No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

(dr)

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o ar, combatendo a poluição atmosférica, impregnada de óxidos (Nox) e dióxido de carbono (CO2).

A tela tem um tratamento de dióxido de titânio que, ao receber a luz do sol e dos projetores (à noite), ativa um processo de fotocatálise que, segundo os promotores desta experiência, desintegra até 85% dos elementos poluentes na atmosfera em contacto com a tela e que contribuem para o efeito de estufa, como o dióxido de azoto (NO2), o dióxido de enxofre e compostos orgânicos voláteis.

A redução será, de acordo com o semanário Expresso, o equivalente ao obtido com, aproximadamente, 230 árvores durante o mesmo período em que a tela esteja afixada – três meses.

O tratamento de dióxido de titânio utilizado na tela está homologado pela Associação Ibérica de Fotocatálise. As cintas utilizadas para a fixar são de material reciclável, o que permitiu a reciclagem de aproximadamente 75 garrafas de plástico.

No fim da campanha, os responsáveis daquela marca automóvel sueca vão transformar a tela gigante em diversos artigos, desde sacos, a acessórios de moda e em reutilizações com fins industriais.

A tecnologia utilizada nesta experiência tem sido desenvolvida e aperfeiçoada nos últimos anos e já foi experimentada em campanhas publicitárias nos Estados Unidos, no Japão, no Reino Unido e em Espanha.

Mas, em Portugal, é uma estreia. A preparação deste formato de painel publicitário representou um custo 20% superior ao de uma tela normal.

Entre os vários objetivos para a redução da sua pegada de carbono, a marca propõe-se, até 2025, atingir uma redução de 25% das emissões relacionadas com a cadeia global de fornecimento; utilizar 25% de plástico reciclado em cada novo automóvel e reduzir em 25% as emissões geradas pelas operações globais de produção e logística.

A Volvo Cars foi o primeiro construtor automóvel a anunciar um compromisso com a eletrificação e uma substituição dos automóveis com apenas um motor a combustão.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Se é assim tão eficaz parece estar aí a solução para um grande problema que afecta o planeta, no entanto esta parece ter os dias contados, porque será?

  2. É tão eficaz como 230 árvores porque ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, as árvores não criam assim tanto oxigénio.

    • As árvores “não criam” oxigénio. Elas absorvem, capturam e guardam Dióxido de Carbono e como resultado desse processo durante a alimentação e transformação de componentes para açucares que serão usados para crescer… o dióxido de carbono não vai para a atmosfera e por isso menos aquecimento global.

  3. Já disseram à “pirralha” Greta que há solução para a poluição sem ter que acabar com os aviões?
    E que tal reflorestar as áreas ardidas, Amazónia e Austrália incluídas.
    A solução, a acreditar na notícia, existe, o que falta é a vontade política de implantar medidas, só fazem cimeiras que servem para coisa nenhuma, mas isso também não admira, é também para que servem os políticos, para coisa nenhuma…

  4. Oxalá fosse verdade. Seja como for prefiro apostar nas árvores porque elas são insubstituíveis. Já a ciência tenta resolver uma questão e inventa simultâneamente uma rajada de problemas.

RESPONDER

Reino Unido confirma que variante Delta é 60% mais transmissível

O Reino Unido registou 17 mortes e 8.125 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os dados oficiais mais recentes, que hoje também confirmaram que a variante Delta é 60% mais transmissível. Um …

Médicos de Saúde Pública pedem "cautela" e alertam que a "pandemia ainda não acabou"

A Associação de Médicos de Saúde Pública apelou hoje à população para ter “algumas cautelas” em celebrações familiares e noutros contextos, lembrando que a vacina contra a covid-19 não é “100% eficaz” e que a …

Lone Star recusa divulgação pública dos contratos de venda do Novo Banco

A Nani Holdings, acionista do Novo Banco ligada à Lone Star, recusou esta sexta-feira a divulgação pública dos contratos de venda e de capitalização contingente relativos ao banco, de acordo com carta enviada ao parlamento. Numa …

As 11 maiores surpresas de sempre nos Europeus de futebol

No dia do arranque de mais uma edição de um campeonato da Europa, adicionamos uma escolha à lista proveniente de Londres. O Europeu 2020 de futebol começa nesta sexta-feira e vai ser disputado em 11 cidades, …

Estado da Califórnia vai celebrar Dia dos Açores

A Assembleia do estado da Califórnia, decidiu, numa sessão plenária realizada na quinta-feira, proclamar "junho como o mês de Portugal e o dia 1 de junho como o Dia dos Açores naquele Estado norte-americano", foi …

China. Uigures vivem num "cenário infernal distópico", diz Amnistia Internacional

A Amnistia Internacional (AI) recolheu novas provas de abusos dos direitos humanos na região de Xinjiang, na China, que afirma se ter tornado num "cenário infernal distópico" para centenas de milhares de muçulmanos sujeitos a …

Economia portuguesa voltou a abrandar na primeira semana de junho

De acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal, o indicador diário de atividade económica (DEI) voltou a abrandar no início de junho, face à semana anterior, mesmo com o avançar do desconfinamento. Segundo o …

Paulo Fonseca está a caminho do Tottenham

O Tottenham já tem acordo de princípio com Paulo Fonseca para que o português assuma o comando técnico da equipa. A oficialização do negócio deverá acontecer na próxima semana. Em Roma, saiu Paulo Fonseca e entrou …

Rússia mobiliza reclusos para construir linha ferroviária na Sibéria

O Serviço Prisional Federal da Rússia (FSIN) revelou na quinta-feira que enviaria reclusos para construir uma nova seção da linha principal Baikal-Amur (BAM), na Sibéria, uma ferrovia parcialmente construída por prisioneiros do Gulag. Segundo relatou esta …

China acusa EUA e Austrália de "mostrarem músculos" com exercícios no Mar do Sul

A China acusou hoje os Estados Unidos e a Austrália de estarem a "mostrar os músculos" com exercícios navais no Mar do Sul da China, uma via comercial estratégica que Pequim reclama quase na totalidade. A …