O número de Dunbar está errado. É possível ter mais de 150 amigos

O número de Dunbar sugere que uma pessoa só consegue manter relações sociais estáveis com 150 pessoas. Um novo estudo vem deitar por terra esta estimativa.

O número de Dunbar define o limite de pessoas com as quais um indivíduo pode manter relações sociais estáveis, ou seja, uma relação onde o indivíduo conhece cada membro do grupo e sabe identificar em que relação cada indivíduo se encontra com os outros indivíduos do grupo. Proposto por Robin Dunbar, esse número varia entre 148 e 150.

A autoridade fiscal sueca, por exemplo, mantém escritórios com menos de 150 pessoas devido ao número de Dunbar. Mas, para surpresa do fisco sueco — e do resto do mundo —, esta estimativa está provavelmente errada.



Um novo estudo publicado na revista Biology Letters sugere que o número de Dunbar pode estar teórica e empiricamente incorreto.

Afinal de contas, como é que Dunbar chegou a este número mágico? O antropólogo britânico observou a razão entre o tamanho do neocórtex em primatas e o tamanho médio dos grupos que eles formam. Essas proporções foram então aplicadas a dados do cérebro humano e o valor médio de cerca de 150 relacionamentos foi determinado, explica o portal Big Think.

Um valor alternativo baseado em estudos empíricos de grupos sociais norte-americanos é muito mais alto: 291. Os investigadores calculam que, em média, cada rede social tem 231 pessoas nela.

Este valor surgiu várias vezes quando os autores do estudo analisaram as redes profissionais e sociais cultivadas por diferentes grupos de pessoas.

Neste novo estudo, os investigadores fizeram cálculos semelhantes aos de Dunbar, mas com informações atualizadas sobre o tamanho dos cérebros dos macacos e das redes sociais das pessoas.

Os autores do novo estudo também argumentam que a ideia de que processamos as informações sociais exatamente como os macacos fazem é uma afirmação ousada e amplamente infundada. Assim, os cientistas discutem a natureza frágil da teoria por trás do número de Dunbar.

O objetivo deste estudo não é substituir o número de Dunbar, mas descartar a noção de que tal número pode ser determinado.

“É a nossa esperança, embora talvez fútil, que este estudo acabe com o uso do ‘número de Dunbar’ na ciência e na media popular. O ‘número de Dunbar’ é um conceito com base teórica limitada e carente de suporte empírico”, escrevem os autores.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …