O misterioso Urano está a emitir raios-X (mas não se sabe como)

Uma equipa de astrónomos detetou, pela primeira vez, raios-X emitidos por Urano, usando o Observatório de Raios-X Chandra da NASA. 

Urano é o sétimo planeta do Sol e tem dois conjuntos de anéis ao redor do seu equador. O planeta, que tem quatro vezes o diâmetro da Terra, gira de lado, o que o torna diferente de todos os outros planetas do Sistema Solar.

A Voyager 2 é a única nave espacial que voou por Urano. Assim, os astrónomos contam com telescópios mais próximos da Terra, como o Telescópio Espacial Hubble, para aprender sobre este planeta distante e frio que é composto quase inteiramente de hidrogénio e hélio.

Para aprender mais sobre Urano, uma equipa de investigadores usou o Chandra para observar o planeta em 2002 e novamente em 2017. Os cientistas viram uma deteção clara de raios-X a partir da primeira observação, que foi analisada recentemente, e um possível surto de raios-X nas observações obtidas 15 anos depois.

O que pode fazer com que Urano emita raios-X? Segundo um comunicado, principalmente o Sol. Os astrónomos observaram que tanto Júpiter como Saturno espalham a luz de raios-X emitida pelo Sol, de forma semelhante à forma como a atmosfera da Terra espalha a luz do Sol e torna o céu diurno azul claro.



Embora os autores deste novo estudo sobre Urano inicialmente esperassem que a maioria dos raios-X detetados também fossem de espalhamento, há indícios tentadores de que existe pelo menos uma outra fonte de raios-X.

Se outras observações confirmarem esta teoria, isto pode ter implicações intrigantes para o planeta.

Uma possibilidade é que os anéis de Urano produzam mais raios X do que o resto do planeta, como acontece com os anéis de Saturno. Urano tem um grande número de partículas muito energéticas no ambiente espacial ao seu redor. Se essas partículas energéticas colidirem com os anéis, farão com que os anéis brilhem em raios-X em comprimentos de onda que dependem da composição dos anéis.

Outra explicação pode ser que pelo menos alguns dos raios-X possam vir de auroras em Urano, um fenómeno que já foi observado neste planeta noutros comprimentos de onda.

Urano é um alvo especialmente interessante para observações de raios-X por causa das orientações incomuns do seu eixo de rotação e do seu campo magnético.

Enquanto os eixos de rotação e campo magnético dos outros planetas do Sistema Solar são quase perpendiculares ao plano da sua órbita, Urano é o único planeta cujo eixo de rotação é quase paralelo ao seu caminho ao redor do Sol.

O eixo do seu campo magnético também é deslocado por um ângulo anormalmente grande do seu eixo de rotação. Isso também pode resultar em auroras em Urano que são estranhamente complexas e variáveis ​​em diferentes comprimentos de onda.

Determinar a verdadeira fonte – ou fontes – dos raios-X de Urano pode ajudar os astrónomos a entender melhor como objetos mais exóticos no Espaço emitem raios-X e a aprender mais sobre este enigmático planeta gigante de gelo. 

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Perto de sequenciar 1 milhão de genomas, cientistas querem desvendar segredos genéticos

O projeto All of Us está a recolher informações genéticas, registos médicos e hábitos de saúde de mais de um milhão de pessoas. Os dados podem ser usados para desvendar segredos genéticos. O primeiro esboço do …

"Besta dos cinco dentes". Descoberta nova espécie de mamífero na Patagónia

Paleontólogos descobriram uma nova espécie de mamífero, com dentes peculiares, que viveu na Patagónia durante o período Cretáceo. De acordo com a agência Europa Press, os fósseis foram encontrados em Cerro Guido, na província chilena de …

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …