Nasceu em laboratório o relógio mais preciso do mundo

O novo relógio, criado nos EUA, reivindica ser o mais preciso do mundo. Foi num laboratório no Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST), em Boulder, no Colorado, que nasceu o relógio com um ião de alumínio rodeado por campos eletromagnéticos e reduzido até quase ao zero absoluto.

O ião que alimenta a bateria foi moldado para absorver uma frequência muito específica de luz ultravioleta e os cientistas usam-no para sintonizar um laser nessa mesma frequência. Os constantes movimentos da onda de luz do laser marcam a passagem do tempo.

Ao melhorar o desempenho do ião, os cientistas atingiram um nível de precisão há muito desejado, de acordo com o Diário de Notícias. Levaria 33 mil milhões de anos para o novo cronómetro ganhar ou perder apenas um segundo – 11 mil milhões de anos a mais do que o recorde anterior estabelecido em 2018 pelo relógio também do NIST, que emprega uma abordagem diferente usando milhares de átomos de itérbio.

Ambos os relógios são exemplos de relógios atómicos óticos e representam a vanguarda da ciência da cronometragem. Todos os relógios atómicos usam a frequência de ondas eletromagnéticas absorvidas pelos átomos para definir o que está em vigor na taxa do “balanço pendular”.

Mas os relógios óticos, que têm obtido ganhos constantes de precisão nas últimas décadas, usam ondas de frequência muito mais altas em comparação com a maioria dos relógios atómicos atuais. Isso significa que podem medir intervalos de tempo ainda menores, disse Sam Brewer, físico do NIST que trabalhou na equipa que construiu o mais novo relógio com capacidade de gravação.

Alguns relógios óticos mantêm o tempo com iões, enquanto outros contam com milhares de átomos neutros capturados por lasers nas chamadas redes óticas. Os físicos já estão a usar relógios óticos ultra precisos para testar se as constantes fundamentais, que refletem o que os cientistas acham que são propriedades imutáveis da natureza, podem realmente mudar com o tempo.

Esta mudança pode revelar uma partícula de matéria oculta ou novas leis da física. Há cerca de nove anos, os relógios até demonstraram como o tempo diminui à medida que alguém se move mais rápido e acelera quanto mais longe se está do centro da Terra, como previsto pelas teorias da relatividade de Einstein.

Os testes da relatividade são “uma daquelas coisas que eu nunca pensei que seria possível ver num ambiente de laboratório”, disse Brewer.

O investigador prevê que o novo relógio terá um breve reinado. A sua equipa no NIST já está a trabalhar num novo relógio de íon de alumínio que provavelmente vai bater o recordista atual. Os laboratórios de todo o mundo estão a trabalhar nos seus próprios relógios óticos. Ainda assim, prevê que a melhoria na precisão pode diminuir à medida que mais relógios atinjam a faixa de desempenho do novo relógio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …