Novo estado da matéria encontrado em material bidimensional

Genevieve Martin / Oak Ridge National Laboratory

-

Cientistas descobriram provas experimentais de um novo estado da matéria chamado “quantum spin liquid”, confirmando uma teoria com 40 anos.

Uma equipa internacional encontrou provas de um misterioso novo estado de matéria, previsto há 40 anos pelos físicos teóricos, que leva os eletrões – que se pensava serem os blocos de construção indivisíveis da natureza – a partirem-se em quasipartículas chamadas fermiões de Majorana.

No novo estudo, publicado esta semana na Nature Materials, os cientistas trabalharam com alfa cloreto de ruténio (a-RuCl3), um material que forma uma estrutura bidimensional em forma de colmeia.

Os físicos encontraram este novo estado usando uma técnica chamada neutron scattering, bombardeando uma amostra de pó de alfa cloreto de ruténio com neutrões e observando o padrão que se forma.

Fermiões de Majorana

Em 1937, o físico italiano Ettore Majorana previu a existência de partículas virtuais bizarras, os fermiões de Majorana, que têm a curiosa característica de serem a sua própria anti-partícula.

Todos os eletrões tem uma propriedade magnética, o spin, que tem só duas posições possíveis: “up” e “down”. Em alguns estados da matéria, estes spins alinham-se perfeitamente, apontando todos para a mesma direção.

A maneira mais simples de chegar a este estado de spins alinhados é arrefecer um material. Quanto mais frio, mais alinhados ficam os spins. Mas num “líquido de spin quântico”, este alinhamento não existe e os eletrões ficam num estado de desordem – como num líquido.

Nesta confusão, não só os spins apontam para diferentes direções, como também interagem uns com os outros, o que faz com que os eletrões se comportem como frações de eletrões. Nomeadamente, comportam-se como uma quasipartícula estranha – o famoso fermião de Majorana.

“Quantum spin liquid”

Para observar os fermiões de Majorana, os cientistas bombardearam uma amostra de pó de alfa cloreto de ruténio com neutrões, e observaram o padrão formado pelos neutrões espalhados pelo material.

Se o alfa cloreto de ruténio estiver num estado típico, os neutrões teriam produzido um padrão de linhas nítidas.

No entanto, em 2014, um dos co-autores do atual estudo previu que um “líquido de spin quântico” poderia produzir um padrão de grandes curvas – que corresponde ao que os investigadores verificaram, de facto, com a nova experiência.

A descoberta deste novo estado da matéria com fermiões de Majorana pode ajudar os investigadores nas áreas de mecânica quântica, superssimetria e supercondutividade, e contribuir para a construção computadores quânticos.

HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aos escritores dessa matéria, por favor, nunca coloque eletrões, neutrões e outros derivados, coloque o nome certo eletrons, neutros… da nojo de ver que um site “grande” usa uma lingua sem coerencia com oque é

RESPONDER

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …