Neandertais desapareceram da Europa muito antes do que se pensava

Um novo estudo mostra que os fósseis neandertais de uma caverna na Bélgica, que supostamente pertencem aos últimos sobreviventes da sua espécie na Europa, são milhares de anos mais antigos do que se pensava.

A última datação por radiocarbono destes fósseis, descobertos na caverna de Spy, na Bélgica, revelou que tinham cerca de 24 mil anos. Porém, segundo a agência France-Presse (AFP), citada pelo site Science Alert, a nova análise estimou que tenham, afinal, entre 44.200 e 40.600 anos.

Em declarações à agência francesa, Thibaut Deviese, um dos coautores do estudo e investigador da Universidade de Oxford e da Universidade Aix-Marseille, em França, explicou que a equipa desenvolveu um método mais robusto para preparar amostras, que é mais eficaz a excluir contaminantes.

Ou seja, este novo método ainda depende da datação por radiocarbono, considerada há muito o padrão-ouro da datação arqueológica, mas refina a forma como os espécimes são recolhidos.

Segundo a AFP, os investigadores também dataram espécimes Neandertais de outros dois lugares na Bélgica – Fonds-de-Foret e Engis –, tendo encontrado idades comparáveis.

“Datar todos estes espécimes foi muito emocionante, uma vez que tiveram um papel crucial na compreensão e na definição dos Neandertais”, disse ainda Gregory Abrams, outro dos autores do estudo, do Centro Arqueológico da Caverna Scladina.

“Quase dois séculos depois da descoberta do filho Neandertal de Engis, fomos capazes de dar uma idade confiável”, acrescentou.

O sequenciamento genético foi, entretanto, capaz de mostrar que um osso do ombro de um Neandertal, datado de há 28 mil anos, estava fortemente contaminado com ADN bovino, sugerindo que o osso tinha sido preservado com uma cola feita de ossos de gado.

“Definir datas é crucial na arqueologia. Sem uma cronologia confiável não podemos mesmo confiar que compreendemos a relação entre os Neandertais e o Homo Sapiens”, disse também Tom Higham, investigador da Universidade de Oxford e coautor do estudo.

O uso de algumas ferramentas de pedra foi atribuído aos Neandertais e interpretado como um sinal da sua evolução cognitiva, afirmou Deviese. Contudo, se a linha do tempo da sua existência está a ser empurrada para trás, acrescentou, então as indústrias paleolíticas deveriam ser reexaminadas para determinar se realmente foram obra destas espécies extintas de hominídeos.

O estudo foi publicado, este mês, na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Euro2020, 2º dia: Bélgica e Finlândia vencem em dia marcado pelo colapso de Eriksen

A Bélgica estreou-se hoje no Euro2020 de futebol com uma vitória expressiva sobre a Rússia (3-0), no Grupo B, num dia histórico para a Finlândia, mas manchado pelo colapso do dinamarquês Christian Eriksen, que lançou …

Bélgica 3-0 Rússia | Diabos belgas à solta em São Petersburgo

A Bélgica entrou com tudo nesta fase final do EURO 2020. Na noite deste sábado, os “diabos vermelhos” andaram à solta e silenciaram São Petersburgo. A Bélgica entrou hoje com o pé direito no Campeonato da …

Um braço robótico conseguiu ajudar um paciente a sentir o mundo

Recentemente, um implante neural permitiu que as pessoas escrevessem uma mensagem apenas com o pensamento. Agora, um novo braço robótico controlado por um implante está a criar curiosidade por conseguir enviar feedback tátil para o …

Dinamarca 0-1 Finlândia | Todos a pensar em Eriksen

A Finlândia venceu o seu encontro de estreia em fases finais de Campeonatos da Europa, num jogo em que o mais importante não foi o resultado final, mas sim a luta de Eriksen pela vida. A …

Polícia chinesa prende mais de mil suspeitos de lavagem de dinheiro com criptomoedas

As autoridades chinesas intensificaram o controlo de esquemas que envolvem criptomoedas e prenderam mais de 1.100 suspeitos de usar os ativos digitais para lavagem de fundos ilícitos. A mega operação ocorreu em 23 províncias, regiões e …

#CancelCanadaDay. População quer pôr fim ao Dia do Canadá

Uma cidade canadiana e uma "Primeira Nação" do país cancelaram formalmente o Dia do Canadá alegando que não querem continuar a homenagear a "tentativa de genocídio" contra os povos indígenas. A prefeita da cidade de Victoria, …

Plástico é responsável por 80% do lixo nos oceanos

Um estudo global publicado na quinta-feira revelou que 80% do lixo encontrado nos oceanos é composto por plástico, sobretudo sacolas e garrafas. Em seguida surge o metal, vidro, roupas e outros artigos têxteis, borracha, papel …

Governo sabia da partilha de dados de ativistas russos desde março

O Governo sabia do envio para a embaixada russa dos dados pessoais dos manifestantes anti-Putin desde março. A notícia foi avançada pela RTP. Os ativistas russos revelaram que a sua queixa sobre a atitude da Câmara …

Nome "Donald" atingiu um recorde de baixa popularidade nos EUA

Donald Trump parece ter garantido que será o "Donald" mais notável dos próximos anos, já que o nome do ex-presidente dos Estados Unidos atingiu o recorde de baixa popularidade, em 2020. Um novo relatório da Social …

Euro2020. Eriksen caiu inanimado no relvado, mas já está "estável"

O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do Grupo B do Euro2020, foi interrompido ao minuto 43 depois do médio Christian Eriksen ter caído inanimado do relvado. O jogador do Inter Milão, de 29 …