O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado.

Mais de 5.000 quilómetros abaixo de nós, o núcleo interno de metal sólido da Terra não foi descoberto até 1936. Quase um século depois, ainda estamos a lutar para responder a perguntas básicas sobre quando e como ele se formou pela primeira vez.

Estes não são quebra-cabeças fáceis de resolver. Não podemos ver diretamente o núcleo interno, por isso a chave para desvendar os seus mistérios está na colaboração entre sismólogos, geodinamicistas e físicos minerais.



Combinando estas áreas, os cientistas deram uma pista importante sobre o que está a acontecer a quilómetros abaixo dos nossos pés.

Num novo estudo, publicado na revista Nature Geoscience eles revelam como é que o núcleo interno da Terra está a crescer mais rápido de um lado do que do outro, o que pode ajudar a explicar a idade do núcleo interno e a história intrigante do campo magnético da Terra.

Na década de 1990, os cientistas perceberam que a velocidade das ondas sísmicas que viajam pelo núcleo interno variava de forma inesperada. Isto sugeria que algo assimétrico estava a acontecer no núcleo interno.

Especificamente, as metades leste e oeste do núcleo interno mostraram diferentes variações de velocidade de onda sísmica. A parte oriental do núcleo interno está abaixo da Ásia, Oceano Índico e Oceano Pacífico ocidental, e a ocidental encontra-se sob as Américas, Oceano Atlântico e Pacífico oriental.

O novo estudo investigou este mistério, usando novas observações sísmicas combinadas com modelagem geodinâmica e estimativas de como ligas de ferro se comportam sob alta pressão. Eles descobriram que o núcleo interno oriental está a crescer mais rápido do que o lado ocidental.

Podemos pensar neste crescimento desigual como tentar fazer gelado num congelador que só funciona de um lado: cristais de gelo formam-se apenas no lado do gelado onde o arrefecimento é eficaz. Na Terra, o crescimento desigual é causado pelo resto do planeta a sugar calor mais rapidamente de algumas partes do núcleo interno do que de outras.

Mas, ao contrário do gelado, o núcleo interno sólido está sujeito a forças gravitacionais que distribuem o novo crescimento uniformemente através de um processo de fluxo interno gradual, que mantém a forma esférica do núcleo.

Isto significa que a Terra não corre o risco de ficar inclinada, embora esse crescimento desigual seja registado nas velocidades das ondas sísmicas no núcleo do nosso planeta.

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …