Cientistas desenvolvem uma nova forma de medir a pressão arterial (com uma selfie)

Uma equipa de cientistas no Canadá e na China está a desenvolver uma nova e revolucionária forma de detetar a pressão arterial: uma selfie.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Toronto, no Canadá, com a ajuda de colegas do Hospital Universitário de Hangzhou, na China, estão a desenvolver uma forma de ler a pressão arterial que seja tão fácil como tirar uma selfie.

Recentemente, os cientistas fizeram uma demonstração de uma aplicação para smartphone que permite aos utilizadores detetar a pressão do sangue.

“Estamos a usar uma tecnologia chamada espectroscopia optica transdérmica“, explicou Kang Lee, psicólogo da Universidade de Toronto e autor principal do artigo científico publicado na revista da American Heart Association.

O investigador é um dos fundadores da Nuralogix, startup que lançou a Anura – a app que pretende usar a luz para “transformar o seu telemóvel num assistente pessoal de saúde”.

Segundo explica Lee, a luz emitida pela câmara do telemóvel reage às proteínas no sangue que se concentram perto de onde houver oxigénio, tal como a hemoglobina. Através de algoritmos, a equipa foi capaz de traduzir as medidas em leituras de pressão sanguínea.

Com a possibilidade de tirar 900 fotografias em 30 segundos, consegue-se uma leitura precisa em 95% dos casos testados.

Mas há um problema: a aplicação ainda não foi testada em pessoas com um tom de pele mais escuro, já que os voluntários para os primeiros testes foram quase todos canadianos ou chineses.

A melanina, responsável por dar tom à nossa pele, também é uma proteína. Por isso, é preciso que este mecanismo de medição – uma técnica chamada imagem óptica transdérmica – consiga distinguir a luz que “faz ricochete” na melanina e aquela que o faz com a hemoglobina.

Os carros sem condutor, por exemplo, têm mais dificuldade em identificar uma pessoa de cor, e a maioria das imagens usadas para treinar algoritmos na identificação de manchas cancerígenas também são de pessoas com pele clara. Estas máquinas não vão funcionar tão bem na identificação de problemas de saúde em pessoas de cor, e o problema agrava-se quando são essas pessoas que menos acesso aos cuidados de saúde têm.

De acordo com a Quartz, a hipertensão é uma doença que afeta particularmente negros e latinos. Além disso, o maior problema desta condição é não ter sintomas. Independentemente de ser um “assassino silencioso“, as consequências são muito graves: enfartes, acidentes vasculares cerebrais, problemas nos rins e no cérebro são alguns deles.

Quando a pressão fica descontrolada, o coração é o maior afetado, uma vez que não recebe sangue e oxigenação suficientes. O acidente vascular cerebral (AVC) é outra consequência frequente da hipertensão.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No título do artigo é dito: “uma nova forma de medir a pressão arterial (com uma selfie)”. Mais adiante é dito: “estão a desenvolver uma forma de ler a pressão arterial que seja tão fácil como tirar uma selfie”. À primeira vista no título deveria ser “como uma selfie”, certo?

    • Caro António,
      O titulo está correcto. No texto, é “tão fácil como tirar uma selfie” porque é (literalmente) tirar uma selfie.
      Ou seja, tão fácil no sentido de “basta tirar uma selfie”.

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …