Navios em Portugal poluem tanto quanto as oito cidades com mais carros

O transporte marítimo deve integrar o regime de comércio de licenças de emissão da União Europeia (UE), defendeu, esta segunda-feira, a associação ambientalista ZERO, exigindo limites de emissão de dióxido de carbono (CO2) para navios que atracam em portos europeus.

“As emissões dos navios que abastecem em Portugal é equivalente à poluição das oito cidades portuguesas com mais carros registados”, que se localizam nas áreas de Lisboa, Porto e Braga, alertou a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável, fazendo um apelo à UE para a integração da navegação no comércio europeu de licenças de emissão, segundo noticiou a agência Lusa.

De acordo com um estudo, apresentado esta segunda-feira pela Federação Europeia para os Transportes e Ambiente (T&E), da qual a ZERO faz parte, a frota da empresa de transporte marítimo Mediterranean Shipping Company (MSC), que movimenta bens que vão de produtos elétricos e eletrónicos a frutas frescas, roupas a brinquedos, foi responsável “pela emissão de cerca de 11 milhões de toneladas de CO2 em 2018″.

“Se o transporte marítimo integrasse o regime de comércio de licenças de emissão da UE (o que atualmente não se verifica), a MSC seria o oitavo maior emissor na lista dos dez maiores poluidores europeus”, avançou a ZERO, referindo que constam deste ‘ranking’ oito centrais a carvão e uma companhia aérea.

Com base nas estatísticas oficiais da UE, o estudo da T&E apurou que os navios que navegam com destino e partida da Europa emitiram mais de 139 milhões de toneladas de CO2 em 2018. “Se as emissões do transporte marítimo fossem equivalentes às de um país europeu, seria o oitavo maior emissor da UE, depois da Holanda”, concluiu.

Apesar da quantidade de emissões de CO2, “o transporte marítimo é o único modo de transporte sem medidas concretas para reduzir as suas emissões”, advertiu a associação ambientalista, referindo que, além disso, as emissões de carbono emitidas pelos grandes navios não são cobradas.

“O setor marítimo está isento pela legislação da UE de pagar impostos sobre o combustível que consome, o que representa uma efetiva subsidiação no valor de 24 mil milhões de euros por ano”, apontou a ZERO, com base nas conclusões do estudo da federação T&E.

DouroAzul/Facebook

Considerando que a UE tem falhado em aplicar medidas de redução das emissões do setor marítimo, a associação assegurou que o comércio marítimo europeu poderá ser menos poluente “se as medidas certas forem aplicadas e os líderes europeus deixarem de ignorar o impacto destas emissões para o clima”.

Um dos compromissos assumidos pela nova presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, foi o de incluir as emissões do transporte marítimo internacional no regime europeu de comércio de licenças de emissão, para que este setor também contribua no objetivo de tornar a Europa neutra em carbono.

“Este foi um pequeno passo para controlar o impacto climático deste modo de transporte. Medidas adicionais, entre as quais a definição de um limite de emissão de CO2 para os navios em operação, também serão necessárias para acelerar o uso de combustíveis e tecnologias sem emissões de carbono”, sustentou a ZERO.

Segundo o estudo da T&E, com base nos dados de veículos registados em 2013, o tráfego rodoviário nas cidades de Lisboa, Sintra, Cascais, Loures, Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos e Braga emite um total de 2,8 milhões de toneladas (Mt) de CO2 por ano, enquanto “os navios com base na carga movimentada em portos portugueses emitem 2,93 Mt CO2 por ano”.

“Portugal é o 5.º país europeu com maiores emissões associadas ao transporte marítimo de combustíveis fósseis (25%)”, apontou o estudo.

Neste âmbito, a associação ambientalista quer os líderes nacionais apoiem a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu na inclusão das emissões de CO2 do transporte marítimo no regime europeu de comércio de licenças de emissão a par de outros setores, incluindo a aviação intraeuropeia.

Lusa //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. De cada vez que chega um navio cruzeiro ao Funchal a poluição é tamanha que aumentam logo as doenças das vias respiratórias.
    Não são só os navios que são os maiores poluidores do mundo, a aviação é outra muito mais poluidora que os automóveis e ainda para mais está isenta de impostos sobre o combustível querosene.

RESPONDER

Mistério continua por resolver: um mês após o início do surto de legionella, ainda não há respostas

Há cerca de um mês que o mistério da origem da legionela continua por resolver. A doença continua a fazer mortos na região norte, mas de acordo com o Jornal de Notícias, não tem sido …

Relações "complicadas". Rússia admite abandonar projetos de cooperação com a UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, que se encontrará mais tarde com o Presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko, comentou que as relações atuais entre Moscovo e Bruxelas são "complicadas". O Governo russo está a ponderar …

Benfica tem novo central. Luís Filipe Vieira fecha contratação de Lucas Veríssimo

O Benfica deverá pagar 1,3 milhões de euros em mão e outros 5,2 milhões em quatro prestações. Lucas Veríssimo chega do Santos para a posição de defesa central. À semelhança daquilo que fez com Jorge Jesus, …

Apoio à retoma pode prolongar-se pelo menos até setembro de 2021

O mecanismo de apoio à retoma progressiva nas empresas em crise poderá prolongar-se até, pelo menos, setembro do próximo ano, avisou o ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira. O mecanismo sucedâneo do layoff …

Vinícius bisou e assistiu para o Tottenham. Para Mourinho, só há uma coisa a melhorar

O Tottenham de José Mourinho venceu esta quinta-feira o Ludogorets no jogo da 4.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa. O ex-Benfica Carlos Vinícius, que não tem sido opção para o campeonato inglês, …

Portugal já terá atingido o pico. Foi na terceira semana de novembro, segundo os peritos do Governo

Portugal já terá atingido o pico de novos casos da segunda vaga de covid-19, de acordo com os cálculos dos peritos consultados pelo Governo. Em declarações ao jornal Observador, engenheiro Carlos Antunes, da Faculdade de …

Benfica colheu um ponto na Escócia. O Rangers "não é uma equipazinha", diz Jesus

O Benfica empatou a dois golos em casa do Rangers, na quarta jornada do Grupo D da Liga Europa, e ficou a uma vitória de seguir para os 16 avos de final. Arfield (7 minutos) e …

Reformas antecipadas sofrem corte de 15,5% em 2021

O valor das pensões antecipadas pedidas no próximo ano terá um corte superior ao que está a ser aplicado em 2020: 15,5%. Os trabalhadores que se reformem antecipadamente em 2021 terão uma penalização de 15,5% na …

Templo de Esna foi restaurado ao fim de 2000 anos (e surpreendeu com misteriosos segredos egípcios)

Descoberto há cerca de 200 anos, o antigo templo egípcio de Esna guardava segredos há mais de 2000 anos. Agora esses segredos foram revelados graças a um projeto de restauração iniciado em 2018, onde foram …

Trabalhadores essenciais vão ter folgas e mais 50% de salário se trabalharem nas vésperas de feriado

Os trabalhadores essenciais da Função Pública que tiverem de trabalhar nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro vão ter direito a uma ou duas folgas e vão receber um aumento de 50% do …