Noruegueses anti-islamismo confundem assentos de autocarro com burkas

Os membros do grupo norueguês “Fedrelandet viktigst” – Pátria primeiro, em português – confundiram uma fotografia de um autocarro vazio com mulheres de burka e o ódio foi lançado na internet.

Nas redes sociais, a fotografia de um autocarro vazio cujos assentos tinham sido cobertos com capas negras deu que falar. Tudo porque um grupo de noruegueses assumidamente anti-imigrantes confundiu as capas negras com mulheres a usarem burka.

No facebook, local onde a fotografia foi partilhada, apressaram-se a criticar e a deixar comentários de ódio às “mulheres” de burka. Aproveitaram ainda o espaço para criticar a crescente “islamificação” da Noruega.

Membro atrás de membro iam falando sobre como aquele cenário era “assustador” e “trágico“. Outros criticaram como é que tal poderia estar a acontecer na Noruega – apesar de não ter acontecido – e mostraram ainda preocupação por os “passageiros” poderem carregar “armas e bombas” consigo.

“É muito assustador. Deviam ser banidos. Nunca se sabe quem está por baixo da burka, podem ser terroristas com armas”, “Alguém que os tire do nosso país. Vivemos um tempo terrível”, ou “Eu só imaginei isto no ano de 2050, mas, infelizmente, está a acontecer agora!”, foram alguns dos muitos comentários de ódio que se fizeram no facebook a mulheres de burka que, afinal, eram apenas assentos de autocarro cobertos.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Não compreendo qual o espanto. Afinal, e histeria de ultra-nacionalistas à parte, a verdade é que, mais do que preocupar o sentimento islamofóbico, o que não deixa de merecer atenção é o facto de trajando tais vestes as “senhoras” muçulmanas não se parecerem com nada!
    Debaixo das capas, estavam assentos de autocarro. Mas, também podiam estar de facto senhoras, senhores, terroristas suicidas, ou outra coisa qualquer. Não é possível sabermos…
    As ciências comportamentais ensinam, e essa é também uma regra de experiência comum, que quem se esconde/camufula, atrás de barbas, óculos escuros, e outros adereços tem algo a esconder. São factos e não opiniões.
    Se os assentos de um autocarro foram usados para provocar (e o intuito de uma tal composição não pode ter sido outro – a tese do acaso não pode colher) os ânimos dos nacionalistas islamofóbicos, não podem queixar-se por ter cumprido os seus objectivos.
    Podem argumentar que, cada qual vê o que quer. Podem argumentar que os pré-conceitos destes senhores os levam a ver muçulmanas de burka. É aceitável. Mas também o é a ideia que debaixo de uma burka e oculta por ela qualquer outra pessoa não pode saber o que lá está. E o que lá está pode ser uma faca, uma bomba, uma pistola/metralhadora, ou uma simples e inofensiva muçulmana.
    A questão é: apostavam a vossa vida nessa incerteza? Eu cá, sei que não!

RESPONDER

O tempo pode parecer mais lento do que realmente é. A culpa é dos neurónios cansados

Quando os neurónios do nosso cérebro começam a ficar muito cansados, diminuem a atividade e, como consequência, percebemos o tempo de forma distorcida. O cansaço de um grupo de neurónios especialmente sensíveis à noção de tempo …

Investigação do New York Times revela que Trump não pagou impostos em 10 dos últimos 15 anos

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pagou apenas 750 dólares (645 euros) em impostos federais em 2016, ano em que foi eleito, e outro tanto em 2017, segundo uma investigação divulgada este domingo pelo …

Arménia e Azerbaijão "à beira de uma guerra". Confrontos fazem pelo menos 39 mortos

Os combates deste domingo entre o Azerbaijão e as forças separatistas apoiadas pela Arménia, em Nagorno-Karabakh, fizeram pelo menos 39 mortos, incluindo sete civis, de acordo com informações de ambas as partes. Pelo menos mais 15 …

Paulo Bento substitui Santana Lopes à frente da Aliança

O antigo vereador da câmara de Torres Vedras Paulo Bento substitui este domingo Pedro Santana Lopes como presidente do partido Aliança após a eleição no congresso que terminou naquela cidade do distrito de Lisboa. Paulo Bento, …

Modelo matemático de Alan Turing explica os misteriosos "círculos de fada" da Namíbia

Os impressionantes padrões de vegetação dos "círculos de fada" australianos surgem de acordo com a teoria de 1952 enunciada pelo célebre matemático britânico Alan Turing. Em 1952, quando o matemático britânico Alan Turing publicou o seu …

Cientistas descobrem novo tipo de supercondutor

Uma equipa de cientistas identificou, pela primeira vez, um supercondutor de onda G. A investigação marca um grande desenvolvimento nesta área da Física. Investigadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, encontraram um novo tipo de …

Astrónomos provam que há água "presa" na poeira interestelar

As partículas de poeira no Espaço estão cobertas de gelo. Esta descoberta facilita as tentativas futuras de identificar a estrutura e composição da poeira em diferentes ambientes astrofísicos. O meio interestelar é composto por gás e …

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …