Navios em Portugal poluem tanto quanto as oito cidades com mais carros

O transporte marítimo deve integrar o regime de comércio de licenças de emissão da União Europeia (UE), defendeu, esta segunda-feira, a associação ambientalista ZERO, exigindo limites de emissão de dióxido de carbono (CO2) para navios que atracam em portos europeus.

“As emissões dos navios que abastecem em Portugal é equivalente à poluição das oito cidades portuguesas com mais carros registados”, que se localizam nas áreas de Lisboa, Porto e Braga, alertou a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável, fazendo um apelo à UE para a integração da navegação no comércio europeu de licenças de emissão, segundo noticiou a agência Lusa.

De acordo com um estudo, apresentado esta segunda-feira pela Federação Europeia para os Transportes e Ambiente (T&E), da qual a ZERO faz parte, a frota da empresa de transporte marítimo Mediterranean Shipping Company (MSC), que movimenta bens que vão de produtos elétricos e eletrónicos a frutas frescas, roupas a brinquedos, foi responsável “pela emissão de cerca de 11 milhões de toneladas de CO2 em 2018″.

“Se o transporte marítimo integrasse o regime de comércio de licenças de emissão da UE (o que atualmente não se verifica), a MSC seria o oitavo maior emissor na lista dos dez maiores poluidores europeus”, avançou a ZERO, referindo que constam deste ‘ranking’ oito centrais a carvão e uma companhia aérea.

Com base nas estatísticas oficiais da UE, o estudo da T&E apurou que os navios que navegam com destino e partida da Europa emitiram mais de 139 milhões de toneladas de CO2 em 2018. “Se as emissões do transporte marítimo fossem equivalentes às de um país europeu, seria o oitavo maior emissor da UE, depois da Holanda”, concluiu.

Apesar da quantidade de emissões de CO2, “o transporte marítimo é o único modo de transporte sem medidas concretas para reduzir as suas emissões”, advertiu a associação ambientalista, referindo que, além disso, as emissões de carbono emitidas pelos grandes navios não são cobradas.

“O setor marítimo está isento pela legislação da UE de pagar impostos sobre o combustível que consome, o que representa uma efetiva subsidiação no valor de 24 mil milhões de euros por ano”, apontou a ZERO, com base nas conclusões do estudo da federação T&E.

DouroAzul/Facebook

Considerando que a UE tem falhado em aplicar medidas de redução das emissões do setor marítimo, a associação assegurou que o comércio marítimo europeu poderá ser menos poluente “se as medidas certas forem aplicadas e os líderes europeus deixarem de ignorar o impacto destas emissões para o clima”.

Um dos compromissos assumidos pela nova presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, foi o de incluir as emissões do transporte marítimo internacional no regime europeu de comércio de licenças de emissão, para que este setor também contribua no objetivo de tornar a Europa neutra em carbono.

“Este foi um pequeno passo para controlar o impacto climático deste modo de transporte. Medidas adicionais, entre as quais a definição de um limite de emissão de CO2 para os navios em operação, também serão necessárias para acelerar o uso de combustíveis e tecnologias sem emissões de carbono”, sustentou a ZERO.

Segundo o estudo da T&E, com base nos dados de veículos registados em 2013, o tráfego rodoviário nas cidades de Lisboa, Sintra, Cascais, Loures, Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos e Braga emite um total de 2,8 milhões de toneladas (Mt) de CO2 por ano, enquanto “os navios com base na carga movimentada em portos portugueses emitem 2,93 Mt CO2 por ano”.

“Portugal é o 5.º país europeu com maiores emissões associadas ao transporte marítimo de combustíveis fósseis (25%)”, apontou o estudo.

Neste âmbito, a associação ambientalista quer os líderes nacionais apoiem a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu na inclusão das emissões de CO2 do transporte marítimo no regime europeu de comércio de licenças de emissão a par de outros setores, incluindo a aviação intraeuropeia.

Lusa //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. De cada vez que chega um navio cruzeiro ao Funchal a poluição é tamanha que aumentam logo as doenças das vias respiratórias.
    Não são só os navios que são os maiores poluidores do mundo, a aviação é outra muito mais poluidora que os automóveis e ainda para mais está isenta de impostos sobre o combustível querosene.

RESPONDER

Uber passa a estar disponível em todo o país

A plataforma de transporte pode, a partir desta terça-feira, ter operadores em todo o território nacional, considerando ser um passo importante num contexto em que o turismo interno ganha relevância, no âmbito da pandemia da …

Profissionais do SNS já trabalharam oito milhões de horas extra no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2020, contam-se mais 1,2 milhões de horas suplementares trabalhadas, sendo que só em maio a subida foi superior a 471 mil. Segundo o Jornal de Notícias, nos primeiros seis meses deste ano, …

Rui Moreira diz que não é possível prevenir festejos de adeptos do FC Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto disse, esta terça-feira, não ser possível tomar medidas de prevenção em relação a possíveis festejos de adeptos do FC Porto pela conquista do título, pedindo apenas que se …

Mulher assintomática provoca surto de 71 infetados na China. Bastou entrar sozinha num elevador

A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados. De acordo com o estudo publicado pelo Centro de …

Detido em França um dos pedófilos da "darknet" mais procurados do mundo

A polícia francesa prendeu um suspeito de gerir portais na "darknet" que permitiram a "milhares de internautas de todo o mundo ter acesso a fotografias ou vídeos de caráter pedopornográfico", anunciou, esta segunda-feira, o Ministério …

Mais seis mortes e 233 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta terça-feira, mais seis mortes e 233 novos casos de infeção por covid-19 em relação a segunda-feira. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 233 novos casos, 143 são na região …

Itália restitui a França obra de Banksy roubada do Bataclan

Itália anunciou, esta terça-feira, que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma. Antes, …

Há corais vermelhos na costa algarvia (e vai haver multas para quem os apanhar)

Os corais vermelhos da costa portuguesa vão passar a estar protegidos por legislação pesqueira e ambiental que está a ser preparada pelo governo e coimas elevadas, anunciou o ministro do Mar. O ministro do Mar, Ricardo …

Vieira e SAD arguidos. CMVM suspende ações do Benfica

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu, esta terça-feira, as negociações de ações da Benfica SAD, pouco tempo depois de ter sido confirmada a existência de três arguidos por fraude fiscal, na sequência …

Comissão Europeia planeia reduzir capacidade das multinacionais em explorar sistemas fiscais

A Comissão Europeia está a estudar formas de acionar partes de tratados europeus para reduzir a capacidade das multinacionais em explorar os sistemas fiscais de alguns países da União Europeia (UE), identificando-os como distorções do …