Novobanco vai fazer novo pedido ao Fundo de Resolução, mesmo com os lucros conseguidos em 2021

15

Rodrigo Antunes / Lusa

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho

A hipótese já tinha sido admitida por António Ramalho na última comissão de inquérito parlamentar, em Maio. Os resultados finais de 2021 ainda não são conhecidos, mas os lucros do novobanco devem rondar os 200 milhões de euros. No total, o banco já pediu mais de 3,4 mil milhões de euros ao Fundo.

O novobanco vai avançar com um novo pedido de capital ao Fundo de Resolução, mesmo com os lucros que conseguiu no ano passado, que devem rondar os 200 milhões de euros.

O CEO da instituição, António Ramalho, já tinha admitido esta possibilidade durante a última comissão de inquérito no parlamento, em Maio. Na altura, o deputado do PSD Hugo Carneiro perguntou-lhe se essa questão estava em cima da mesa e o banqueiro confirmou que sim.

“Num cenário de 430 milhões de euros este ano, isso pode acontecer. Seria na volta dos cento e qualquer coisa milhões de euros que eventualmente poderia surgir”, adiantou na audição na Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e liquidadas pelo Fundo de Resolução.

De acordo com o Jornal Económico, ainda não se sabe o valor exacto do pedido, visto que também ainda não são conhecidos os resultados finais obtidos pelo novobanco em 2021.

Ramalho disse ainda aos deputados que o eventual novo pedido de capitalização não depende dos resultados conseguidos em 2021, visto que o banco já previa ficar com as contas no verde, mas antes com o regime contabilístico transitório IFRS 9.

O requerimento apresentado estão relacionado com o facto de o rácio de capital core tier 1 (o capital da mais alta qualidade) do banco estar protegido nos 12% nos termos do acordo que ficou decidido na altura da venda à Lone Star. No entanto, este valor excede aquilo que é exigido pelo regulador.

No total, o novobanco já pediu mais de 3,4 mil milhões de euros ao Fundo de Resolução. O valor máximo previsto é de 3,89 mil milhões.

  ZAP //

15 Comments

  1. Também não entendo nada do que se passa na gestão deste banco. Com tanto banco em Portugal, porque precisamos de mais um que só dá despesa.

  2. Era só o que falta … Com lucros avultados, deveria era começar a pagar o investimento efetuado pelo Estado, pois este agora é quem precisa. é preciso ter lata.

    • Sim, o Passos disse isso mas também o disse o Centeno e o Costa na conferência de imprensa aquando da venda do banco.
      Ah, e quem negociou e assinou esse contracto foi precisamente o Costa e o Centeno. E não venham cá com a treta de que foi o banco de Portugal, como disse o coberde do Costa, sempre a atirar as culpas para os outros…

  3. Este Banco é quase todos os dias motivo de notícias pelas piores razões, pergunto como é possível uma situação destas onde nem governo, nem justiça põem fim a tudo isto, é gozar com o povo!

    • Pois, concordo, mas é o que está escrito no contracto de venda do banco. Ainda me lembro do Centeno e do Costa a dizerem também que não ía custar nada ao erário público…. Agora só temos é que aguentar…

      • Não foi bem isso; o Costa disse que o NB não teria MAIS custos para o contribuinte (o que também era mentira!):
        “Novo Banco não terá “novos encargos para os contribuintes”:

        Passos quando criou o NB: “PASSOS SOBRE BES: «NÃO É DINHEIRO DOS CONTRIBUINTES»”

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.