Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Uma aranha-violinista ()

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana.

Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México (UNAM) descobriu uma nova espécie de aranha, agora batizada de Loxosceles tonochtitlan, no Vale do México, conta a revista Newsweek.

O aracnídeo pertence a um género conhecido como Loxosceles, um grupo de espécies comummente referidas como aranhas-violinistas que, embora não tenham uma picada fatal, pode causar necrose na pele humana, deixando uma cicatriz permanente.

De acordo com os investigadores, o México tem a maior diversidade destas aranhas, tendo sido lá encontradas 40 das 140 já conhecidas. Neste caso, a espécie agora identificada é a primeira considerada nativa da região do Vale do México.

Embora estas aranhas tentem evitar o contacto com os humanos, podem atacar se se sentirem ameaçadas. Nas áreas urbanas, tendem a viver em lugares como armazéns, no lixo (sítio que atrai alguns dos insetos que comem), ou mesmo dentro de casa, podendo esconder-se entre roupas, móveis e paredes.

Segundo nota Alejandro Valdez-Mondragón, professor do Instituto de Biologia da UNAM, a picada deste aracnídeo tem características muito comuns: começa com uma ferida que se torna roxa e que à volta é rosada.

Porém, é difícil identificar o quadro clínico porque a sua picada muitas vezes não é dolorosa e pode confundir-se com uma infeção cutânea, uma picada de outro inseto ou urticária produzida por uma planta, entre outras razões.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As ilhas havaianas atingem o jackpot da longevidade (e já se sabe porquê)

As ilhas vulcânicas não duram para sempre, mas há algumas que atingem o jackpot da longevidade. De acordo com uma nova investigação, a explicação prende-se com dois fatores: a velocidade da placa tectónica e o …

Uma inexplicável explosão de ondas gravitacionais atingiu a Terra (e atordoou os astrónomos)

Uma equipa de investigadores detetou uma misteriosa explosão de ondas gravitacionais, cuja natureza deixou os astrónomos totalmente perplexos. O fenómeno foi registado a 14 de janeiro deste ano pelo Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferómetro Laser …

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …