Noé babilónio poderá ter construído a Arca por causa da primeira “fake news” da História

Um dos primeiros exemplos de fake news da História foi encontrado por académico de Cambridge numa tábua de barro com três mil anos, que conta a história babilónica de Noé da Arca.

Martin Worthington, investigador da Universidade de Cambridge, descobriu que as palavras do deus babilónico Ea escritas na tábua podem ter sido uma tentativa enganadora de convencer o seu povo a construir a Arca, dando-lhes notícias falsas.

O texto, traduzido por Worthington, um dos principais especialistas da Grã-Bretanha na extinta língua babilónica, tem um duplo significado, que pode ser lido como deus a prever que a comida chova do céu em vez de torrentes de água – se concordarem em construir a Arca.

“Ea engana a humanidade espalhando fake news“, disse Worthington, em comunicado. “Diz ao Noé babilónio, conhecido como Uta-napishti, que promete ao seu povo que choverá comida do céu se o ajudarem a construir a arca”.

“O que as pessoas não percebem é que a mensagem de nove linhas de Ea é um truque: é uma sequência de sons que podem ser entendidos de maneiras radicalmente diferentes”, explicou, dando o exemplo da palavra inglesa “gelado” (ice cream) e da frase “eu grito” (i scream”, que soam de forma muito semelhante.

“Embora a mensagem de Ea pareça prometer uma chuva de comida, o seu significado oculto adverte sobre o dilúvio. Depois de a Arca ser construída, Uta-napishti e a sua família sobem a bordo e sobrevivem com uma variedade de animais. O resto das pessoas afoga-se”, disse.

“Com esse episódio inicial, ambientado no tempo mitológico, iniciou-se a manipulação da informação e da linguagem. Pode ser o exemplo mais antigo de notícias falsas”, concluiu.

Em babilónico, uma linha diz “ina lilâti ušaznanakkunūši šamūt kibāti”, que se traduz como “ao amanhecer haverá bolos kukku” ou “ao amanhecer, choverá sobre a escuridão”. Outro pode ser traduzido como “vai chover em abundância”, mas também tem um significado alternativo “vai chover abundantemente“.

Os motivos por trás da aparente duplicidade de Ea são menos claros. “Poderia querer reter uma possível negação”, disse Worthington. “Se lhe perguntassem por que não avisou as pessoas, poderia dizer que decidiram interpretar dessa maneira. Isso não tem nada a ver comigo”.

“Os deuses da Babilónia só sobrevivem porque as pessoas os alimentam. Se a humanidade tivesse sido exterminada, os deuses teriam morrido de fome. O deus Ea manipula a linguagem e engana as pessoas a fazerem a sua vontade, porque isso serve o seu interesse próprio”.

As linhas estão contidas na 11ª tábua de Gilgamesh, que conta a história da enchente e data de 700 a.C. A tábua de barro, que é mantido no Museu Britânico, é a tábua mais famosa do mundo.

Em 1872, o assiriologista George Smith percebeu que contava a mesma história da Arca de Noé que aparece no livro bíblico de Génesis. Embora houvesse mais deuses envolvidos do que em Génesis, e o herói babilónico tivesse um nome diferente, as duas histórias eram reconhecidamente as mesmas, com animais a serem levados a bordo da arca antes do dilúvio e pássaros enviados para ver se já era seguro sair assim que a chuva parou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …