O tablet e o smartphone são “os novos babysitters”

Thanasis Zovoilis / Flickr

-

A maioria dos pais não tem noção do nível do conhecimento das crianças no que toca às tecnologias.

A conclusão consta de um estudo, coordenado pela Joint Research Centre e realizado entre julho e agosto de 2015 em Portugal e em vários países da Europa.

Patrícia Dias, professora auxiliar convidada da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, e Rita Brito, licenciada em Educação de Infância, são as caras por trás do trabalho, que tinha como objetivo estudar a relação entre as crianças e as tecnologias digitais.

O “tablet” é o “brinquedo” mais utilizado. A percentagem de crianças que possui um “tablet” sobe radicalmente, de acordo com Rita Brito, a partir dos seis anos.

Assim se justifica que este seja o instrumento mais utilizado pelas crianças entrevistadas para o estudo.

E é nele que os mais novos passam horas, de acordo com o relatório, muitas vezes sem supervisão dos pais.

“Uma nova babysitter” foi o termo utilizado pelas investigadoras quando se referiam ao uso do aparelho tecnológico.

A “velhinha” televisão deu lugar ao tablet e este é usado para entreter crianças quando os pais não têm tempo: no restaurante quando esperam pela comida, quando têm algum assunto para tratar, em casa quando preparam as coisas para o dia seguinte, o “tablet” assume o papel de “babysitter”.

O estudo concluiu também que os pais estão pouco esclarecidos no que toca a mecanismos de defesa da criança contra possíveis riscos da exposição às tecnologias.

As investigadoras concluíram que os pais desconhecem medidas de controlo como a criação de uma conta própria para as crianças, para evitar que estas tenham acesso a vídeos sugeridos do Youtube.

As autoras do trabalho deixaram algumas recomendações.

Para a indústria, a criação de mais conteúdos didáticos nas línguas nativas do país em causa.

Para as escolas, a integração das tecnologias e mais formação para os professores. Para os decisores políticos, uma maior promoção do acesso às tecnologias nas escolas.

Para os pais e educadores, uma maior articulação entre ambos e uma utilização das tecnologias mais pensada.

Algumas das crianças entre os seis e os sete anos ainda não sabiam bem ler e escrever e, no estudo, foi revelado que a maioria utilizava técnicas alternativas, como por exemplo a memorização visual dos caracteres.

JPN

PARTILHAR

RESPONDER

Liderança da bancada do PSD: Negrão quis sair, Rio é "boa solução" a curto prazo

Fernando Negrão, que no último ano e meio liderou a bancada parlamentar do PSD, admitiu esta terça-feira não estava disponível para continuar no cargo. "Não estava disponível [para continuar à frente da bancada] porque foi …

José Maria Ricciardi diz que está disponível para "erguer o Sporting"

José Maria Ricciardi, um dos candidatos nas eleições de setembro de 2018, anunciou através das redes sociais que está disponível para "erguer o Sporting". Na página do Facebook "Ricciardi - Erguer o Sporting", José Maria Ricciardi …

Boris Johnson volta aos Comuns para aprovar Brexit em tempo recorde e sair dia 31 de outubro

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai tentar esta terça-feira aprovar a legislação necessária para poder garantir que o Reino Unido sai da União Europeia no dia 31 de outubro quer haja ou não consenso na …

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …