Novo couraçado britânico vai tornar obsoletos todos os navios de guerra

A marinha de guerra britânica, Royal Navy, está a desenvlver o conceito do couraçado do futuro – o navio avançado que vai tornar obsoletos todos os actuais barcos de guerra de grande porte.

O novo navio de guerra britânico foi baptizado de Dreadnought 2050, em alusão aos super-couraçados que em 1906 marcaram o surgimento de uma nova classe de navios de guerra que atiraram para a reforma todos os couraçados então existentes.

O Dreadnought 2050 vai contar com todas as mais avançadas tecnologias militares hoje conhecidas, entre os quais drones montados com impressoras 3D no próprio navio, uma avançada consola de comando holográfica, torpedos de super-cavitação que evaporam a água do mar à sua frente, e armas laser de última geração.

Segundo a revista The Diplomat, a equipa de jovens engenheiros britânicos que está à frente do projecto revelou que o Dreadnought 2050 terá até um novo canhão electromagnético de alta potência – a famosa railgun que só existe para já nos filmes de ficção científica e em laboratórios militares.

“A railgun da proa será capaz de disparar projécteis à mesma distância que os actuais mísseis de cruzeiro de longo alcance atingem”, refere um comunicado da Royal Navy.

“À popa o navio tem uma piscina lunar – uma pista de  aterragem submersível para lançamento de missões anfíbias ou veículos submarinos”, acrescenta o comunicado.

Desenvolvido como parte de um desafio informal do Ministério da Defesa do Reino Unido e da Royal Navy, o Dreadnought 2050 é baseado no desenho de um trimaran.

Os três cascos do navio serão construídos em acrílico translúcido e materiais compósitos super-resistentes e a propulsão será assegurada por um reactor de fusão com turbinas de alta eficiência, características que farão do navio um dos mais silenciosos a cruzar o oceano.

Segundo a Startpoint, o departamento da Royal Navy encarregado de construir o Dreadnought 2050, parte da sua estrutura será submersível, para que o navio apresente um perfil mais baixo, o que o tornará uma nave de guerra de alto porte mas extraordinariamente difícil de detectar.

A tripulação do navio será constituída por 50 a 60 homens, em vez dos cerca de 200 tripulantes que actualmente um barco de guerra deste porte necessita. A sala de comando precisará de apenas 5 operadores, em vez dos actuais 25.

Não foi anunciada a data prevista de entrada em operação do revolucionário navio, mas será certamente antes de 2050. Por essa altura, as suas inovações estariam elas próprias obsoletas.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Quantos milhões poderá custar tudo isto e se esse dinheiro fosse aplicado em investigação quer na saúde ou na preservação do planeta não seria muito melhor? Até onde pode chegar a maldade humana e porque não podemos confiar nos outros nem abdicarmos da nossa segurança será sempre assim a corrida ao armamento até ao dia final em que talvez distraídos e ocupados com tudo isto o planeta acabe por já não ter mais para dar a esta “humanidade” ingrata.

  2. Navios encouraçados já morreram em 1902, depois do Japão afundar a frota russa com contratorpedeiros, inclusive na WW1 a Itália afundou o BB Szent István com apenas motor torpedo boat lançando dois tubos de 533mm na boreste do encouraçado.

    Acha que a Inglaterra iria construir um elefante branco inútil? Railgun não significa ser uma super arma, apenas um equipamento que não necessita de pólvora, e reduz os acidentes internos, já que a combustão é por meio de bancos de capacitores e uma bobina. Outra, blindagem em navios modernos não são úteis para nenhum tipo de míssil.

RESPONDER

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …

Portugal sabe a 27 de julho se entra nos corredores aéreos do Reino Unido

A reavaliação da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido, da qual Portugal foi excluído devido aos surtos de covid-19, vai ser feita a 27 de julho, revelou esta segunda-feira o …

Efacec. Estado não vai assumir a dívida de Isabel dos Santos aos bancos

O Conselho de Ministros português aprovou, na quinta-feira, a nacionalização de 71,73% do capital social da Efacec, pertencentes à empresária angolana Isabel dos Santos. Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, defendeu esta terça-feira que o Estado …

China confirma caso de peste negra e anuncia mais um suspeito. É uma jovem de 15 anos

O caso suspeito de peste bubónica na região autónoma da Mongólia Interior já foi confirmado pela China, avança esta terça-feira a emissora britânica BBC, que dá ainda conta de um novo caso em análise. O …