No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

(dr)

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o ar, combatendo a poluição atmosférica, impregnada de óxidos (Nox) e dióxido de carbono (CO2).

A tela tem um tratamento de dióxido de titânio que, ao receber a luz do sol e dos projetores (à noite), ativa um processo de fotocatálise que, segundo os promotores desta experiência, desintegra até 85% dos elementos poluentes na atmosfera em contacto com a tela e que contribuem para o efeito de estufa, como o dióxido de azoto (NO2), o dióxido de enxofre e compostos orgânicos voláteis.

A redução será, de acordo com o semanário Expresso, o equivalente ao obtido com, aproximadamente, 230 árvores durante o mesmo período em que a tela esteja afixada – três meses.

O tratamento de dióxido de titânio utilizado na tela está homologado pela Associação Ibérica de Fotocatálise. As cintas utilizadas para a fixar são de material reciclável, o que permitiu a reciclagem de aproximadamente 75 garrafas de plástico.

No fim da campanha, os responsáveis daquela marca automóvel sueca vão transformar a tela gigante em diversos artigos, desde sacos, a acessórios de moda e em reutilizações com fins industriais.

A tecnologia utilizada nesta experiência tem sido desenvolvida e aperfeiçoada nos últimos anos e já foi experimentada em campanhas publicitárias nos Estados Unidos, no Japão, no Reino Unido e em Espanha.

Mas, em Portugal, é uma estreia. A preparação deste formato de painel publicitário representou um custo 20% superior ao de uma tela normal.

Entre os vários objetivos para a redução da sua pegada de carbono, a marca propõe-se, até 2025, atingir uma redução de 25% das emissões relacionadas com a cadeia global de fornecimento; utilizar 25% de plástico reciclado em cada novo automóvel e reduzir em 25% as emissões geradas pelas operações globais de produção e logística.

A Volvo Cars foi o primeiro construtor automóvel a anunciar um compromisso com a eletrificação e uma substituição dos automóveis com apenas um motor a combustão.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Se é assim tão eficaz parece estar aí a solução para um grande problema que afecta o planeta, no entanto esta parece ter os dias contados, porque será?

  2. É tão eficaz como 230 árvores porque ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, as árvores não criam assim tanto oxigénio.

    • As árvores “não criam” oxigénio. Elas absorvem, capturam e guardam Dióxido de Carbono e como resultado desse processo durante a alimentação e transformação de componentes para açucares que serão usados para crescer… o dióxido de carbono não vai para a atmosfera e por isso menos aquecimento global.

  3. Já disseram à “pirralha” Greta que há solução para a poluição sem ter que acabar com os aviões?
    E que tal reflorestar as áreas ardidas, Amazónia e Austrália incluídas.
    A solução, a acreditar na notícia, existe, o que falta é a vontade política de implantar medidas, só fazem cimeiras que servem para coisa nenhuma, mas isso também não admira, é também para que servem os políticos, para coisa nenhuma…

  4. Oxalá fosse verdade. Seja como for prefiro apostar nas árvores porque elas são insubstituíveis. Já a ciência tenta resolver uma questão e inventa simultâneamente uma rajada de problemas.

RESPONDER

O Bosão de Higgs foi apanhado a fazer algo inesperado

Uma equipa de cientistas do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN) observou o Bosão de Higgs, a fazer algo inesperado: à medida que caía, esta parecia decompor-se numa combinação inesperada de partículas. De acordo com …

Feitos de estrelas. Os nossos ossos são compostos por estrelas que explodiram

Uma nova investigação concluiu que metade do cálcio do nosso Universo é oriundo de uma supernova rica em cálcio, que explodiu há milhões de anos. O novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista …

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …