “comprovam arqueologicamente” a presença militar romana nos dois territórios, correspondendo a maioria dos locais a “acampamentos militares”, revelou hoje …

EUA poderão manter alguns efetivos na Síria para proteger poços de petróleo

Os EUA planeiam deixar alguns efetivos no nordeste da Síria para proteger instalações petrolíferas e garantir o combate contra um possível ressurgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disse hoje o secretário de Defesa dos …

Polícias realizam manifestação conjunta em Lisboa a 21 de novembro

Elementos da PSP e da GNR realizam a 21 de novembro, em Lisboa, uma manifestação conjunta para exigirem ao novo Governo "a resolução rápida" dos problemas que ficaram por resolver na anterior legislatura. Com o lema …

Sérvia punida por racismo no jogo com Portugal

A UEFA condenou nesta segunda-feira a Sérvia a disputar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro 2020 à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputada em Belgrado, que terminou …

Juve Leo lança críticas à direção: Um clube sem rumo e que precisa de bodes expiatórios

Depois de o Sporting rescindir os protocolos com a Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI devido à "escalada de violência" recente, a Juve Leo reagiu em comunicado com duras críticas à direção de …

Um terço dos fogos deste ano tiveram como causa queima e queimadas

Um terço dos incêndios florestais registados este ano e investigados tiveram como causa queimadas e queimas, revela o último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório de incêndios rurais, …

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …