Nasceu no S. José um bebé de mãe em morte cerebral há 15 semanas

Marcello Casal Jr. / ABr

-

Um bebé nasceu esta terça-feira, no Hospital de S. José, em Lisboa, após uma cesariana realizada a uma mulher que estava em morte cerebral desde fevereiro. É um recorde de sobrevivência de um feto nestas condições no nosso país.

O bebé, um menino, nasceu com 2,350 kg, após uma gestação de 32 semanas, num parto sem complicações que se realizou no Hospital de S. José. O bebé foi depois encaminhado para a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais da Maternidade Alfredo da Costa.

Em comunicado, o Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) informou que as equipas de Obstetrícia e da Unidade de Neurocríticos do centro, a que pertencem o Hospital S. José e Maternidade Alfredo da Costa, procederam ontem à tarde a uma cesariana programada, “com o objetivo de fazer nascer uma criança, cujas últimas semanas de gestação ocorreram com a mãe em estado de morte cerebral”.

O feto esteve quase quatro meses no útero, depois de em fevereiro ter sido declarada a morte cerebral da mãe a 20 de fevereiro, pelas 23h43, na sequência de uma hemorragia intracerebral.

S., de 37 anos, foi mantida “viva” por mais 15 semanas para permitir a gestação.

“Perante a gravidez em curso, S. foi avaliada pela especialidade de Obstetrícia, que considerou que o feto se encontrava em aparente condição de saúde. Após parecer da Comissão de Ética e direção clínica do CHLC e numa decisão concertada com a família de S. e família paterna da criança, foi acordada a manutenção da gravidez até às 32 semanas, por forma a garantir a viabilidade do feto”, refere o comunicado.

De acordo com as equipas médicas que acompanharam o caso, “trata-se do período mais longo alguma vez registado em Portugal – 15 semanas – de sobrevivência de um feto em que a mãe está em morte cerebral”.

Em declarações à TSF, Luís Graça, presidente da Sociedade Portuguesa de Obstetrícia e Medicina Materno-fetal, sublinha que se trata de um caso excecional.

“Com este tempo de duração é absolutamente excecional. Há outros casos, mas com duração de duas a três semanas. Neste caso conseguiu-se 15 semanas. É excecional. A medicina portuguesa está de parabéns. É excecional em todo o mundo”, ressaltou o médico.

Luís Graça exaltou em particular a equipa de obstetrícia, que avaliou tudo o que se passava no feto, e a equipa multidisciplinar que contribuiu para o sucesso deste tipo de casos.

“Há que destacar a equipa, médicos, enfermeiros, auxiliares que trabalham nos cuidados intensivos e que mantiveram esta mulher viva durante 15 semanas. Viva, oxigenada, alimentada para a circulação entre o útero, placenta e feto se mantivesse em níveis adequados para o feto continuar a crescer a para conseguir manter esta mulher sem complicações como por exemplo infeções que podiam comprometer a vida do bebé.

Por fim, o médico afirma que “é preciso destacar o próprio Serviço Nacional de Saúde, porque uma coisa destas é brutalmente cara e é difícil haver hospitais privados a ter este tipo de práticas“.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

"Tenho saudades". Mourinho quase em lágrimas por não conseguir desfrutar das férias

José Mourinho está de férias prolongadas, depois de ter saído do Manchester United no final de 2018, e confessa que não consegue "desfrutar" deste período de descanso após vários anos ligado ao futebol. "Tenho saudades", …

Primeiro-ministro italiano demite-se e acusa Salvini de "irresponsabilidade"

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, anunciou hoje a sua demissão, acusando o líder da Liga (extrema-direita), Matteo Salvini, de ter “olhado exclusivamente aos interesses pessoais e do seu partido” ao pôr fim à coligação de …

Já há 58 candidatos para a escola de pastores da região Centro

A escola de pastores, um projeto-piloto integrado no Programa de Valorização da Fileira dos Queijos da Região Centro, arranca no dia 23 de setembro e conta, até ao momento, com 58 candidatos inscritos. Em comunicado, a …

Interesse na compra da TVI faz ações da Cofina subir mais de 5%

As ações da Cofina subiam esta segunda-feira mais de 5%, depois de na semana passada a dona do Correio da Manhã ter confirmado que estava a negociar com a Prisa a compra da Media Capital, …

Boris Johnson rejeita convocar o Parlamento durante as férias

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, rejeitou esta segunda-feira a ideia de convocar o Parlamento durante as férias, depois da divulgação de documentos alertando para a escassez de alimentos e outros bens no caso de um …

Donald Trump partilha imagem da Trump Tower na Gronelândia

Donald Trump prometeu não construir uma Trump Tower na Gronelândia, o território autónomo da Dinamarca que quer comprar por ser um “grande negócio imobiliário”. A fotomontagem foi publicada no Twitter pelo Presidente dos Estados Unidos. A …

Dia vira noite. Às 15 horas já estava escuro em São Paulo

Uma frente fria encontrou-se com uma massa de ar que continha partículas de incêndios florestais da região da Amazónia. O choque de temperatura entre as duas massas, teve como resultado o escurecimento do dia. Durante a …

Zé Luís rejeitou salário três vezes mais alto para vir para o FC Porto

Com a ambição de representar o FC Porto, Zé Luís teve de fazer sacrifícios a nível financeiro. O cabo-verdiano rejeitou uma proposta da China com um salário muito mais alto. Zé Luís parece começar a justificar …

Motorista que conduziu Marcelo entre Lisboa e Porto mandou um e-mail. Foi investigado como "ameaça ao Estado"

O Governo recebeu um email a avisar que a greve dos motoristas ia provocar o caos, fazendo parar muitos serviços - e lembrando que assim caiu um governo no Chile. O executivo receou que fosse uma …

Marinho e Pinto quer Pardal Henriques como deputado do Partido Democrático Republicano

Ainda que não tenha confirmado Pedro Pardal Henriques como um dos cabeça-de-lista do partido que fundou, Marinho e Pinto não poupou elogios ao advogado do Sindicato de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) . “Seria um …