Neuralink divulga vídeo de macaco a jogar videojogo com a mente

A Neuralink, empresa de implantes cerebrais de Elon Musk, divulgou na quinta-feira um vídeo que mostra a tecnologia a funcionar em macacos.

No vídeo, um cientista da Neuralink explica a forma como a empresa implantou um chip no cérebro de um macaco, capturou os padrões de neurónios a disparar enquanto jogava um videojogo e, em seguida, permitiu que o macaco jogasse “mind pong”, controlando o jogo apenas com o cérebro.

“Para controlar, Paige simplesmente pensa em mover a mão para cima ou para baixo”, ouve-se o narrador do vídeo a dizer, enquanto o macaco joga.

“Tem um Neuralink colocado em cada lado do cérebro há cerca de seis semanas. Se olhar com atenção, ainda consegue ver que o pêlo da cabeça não cresceu novamente”, explica o narrador, citado pela Vice. “Os Neuralinks registam mais de 2.000 elétrodos implantados nas regiões do córtex motor de Paige que coordenam os movimentos da mão e do braço.”

De acordo com o vídeo, os investigadores calibraram os movimentos de Paige, gravando a sua atividade neural enquanto brincava com um joystick. Depois, conseguiu jogar o jogo “inteiramente com atividade neural descodificada”.

“O nosso objetivo é permitir que uma pessoa com paralisia use um computador ou telefone apenas com a sua atividade cerebral”, disse o narrador. “Como não seriam capazes de usar um joystick, moveriam o descodificador imaginando os movimentos das mãos.”

Esta não é a primeira vez que a Neuralink coloca chips nos cérebros de animais. Em agosto, o chip de um computador da empresa foi inserido no cérebro de um porco e usado para transmitir a atividade neural do animal em tempo real.

A Neuralink nasceu em 2016 como uma empresa de investigação médica na Califórnia e, entretanto, já angariou mais de 150 milhões de investidores, cerca de 100 milhões diretamente de Musk, e pretende, no futuro, oferecer melhorias cibernéticas às pessoas.

Em 2019, Musk disse que a empresa estava a trabalhar num dispositivo “semelhante a uma máquina de costura” que forneceria uma ligação direta entre um computador e um chip inserido no cérebro.

O dispositivo assemelha-se a uma moeda com fios extremamente finos a sair de um dos lados e foi projetado para ser implantado no crânio, com os fios inseridos alguns milímetros na superfície do cérebro. Esses fios podem detetar quando os neurónios estão a disparar ou mesmo emitir os seus próprios sinais elétricos, para fazer os neurónios disparar.

A esperança é que estes pequenos dispositivos consigam ler e escrever sinais de neurónios, ajudando a tratar problemas médicos com origem no cérebro e na coluna e, talvez, permitir que humanos integrem computadores nos seus cérebros num futuro distante.

No Twitter, Elon Musk disse que espera começar os testes em humanos ainda este ano.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …

Portugal regista recorde diário de 125 mil pessoas vacinadas. DGS põe de lado dispensa de máscara

No sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a covid-19, um novo recorde diário no país, segundo informação divulgada pela task force que coordena o programa de vacinação. "Ao todo foram administradas, durante o …

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas. Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir …