Baleias encalhadas na Nova Zelândia em risco de explodir

As autoridades da Nova Zelândia continuam a árdua tarefa de retirar da praia de Golden Bay, na ilha Sul, as mais de 300 carcaças de baleia que morreram, neste fim-de-semana. E têm também que lidar com o risco de os animais explodirem.

Depois de mais de 600 baleias-piloto terem ficado encalhadas na praia de Golden Bay, na ilha Sul da Nova Zelândia, dezenas de pessoas ajudaram a salvar cerca de 400 animais. Mas os restantes morreram e são, agora, um imenso problema para as autoridades neo-zelandesas.

Além das questões logísticas, associadas à necessidade de retirar mais de 300 cadáveres que atingem cerca de 6 metros de comprimento, o Departamento de Conservação da Nova Zelândia (DOC) está ainda preocupado com a possibilidade de as baleias explodirem, devido à acumulação de gases, durante o processo de decomposição.

Esta circunstância levou as autoridades a proibirem o acesso a toda a área da praia e a lançar o apelo às populações para a contactarem se encontrarem carcaças de baleias nas costas próximas, que possam ter flutuado para longe do local onde morreram.

“A área está, actualmente, fechada ao público por causa do risco de as baleias explodirem”, salienta o DOC num comunicado citado pela agência Reuters.

Os elementos do DOC estão a abrir buracos nas baleias, usando facas e agulhas de dois metros, para “libertar os gases internos que acumulam pressão”, podendo gerar uma explosão, afiança a mesma fonte.

“Já vi baleias a explodir, não é uma vista bonita”, destaca por seu turno, o porta-voz do DOC, Herb Christophers, citado pelo site Phys.org.

“Infelizmente, quando uma baleia aquece, acumula-se muita pressão no seu corpo e a única opção é explodirem”, explica ainda Amanda Harvey, também do DOC, à televisão neo-zelandesa TVNZ, conforme declaração transcrita pelo Phys.org.

As autoridades vão demorar vários dias a retirar as carcaças da praia, deslocando-as para um local inacessível, onde vão ficar em decomposição natural.

As causas do encalhamento continuam, entretanto, por conhecer, mas admite-se que possa ter sido motivado pelas águas lamacentas e de baixa profundidade da praia que “confundem os sonares das baleias, deixando-as vulneráveis” perante a “maré vazante”, conforme explica à Reuters um elemento da organização de ambiente marinho Project Jonah.

Entre 1976 e 2000, foram registados 165 encalhamentos de baleias-piloto na Nova Zelândia, num total de 6000 animais envolvidos, segundo dados divulgados pela Sky News. O evento deste fim-de-semana terá sido o terceiro maior encalhamento de sempre.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …