NSA “invadiu” Yahoo e Google e até o Papa espiou

Val Gempis / USAF

foto: Val Gempis / USAF

foto: Val Gempis / USAF

A NSA, Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos, invadiu os principais links de comunicação que ligam os centros de dados de Yahoo e Google em todo o mundo, noticiou esta quarta-feira o jornal The Washington Post. A denúncia cita documentos obtidos por Edward Snowden e entrevistas com funcionários.

De acordo com dados secretos de 9 de janeiro deste ano, a NSA enviou todos os dias milhões de gravações a partir de redes internas do Yahoo e do Google para o centro de armazenamento de dados em Fort Mead, Maryland, sede da agência.

Nos últimos 30 dias, foram processados e enviados mais de 180 milhões de novas gravações de metadados, que incluem quando e quem enviou ou recebeu e-mails, além de textos, ficheiros áudio e vídeos.

A Google afirmou estar preocupada com as suspeitas de que o governo teria interceptado o tráfego de dados da empresa, mas que não tinha conhecimento da invasão.

Um porta-voz da Yahoo declarou que a empresa tem “controles rigorosos para proteger a segurança dos centros de dados” e que não dá acesso aos seus bancos de dados “à NSA ou a qualquer outro órgão do governo”.

Funcionários da Casa Branca e do Escritório do Director de Inteligência Nacional, que supervisiona a NSA, recusaram-se a comentar a denúncia.

O Washington Post afirma que as duas agências copiaram os fluxos de dados através de cabos de fibra ótica que transmitem as informações entre os centros de dados das duas gigantes de Silicon Valley.

 

NSA espiou até o papa, afirma revista italiana Panorama

A espionagem norte-americana não teria poupado nem os cardeais da Igreja Católica, segundo a revista italiana Panorama. De acordo com o semanário, a NSA interceptou telefonemas de diversos cardeais, entre eles o argentino Jorge Mario Bergoglio, pouco antes de ser eleito papa.

A revelação da Panorama vem à tona depois de o site Cryptome ter noticiado que a espionagem dos EUA interceptou 46 milhões de telefonemas em Itália entre dezembro de 2012 e janeiro de 2013. “Aparentemente há também ligações do e para o Vaticano” e a NSA “espiou o papa”, enfatiza a semanário.

“Há receios de que os norte-americanos tenham continuado a escutar as conversas dos prelados até a véspera do conclave”, inclusivé algumas envolvendo o futuro papa Francisco, prossegue a revista.

O conclave papal é um acontecimento historicamente cercado de segredo. Quando os cardeais católicos se fecham na Capela Sistina para escolher o novo líder para a Igreja, um moderno sistema é instalado com os objectivos de impedir qualquer comunicação dos prelados com o mundo exterior e que o local seja alvo de escutas clandestinas.

Citado pela emissora Al Jazeera, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que não é do conhecimento da Santa Sé a informação de que os cardeais teriam sido espiados. “Não estamos preocupados com isso“, declarou.

A Panorama lembra que Bergoglio é considerado uma “pessoa de interesse” pelos serviços de espionagem norte-americana pelo menos desde 2005, segundo revelações feitas pela WikiLeaks.

 

MA /Agência Estado /Associated Press

PARTILHAR

RESPONDER

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …

Novo Banco e TAP são "riscos não negligenciáveis" para o défice

A TAP e o Novo Banco podem ter um efeito orçamental maior que o estimado pelo Governo em 2021, constituindo "riscos não negligenciáveis" para o défice, segundo uma avaliação do Conselho das Finanças Públicas (CFP) …