No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

(dr)

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o ar, combatendo a poluição atmosférica, impregnada de óxidos (Nox) e dióxido de carbono (CO2).

A tela tem um tratamento de dióxido de titânio que, ao receber a luz do sol e dos projetores (à noite), ativa um processo de fotocatálise que, segundo os promotores desta experiência, desintegra até 85% dos elementos poluentes na atmosfera em contacto com a tela e que contribuem para o efeito de estufa, como o dióxido de azoto (NO2), o dióxido de enxofre e compostos orgânicos voláteis.

A redução será, de acordo com o semanário Expresso, o equivalente ao obtido com, aproximadamente, 230 árvores durante o mesmo período em que a tela esteja afixada – três meses.

O tratamento de dióxido de titânio utilizado na tela está homologado pela Associação Ibérica de Fotocatálise. As cintas utilizadas para a fixar são de material reciclável, o que permitiu a reciclagem de aproximadamente 75 garrafas de plástico.

No fim da campanha, os responsáveis daquela marca automóvel sueca vão transformar a tela gigante em diversos artigos, desde sacos, a acessórios de moda e em reutilizações com fins industriais.

A tecnologia utilizada nesta experiência tem sido desenvolvida e aperfeiçoada nos últimos anos e já foi experimentada em campanhas publicitárias nos Estados Unidos, no Japão, no Reino Unido e em Espanha.

Mas, em Portugal, é uma estreia. A preparação deste formato de painel publicitário representou um custo 20% superior ao de uma tela normal.

Entre os vários objetivos para a redução da sua pegada de carbono, a marca propõe-se, até 2025, atingir uma redução de 25% das emissões relacionadas com a cadeia global de fornecimento; utilizar 25% de plástico reciclado em cada novo automóvel e reduzir em 25% as emissões geradas pelas operações globais de produção e logística.

A Volvo Cars foi o primeiro construtor automóvel a anunciar um compromisso com a eletrificação e uma substituição dos automóveis com apenas um motor a combustão.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Se é assim tão eficaz parece estar aí a solução para um grande problema que afecta o planeta, no entanto esta parece ter os dias contados, porque será?

  2. É tão eficaz como 230 árvores porque ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, as árvores não criam assim tanto oxigénio.

    • As árvores “não criam” oxigénio. Elas absorvem, capturam e guardam Dióxido de Carbono e como resultado desse processo durante a alimentação e transformação de componentes para açucares que serão usados para crescer… o dióxido de carbono não vai para a atmosfera e por isso menos aquecimento global.

  3. Já disseram à “pirralha” Greta que há solução para a poluição sem ter que acabar com os aviões?
    E que tal reflorestar as áreas ardidas, Amazónia e Austrália incluídas.
    A solução, a acreditar na notícia, existe, o que falta é a vontade política de implantar medidas, só fazem cimeiras que servem para coisa nenhuma, mas isso também não admira, é também para que servem os políticos, para coisa nenhuma…

  4. Oxalá fosse verdade. Seja como for prefiro apostar nas árvores porque elas são insubstituíveis. Já a ciência tenta resolver uma questão e inventa simultâneamente uma rajada de problemas.

RESPONDER

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …

Disney vai colocar em lay-off mais de 30.000 trabalhadores em 2021

A gigante norte-americana Walt Disney Company anunciou esta semana que vai colocar em regime de lay-off 32.000 trabalhadores no primeiro semestre de 2021 devido às quebras financeiras causadas por causada da pandemia de covid-19. A …

Ventura responde a Rodrigues dos Santos (e os ânimos à direita tornam-se cada vez mais ácidos)

Depois de Francisco Rodrigues dos Santos ter afirmado, em entrevista ao Sol, que o CDS "não fará alianças políticas com o partido Chega", André Ventura reagiu em tom irónico: "Como é que o Chega conseguirá …