A nova pilha da Tesla vai durar mais de 1 milhão de quilómetros

iafastro / Flickr

Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX

A Tesla vai lançar uma pilha que pode durar 20 anos e fazer um carro percorrer mais de um milhão de quilómetros. Parece algo vindo do futuro, mas para a empresa de Elon Musk é uma ambição de curto prazo. 

Recentemente, a equipa de investigação em baterias elétricas da Tesla divulgou uma investigação na qual adianta ter inventado uma simples pilha que é capaz de fazer com que um carro elétrico consiga percorrer mais de 1,6 milhões quilómetros.

Segundo o Observador, que cita o relatório, a pilha é de ião-lítio, tem um cristal e um eletrólito de última geração e dura duas a três vezes mais do que as atuais baterias da Tesla. E Elon Musk não tardou em traçar o objetivo: lançar esta tecnologia no próximo ano.

“Apresentamos uma grande variedade de testes e resultados. Concluímos que pilhas deste tipo são capazes de alimentar um veículo elétrico por mais de um milhão de milhas (1,6 milhões de quilómetros) e podem durar pelo menos duas décadas em armazenamento”, refere a publicação da investigação.

A longevidade da pilha e, portanto, dos veículos, é ainda impulsionada por um sistema de arrefecimento interno e um controlo de carga-descarga.

Mas a Tesla de Musk não se fica por aqui. Num cenário de economia de partilha, Elon Musk sublinhou, num evento recente da empresa, que os carros têm de durar mais tempo para que sejam economicamente viáveis, e deu o mote para outra ideia: a dos carros-robô, ou táxis-robô.

“Os carros são atualmente concebidos para circular mais de um milhão de quilómetros”, mas as baterias não, lamenta. “A situação pode mudar com a introdução dos ’táxis robô’, camiões de longo curso elétricos e aplicações para veículos elétricos.”

No início do ano, a Tesla já tinha apresentado o Model 3 – um carro cujo chassis pode durar mais de um milhão de quilómetros. Na altura, a bateria foi concebida para aguentar cerca de 800 mil quilómetros.

https://twitter.com/Tesla/status/1168236227449040897

ZAP //

PARTILHAR

54 COMENTÁRIOS

    • Isso é mesmo raiva ou simples ignorância?

      Então uma pilha com capacidade de durar 20 anos e capaz de impulsionar um carro por mais de 1,5 milhões de km não é algo inovador!

      Quantas pilhas de outras marcas tu conheces capazes de tal proeza.

        • Caro Wagner,
          Em português de Portugal, PILHA é um “aparelho que transforma em corrente eléctrica a energia desenvolvida numa reacção química = BATERIA”.
          E em português de Portugal, com ou sem Acordo Ortográfico, escreve-se EQUIPA. Equipe é a grafia usada no Brasil.

          • Não existe Português de Portugal e sim somente Português. Por isso que foi feita a reforma ortográfica. Os portugueses querendo ou não tem que seguir o acordo e o que imperou foi o português mais falado no mundo, que é o brasileiro. Mas não existe essa de “português de Portugal ou do Brasil” sendo apenas “Português”

            • Caro leitor,
              Permita-nos que o corrijamos novamente,.
              Com ou sem AO, há sim português de Portugal e português do Brasil.
              Isso é um facto, não é um fato.

            • «Presunção e água benta, cada um toma a que quer.»

              De todo o modo, como não sabe, eu explico. Com o acordo ortográfico, mantiveram-se duas variantes da ortografia do Português, a “brasileira” e a “europeia”. O que mudou foi a ortografia, que não a língua. Essa sempre foi partilhada e não uniformizada por nenhuma entidade global. Daí o Sr. Wagner dizer “fato” e “contato” e nós, portugueses, dizermos “facto” e “contacto”: https://medium.com/educatio-madeira/facto-ou-fato-9c5be9dfd31b

              Temo que deva voltar aos bancos da escola. Se vivesse em Portugal, dir-lhe-ia “Vai estudar, ó Relvas.”
              Sugiro que explore: http://www.portaldalinguaportuguesa.org

            • Ah sim. O amiguinho ali sugeriu um artigo no Medium escrito por um Zé Ninguém. Faça-me rir.
              Por isso que os portugueses são caçoados no Brasil.

            • Neste caso, quem está a ser “caçoado” é um certo brasileiro que acha que pt_PT e pt_BR não existem… e que ainda acha que os outros é que são ignorantes. Mesmo depois de lhe terem explicado.
              Quem não sabe é ignorante. Quem não aprende é burro.

            • O Sr. Wagner realmente quer ser insultado e considerado o paradigma da ignorância e arrogância clássica de alguns brasileiros (felizmente que não são a maioria).
              Se quiser aprender, consulte qualquer espaço de referência sobre a Língua Portuguesa e engula as suas reles palavras.
              Ando a ficar farto de bimbos…

            • Isso vai acabar….palhaçada de acordo. Fique a saber, que aqui ninguém aceita…por essa razão não o cumprimos. Mais falado? Vcs lá sabem falar PT…loll

            • Sabe o que é o mais engraçado. Portugal não consegue e nunca conseguiu ser um país como os demais da Europa, sendo singularmente único em sua própria ignorância. Veja, há algum país que Portugal colonizou que é uma potência mundial? O Brasil é o menos pior de todos os colonizados, mas veja que Portugal roubou e extorquiu todas as suas colônias, enquanto isso a Inglaterra não tem nenhum país fracassado. Até as Ilhas Falkland tem desempenho melhor que o Brasil é Portugal e ainda é colônia da Inglaterra. Sem cita Austrália, EUA e Hong Kong (ex-província, mas que a Inglaterra a transformou numa potência mundial).

              Engraçado ver os portugueses colocando banca de que são bons, quando não passam de um fracasso europeu (conseguem sem pior que a Grécia nesse ponto).

              E quem disse que eu sou brasileiro? E quem disse que eu não estou em Portugal?

          • Pequena correção. Uma pilha é de facto um “aparelho (ou dispositivo) que transforma em corrente eléctrica a energia desenvolvida numa reacção química”. A diferença entre pilha e bateria é que a primeira é um único elemento (célula) com dois elétrodos, enquanto a segunda é uma associação série/paralelo de várias pilhas. Num veículo elétrico, os dispositivos de tração são alimentados a partir de baterias. Contudo, para efeito da notícia, a utilização de pilha é adequado porque, na prática, a duração de uma bateria será, no limite, igual à menor das durações das pilhas que a constituem.
            E já agora, a notícia refere-se à duração (tempo de vida útil) da pilha/bateria e não à autonomia do veículo com uma única carga.

            • Sim, o artigo não se refere (uma única vez) à duração de uma carga, mas ao tempo de vida útil da bateria.
              E sim, “bateria” deve ter declinado da sua provável origem etimológica “bateria de pilhas”, mas vamos manter neste artigo o termo “pilha”.

            • Exato. O termo pilha não está de todo errado, apenas impróprio neste artigo.
              Na verdade considero até o termo “bateria” errado, mas tenho que aceitar porque o que manda é a língua portuguesa. Ao meu ver o correto deveria “reator com capacidade de armazenamento de estado químico”.

            • Amigo Wagner, a definição de um termo não tem de estar totalmente inteligível na designação, mas sim na definição.
              Se assim não fosse, apenas existiriam vocabulários e não haveria necessidade de dicionários.

          • Peço desculpas pelo colega brasileiro que veio aqui falar bobagens sobre a língua portuguesa.
            Nosso idioma é bonito e complicado o bastante para necessitar de mais discussões.
            Até mesmo aqui no Brasil relutamos em seguir acordo ortográfico, na verdade aqui apenas 14% das pessoas sabem ler e interpretar um texto, grande maioria é analfabeto funcional.
            Nossa cultura é única, mas com diferenças pontuais que juntas só tem a nos engrandecer

        • Por acaso, acho uma certa piada virem brasileiros (não consideramos os brasileiros estrangeiros mas, tecnicamente, são-no) corrigir o português dos portugueses! Já não é a primeira, nem a segunda. Há uns dias, numa destas caixas de comentários, li outra a afirmar, do alto da sua ignorância, que “mais pequeno” é errado! Parecem frenéticos! Tenho uma prima carioca que tem a mesma mania. Claro que, como a estimo muito, vou-lhe dando umas lições de português, dentro das minhas limitações.

          • Seguindo o acordo ortográfico que Portugal assinou, escrever ou dizer “mais pequeno” está absolutamente errado. Vocês tem que seguir o acordo, querendo/concordando ou não. Pelo visto você não que precisará reaprender o português.

            • Parece-me que és um daqueles ressabiados que andam pela Internet à procura de um lugar onde possam despejar as suas frustrações. Como não quero alimentar esse teu problema, acabo aqui a conversa. Recomendo ajuda especializada.

            • Caro Sr. Wagner, alguma vez se deu ao trabalho de ler o ao90?
              Como o texto vem separado por capítulos, pode ler em suaves prestações mensais para não lhe doer a cabeça.
              Até uma criança de dez anos consegue interpretar aquilo. E pode fazer um teste com consulta ao escrever sobre o que não sabe…
              Faça de conta que é uma pessoa inteligente e utilize aquele recurso antigo, a citação, para sustentar as suas afirmações sobre isto.

            • Este Wagner que aqui demonstra qualquer limitação precisa de entender várias coisas..primeira: “voces tem de seguir o AO concordem ou não”… rapaz eu não sigo coisa nenhuma… eu escrevo exactamente da msm forma que escrevia antes…és tu que vens cá obrigar-me?? Depois precisa encaixar que a mania de uma superioridade qualquer neste caso trata-se apenas de ignorância sem precedentes

          • esta é só a primeira investida que os nazistas (porque acho engraçado chamarem nazistas aos nazis e depois virem corrigir o correcto) de paletó, perdão de fato ou será de facto estou a ficar baralhado, a próxima investida será virem-nos dizer que a língua que falamos afinal não é mais que um dialecto índio que trouxemos para a Europa. os zucas que tem sido os coveiros ao90 e ainda bem só criam espaço para se acabar com essa aberração virem invocá-lo com a finalidade de conspurcarem a nossa linda lingua materna.

        • Há de se respeitar as diferenças entre as Diversas Nações que falam Português!!!!! Quem disse que só nós é que estamos certos!!!??

            • Jalim Rabei!!! Uahuuuu!!! Bingo!!! Você além de ser um péssimo ignorante é verdadeiramente e realmente prepotente!!! Te liga e, por favor, cai na real!!!!!!!!!!…. Mas não fica muito na frente do espelho não pois o resultado será trágico!!!!!!!!!!!!

  1. Eu promete lançar para o mercado já em 2022 um carro que anda sem condutor, com uma bateria eterna e que enquanto anda liberta oxigénio. Tudo isto deverá estar pronto até ao natal de 2022. Ou então… não…

    • O 3 demorou quase 2 anos a ver a luz do dia. Como é que alguém que demorou este tempo todo a concretizar essas encomendas vem agora mentir, isso sim, que irá garantir autonomias nessa ordem?

      • Curiosamente, eles andam por aí. Cada vez vejo nas nossas ruas (nas NOSSAS, não algures nos states) mais Teslas a circular. Tu não os vês? Ou não queres ver? Ou queres que nós achemos que não os há por todo o lado a circular? Em que é que o Musk mentiu?

  2. Mais uma promessa sensacionalista, obviamente acredita quem quer.. Musk vive deste circo mediático. Quando as acções caem para níveis preocupantes, Musk vem anunciaram qualquer “projecto” megalomano para tentar tranquilizar os que ainda apostam nele.. Já vimos de tudo, desde os camiões às pick-ups melhores do mundo, passando pelo carro mais rápido do mundo, naves espaciais, túneis em cidades para circulação de carros, painéis solares, lança chamas e não sei mais.

    • Sim, acredita quem quer.
      Há uns anos o louco do Musk disse que ia construir um roadster electrico com autonomia para 400km e que ia fazer 0-100 em 4s e eu acreditei. E ele anda aí.
      Disse que ia construir carros electricos autónomos com autonomia para 600km e eu acreditei. Com ou sem atraso, eles andam aí.
      Disse que ia construir foguetes reutilizáveis que iam lançar cápsulas no espaço e voltar a aterrar (ou amarar) de volta, e eu acreditei. Um ou outro desgraça-se, mas a maior parte levanta voo, lança a carga no espaço e aterra de novo.
      Disse que ia construir uma cápsula espacial para levar mantimentos e astronautas à ISS e eu acreditei. E a Dragon já lá foi. E voltou.
      Disse que ia construir mega painéis solares e super-baterias domésticas para tornar cidades inteiras auto-sustentáveis, e eu acreditei. E os australianos que vivem na cidade modelo aparentemente também acreditaram. E as telhas solares invisiveis da Solar Cities estão à venda. A abastecer as Powerwall da Tesla que tb estão à venda.
      Disse que ia construir tuneis revolucionários que iam resolver o problema do tráfego, e eu acredito. E aparentemente ele acredita mesmo, porque não esperou pelos governos e meteu dinheiro DELE numa empresa para fazer buracos na terra.
      E disse que ia inventar um novo meio de transporte revolucionário, e eu acreditei. E aparentemente muita gente acreditou, porque várias empresas e governos pegaram na patente do Hyperloop que ele cedeu, e começaram a construir hyperloops.
      Não sei quantas destas ideias achas que eram promessas sensacionalistas. Todas elas são ideias concretas, concretizadas.
      E alguma destas ideias é inútil? Seriously?
      Sim, talvez o Lança-Chamas da Boring seja inútil, principalmente se não houver um apocalipse zombie. Mas é uma invenção divertida. E isso é algo a que um tipo como o Musk, depois de todas as coisas que nos levou a acreditar e concretizou, mesmo sendo um bocado palerma e falando demais, se calhar ganhou o direito de fazer: divertir-se. Há pessoal a divertir-se na nossa cara sem ter feito nada de útil na vida. O que, ainda assim, é melhor do que o pessoal que nunca fez nada na vida e apenas sabe criticar e deitar abaixo quem faz.
      Para terminar, quando o Musk diz que vai levar o Homem a Marte, é óbvio que está louco e ninguém acredita.
      Excepto talvez eu, porque acredita quem quer e faz quem pode.

      • Obrigado pelo seu comentário construtivo. Não sei que seita é esta sempre a enxovalhar o Elon Musk. Parecem comentadores contratados exclusivamente para influenciar a opinião pública, usando qualquer mentira e coisa parva para a manipulação. Fuck the Haters! Ahahah

      • Tudo mais ou menos certo, menos esta parte: “porque não esperou pelos governos e meteu dinheiro DELE numa empresa para fazer buracos na terra.”
        O dinheiro não é dele, mas sim dos investidores!…

    • tal tá o carvalho vires escrever por encomenda acerca do que não sabes a esta hora 0:46 acabadinho de chegar da reunião de acólitos dá este resultado. sugiro-te que o faças antes da reunião porque aquela água benta tolda-te as ideias.

  3. Eu hoje vi 3 (três!!!) Modelo 3 num trecho de estrada com 10 km, em Aveiro! Tenho mesmo que poupar dinheiro.
    E sim, concordo em absoluto (só faltou falar na ligação de cérebro a computador para que a AI não seja apenas apanágio das máquinas).
    E sim, tb, a Tesla está com 7-10 anos de vantagem tecnológica relativamente a toda a gente, tal como os factos demonstram.
    e ZAP: BATERIA é “associação em série de células eletroquímicas, ou seja, dispositivos capazes de produzir corrente elétrica a partir de energia química”, sendo que cada célula é uma pilha…

  4. Na minha humilde opinião, claro sem o desejo de ofender os que pensam diferente. O meu ponto de vista analisando com um pouco mais de profundidade, sem o intuito de esclarecer tudo, considerando as características, sem falsa modéstia, eu sinceramente acho que esqueci o que eu ia dizer

  5. Pois é:; O que para mim era há 60 anos uma pilha agora é uma lanterna. Dizer que pode fazer 1 milhão de km é subjectivo. Ritmos de carregamento, duração dos mesmos, descargas seguintes, ou seja!!
    Vou criar uma segurada.

  6. Perdi tempo lendo comentário.
    Fico abismado como pessoal foge do assunto. A notícia é sobre bateria..
    Mas as pessoas querem debater língua portuguesas..
    Porra será que neste mundo da internet não existe nenhum forum para debater língua portuguesa.
    E por isto que este mundo evoluiu aos poucos.. Imagine se alguns cientistas descombrem algo inovador para a humanidade.. Mas depois passa a debater como vai ser o nome e deixa a descoberta de lado.
    Quanto isto de bateria que dura 20 anos. Não é novidade nenhuma. Basta ir no Google e tem lá baterias que duram até 1 milhão de anos.
    Já li notícias que cientistas brasileiros desenvolverão pilhas de urânio. Para alimentar usinas nucleares. Pilhas que duraria 20 anos também.
    Resta saber se está nova promesa trás energia limpa ou também é radioativa.
    Tecnologia para fabricar pilhas e energia durante séculos na temos. O problema é o resíduo gerado..

    • Cuidado, se o Wagner aparece, ainda te proíbe de escrever “pilha”!
      Ainda perdes a nacionalidade brasileira à conta disso…

  7. Vocês vão ficar brigando por causa de pilha ou bateria queremos ver a reportagem falando sobre a evolução de uma pilha ou bateria durar duas décadas vocês vão brigar pilha ou bateria

  8. eu leigo no assunto só vendo para crer tanta longevidade para uma bateria
    pois a diferença é muito grande para as atuais tomara que seja verdade pois revolucionaria
    toda a tecnologia já existente.

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …