Nepotismo e “filé mignon”. Bolsonaro admite beneficiar filho para cargo diplomático

O presidente brasileiro admitiu, na quinta-feira, que “pretende beneficiar” o terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, indicado para embaixador nos Estados Unidos, mas garantiu tratar-se apenas de uma estratégia de política externa.

“Pretendo beneficiar um filho meu, sim. Pretendo, está certo. Se puder dar um filé mignon ao meu filho, eu dou. Mas não tem nada a ver com filé mignon essa história aí. É aprofundar um relacionamento com um país que é a maior potência económica e militar do mundo”, reconheceu Jair Bolsonaro, numa transmissão em direto na rede social Facebook.

– LIVE SEMANAL 18 DE JULHO DE 2019:

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Quinta-feira, 18 de julho de 2019

O chefe de Estado brasileiro rebateu as críticas de que tem sido alvo por nomear o filho para o cargo de embaixador, acrescentando que podia nomear Eduardo Bolsonaro como ministro das Relações Exteriores e enviar o atual detentor da pasta, Ernesto Araújo, para a embaixada em Washington.

“Se eu quiser, mas jamais farei isso, chamo o Ernesto Araújo, e digo para ele ir para Washington, para eu colocar o Eduardo no Ministério da Relações Exteriores”, afirmou.

Bolsonaro reforçou ainda que a indicação do filho “não é nepotismo” e deixou uma mensagem para os eleitores que se incomodaram com a iniciativa.

Pretendo encaminhá-lo, sim. Quem diz que não vai votar mais em mim, paciência. (…) Em algumas coisas, vou desagradar-vos”, alertou.

Na quinta-feira, durante uma cerimónia alusiva aos 200 dias do seu Governo, em Brasília, Bolsonaro afirmou que o trabalho de um embaixador é ser um “cartão de visitas”, defendendo a nomeação do terceiro filho, Eduardo Bolsonaro, para o cargo de embaixador do Brasil em Washington.

“O trabalho de quem é embaixador, um dos mais importantes, é ser cartão de visitas. (…) Imaginem se o Macri [Mauricio Macri, presidente da Argentina] tivesse um filho embaixador aqui. Ele telefonava para mim. Eu atenderia agora ou pediria ao ajudante de ordem para marcar uma data futura? Atenderia agora”, argumentou.

A possibilidade de Eduardo Bolsonaro ser indicado como novo embaixador nos Estados Unidos, país com o qual o Brasil fortaleceu os laços quando Jair Bolsonaro tomou posse como Presidente, tornou-se pública na semana passada e tem gerado grande polémica.

Opositores acusaram o chefe de Estado brasileiro de usar o cargo para favorecer o filho de forma ilegal.

A representação do Brasil em Washington não tem embaixador desde abril passado, quando o diplomata Sergio Amaral, no cargo desde 2016, foi transferido para um escritório em São Paulo.

Na ocasião, Bolsonaro disse que havia solicitado a mudança de embaixadores em 15 países devido à má imagem do Brasil no exterior e por alguns dos atuais diplomatas brasileiros não defenderem o atual presidente quando é apresentado fora do Brasil como um ditador, racista e homofóbico.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …

Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, diz Durão Barroso

O antigo primeiro-ministro e antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, acredita que Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, considerando que a crise será mais grave que o que está atualmente previsto. Em entrevista …

Maioria dos portugueses quer manter escolas fechadas (e quase metade defende encerramento até à Páscoa)

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias, Diário de Notícias e TSF revela que a maior parte dos portugueses defende o prolongamento do encerramento das escolas. A eventualidade de voltar a reabrir as escolas …

Costa anuncia apoio a recandidatura de Guterres à ONU. EUA querem voltar à instituição

O primeiro-ministro António Costa formalizou, esta quarta-feira, o apoio de Portugal à recandidatura de António Guterres a secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocupa o cargo desde 2016. "António Guterres serviu de forma exemplar …

PS e PSD vão chumbar audição do presidente do Tribunal Constitucional requerida pelo PAN

O PS e o PSD vão votar contra o requerimento do PAN para chamar o presidente do Tribunal Constitucional, João Caupers, à comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, por considerarem que não é competência do parlamento …

Mais 1480 infetados com covid-19 e 50 mortes em Portugal

Nas últimas 24 horas, Portugal registou 50 mortes e 1.480 novos casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, foram confirmados mais 1.480 novos casos de infeção …

MP abre inquérito a ataque racista a sessão virtual de estudantes do Liceu Camões

O Ministério Público confirmou esta terça-feira a abertura de um inquérito na sequência de uma queixa relativa a ataques racistas e neonazis no âmbito de uma sessão virtual sobre racismo organizada pela associação de estudantes …