“Ninguém me dá tau-tau”. Porta-voz do Chega explica polémica da subvenção e deixa aviso a Ventura

ALA - Academia de Letras e Artes / Facebook

António Sousa Lara, ex-porta-voz do Chega.

O ex-porta-voz do Chega, Sousa Lara, explica que a direcção do partido o colocou “entre a espada e a parede” por causa da subvenção vitalícia de 1.343 euros a que tem direito. “Ninguém me dá tau-tau”, refere, justificando a demissão e deixando um aviso a André Ventura.

Sousa Lara tem direito a uma subvenção vitalícia de 1.343 euros depois de ter sido deputado na Assembleia da República por vários partidos. E preferiu demitir-se do Chega a prescindir do direito que lhe assiste e que não está, neste momento, a receber, por ser professor catedrático.

“Eu não sou contra a possibilidade de vir a receber. É um direito que decorre de uma lei que está aprovada em Portugal. E acho que já fui penalizado pelo Estado português em questões fiscais e em questões de roubalheira”, diz Sousa Lara em entrevista à Rádio Observador.

Sousa Lara assume que foi “posto entre a espada e a parede” por causa dessa subvenção numa “reunião da comissão política”, com o próprio André Ventura a vincar o facto de “não concordar com a existência de subvenções vitalícias dadas a políticos”.

Ninguém me dá tau-tau. Fui apanhado à meia-noite e tal de surpresa, depois de me terem sido perguntadas outras coisas. Fui posto entre a espada e a parede. Pedirem-me ‘8 ou nulos’, comigo, dá sempre mau resultado”, aponta Sousa Lara na entrevista, justificando assim porque preferiu demitir-se.

Apesar da demissão, Sousa Lara nota que continua a apoiar o Chega e que mantém a expectativa de que o partido cumpra o “papel histórico” de “endireitar a direita”, com os valores da “pátria”, da “família” e da “moral” na agenda.

Já fui candidato pelo CDS, pelo PPM, pelo PSD, pelo Chega. A minha lógica é uma lógica de direita. Eu tenho a visão dos partidos como um instrumento. Para mim são ferramentas ao serviço de qualquer coisa, que é aquilo que eu acho que configura o interesse do país”, considera Sousa Lara.

Quanto à eventual corrida de André Ventura à Presidência da República, o ex-porta-voz do Chega entende que “é uma atitude de risco” e “é um risco excessivo neste momento”, alerta.

Para Sousa Lara, “o Chega devia ter um candidato militar”, o que “é uma coisa que está proibida”. “Nós fomos controlados pelos militares depois do 25 Abril. O Chega tinha aqui a oportunidade de chamar um militar na reserva, reformado”, salienta, notando que já tem um nome na cabeça, mas que não o revela, e frisando que a “ideia” é que seja um nome “provocatório”.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O Homenzinho sabe ser muito selectivo, não concorda em prescindir da subvenção que o seu partido quer abolir, mas quer continuar a apoia-lo !……… Bem ….é uma espécie de contra-senso !…Estes partidecos ainda não acabaram de nos surpreender com estas tribulações internas. A Joacine já se vai sentir menos só !

    • Em….. conclusão: Todas as medidas puras e duras decididas por o Partido para o bem do País, são necessárias. Logo que não venham bater a minha porta !……É a filosofia desta criatura !

      • Pois. Mas vai subir nas votações. Acredito nisto. Cada vez que o poder político fizer asneira este partido subirá. Em grande medida representa muitos dos que acham que a nossa democracia o é apenas de nome.
        Pessoalmente acho que a nossa democracia é uma treta. Não voto CHEGA nem nunca votarei, mas conheço muita gente que diz que da próxima vez irá votar neste partido. E são pessoas que não votam há anos, ou mesmo décadas. E moderadas. Nem tão pouco são racistas ou de direita. É um claro voto de protesto no sistema. E isto está a acontecer um pouco por toda a Europa, ampliado ainda pela imigração.

        • E tem razão em não votar. Exemplos de Países que optaram por Politicas extremistas, como o Brasil por ex:. Vêm-se obrigados depois a Imigrar. Brasileiros imigrados em Portugal votaram a 61% em favor do Bolsonaro, mas regressarem para o Brasil não querem!…vá saber-se porquê ????

          • Para além de o raciocínio não estar correto, também do ponto de vista gramatical a sua exposição merece alguns reparos (numa lógica pedagógica). Não é “vêm-se” mas sim “veem-se”. Depois eles não imigraram mas sim emigraram. Em relação a Portugal são imigrantes mas em relação ao seu país de origem são emigrantes.
            Em relação ao raciocínio também lhe posso dizer que está errado. Conheço muitos brasileiros em Portugal e posso afiançar-lhe que a grande maioria fugiu do crime e da total insegurança que se vive em todo o Brasil e, em especial, nas principais cidades. Por isso é que a maioria dos brasileiros que estão em Portugal votam no Bolsonaro. E não tencionam regressar porque a realidade brasileira atual é de total insegurança e crime generalizado. Quem tem família, filhos e algum dinheiro não irá regressar ao Brasil nos próximos tempos. Ficará pela Europa. Conheço muitos que saíram para outros países europeus.

RESPONDER

Pescador encontra destroços de navio que terá naufragado há mais de 200 anos

Arqueólogos mexicanos localizaram os destroços de um navio na costa do estado de Quintana Roo, no México, e acreditam que o mesmo terá naufragado há mais de 200 anos. De acordo com a BBC, o naufrágio …

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …