/

NFT “Bored Ape” valia 266 mil euros. Foi vendido acidentalmente por apenas 2.663

Foi um acidente que acabou por sair demasiado barato. Recentemente, um NFT foi vendido por 2.663 euros, quando deveria ter sido transacionado por 266 mil.

Os NFTs, ou tokens não-fungíveis, são o mais recente fenómeno digital. Basicamente, são um tipo especial de token criptográfico que representa algo único que não pode ser substituído.

Os tokens não-fungíveis podem ser qualquer coisa digital, desde desenhos, música ou GIFs. Desta vez, tratou-se de uma coleção, a famosa The Bored Ape Yacht Club, que junta 10 mil primatas distintos.

A coleção é uma das mais populares no mundo dos tokens não-fungíveis. Cada “macaco entediado” é único, com diferentes tipos de pelo, roupas, acessórios e expressões faciais.

No sábado, o proprietário da obra vendeu acidentalmente o seu NFT por uma pequena fração do seu valor.

Max contou à CNN que o NFT acabou por ser transacionado por três mil dólares, aproximadamente 2.663 euros, quando estava avaliado em 300 mil (266 mil euros). “Foi um lapso de concentração.”

O investidor queria vender o NFT por 75 ether, mas um erro levou-o a listá-lo por 0,75. “Eu listo diariamente para venda vários objetos e não estava a prestar atenção”, confessou.

Quando se apercebeu do erro que tinha cometido, já era tarde. O token foi comprado quase de imediato por uma conta automatizada, que mais tarde revendeu a peça por 59,99 eth, o que equivale a 227.558 dólares (mais de 200 mil euros).

Eu vi o erro assim que o meu dedo carregou para confirmar a transação, mas o bot enviou uma transação com mais de 8 ether em taxas de gás antes de eu poder cancelar e, sem mais nem menos, perdi todo aquele dinheiro”, detalhou. Este valor foi pago para que a transação fosse mais rápida.

Admitindo que as perdas “fazem parte do jogo”, Max disse que só demorou cinco minutos a absorver o que tinha acontecido. “Depois voltei ao trabalho.”

“Aprendi rapidamente a não ser demasiado emotivo quando se trata de comércio. A indústria é tão nova, que coisas más vão acontecer, quer a culpa seja nossa ou da tecnologia. Quando já não tiver controlo sobre o resultado, esqueça e siga em frente”, aconselhou o investidor.

  Liliana Malainho, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.