Noruega abandona definitivamente vacina da AstraZeneca

Hannibal Hanschke / AFP

A Noruega não pretende retomar o uso da vacina da AstraZeneca no seu processo de vacinação, devido a preocupações relacionadas com casos raros de coágulos.

A Noruega vai retirar de forma definitiva a vacina desenvolvida pelo laboratório anglo-sueco AstraZeneca do seu plano nacional de vacinação, divulgou o Governo norueguês esta quarta-feira.

O executivo informou igualmente que a vacina unidose da Janssen, companhia farmacêutica do grupo Johnson & Johnson, será apenas a administrada a pessoas que manifestarem essa intenção de forma voluntária.

A primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, justificou estas medidas com os riscos raros, mas graves, de complicações após a administração destas vacinas, que utilizam a mesma tecnologia de um adenovírus alterado.

As decisões seguem-se a recomendações emitidas na segunda-feira por especialistas noruegueses, nomeadamente do Instituto Norueguês de Saúde Pública.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) mantêm a recomendação de utilização destes fármacos, considerando que os seus benefícios são superiores aos riscos.

A Noruega já tinha suspendido a 11 de março a utilização da vacina da AstraZeneca devido à implicação do fármaco em casos de tromboses atípicas, tendo igualmente retido a administração da vacina unidose da Janssen, suspeita de desencadear, muito ocasionalmente, efeitos secundários semelhantes.

Em relação ao fármaco do grupo norte-americano Johnson & Johnson, Oslo escusou-se assumir, nesta fase, uma eventual suspensão definitiva. “Queremos criar stocks de reserva que possamos utilizar se as infeções aumentarem ou se existirem falhas nas entregas de outros produtores de vacinas”, afirmou Solberg, na conferência de imprensa.

A decisão de Oslo é divulgada um dia depois da Eslováquia ter informado que suspendia a vacinação na primeira dose da vacina da AstraZeneca, depois de anunciar que estava a examinar o primeiro caso de uma paciente que morreu devido a um coágulo sanguíneo após a inoculação.

Milhões de doses da AstraZeneca foram administradas com segurança na Europa, mas as preocupações persistem com um tipo raro de coágulo sanguíneo detetado num pequeno número de inoculados. A Dinamarca foi outro país europeu que decidiu retirar a vacina da AstraZeneca do plano de vacinação.

O uso da AstraZeneca foi restringido na maioria dos Estados-membros da União Europeia (UE) devido a casos raros de trombose relacionados com a sua aplicação, sendo as suas doses administradas apenas a pessoas com mais de 50, 55 ou 60 anos, em muitos países.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …