NASA vai acordar a New Horizons e enviá-la à misteriosa “terceira zona”

JHUAPL / NASA

A New Horizons à chegada a Plutão, conceito artístico

A nave espacial da NASA New Horizons vai partir em breve para a misteriosa “terceira zona”, também conhecida como Cintura de Kuiper, uma região gelada de asteróides que contém objectos localizados muito longe das órbitas dos planetas longínquos – e que se suspeita ter resultado da explosão de um antigo planeta.

A sonda não tripulada New Horizons é a mais rápida nave espacial construída até agora, tendo a sua missão ficado famosa pelas belas imagens de Plutão que transmitiu para a Terra em julho de 2015.

Quando em 2006 a New Horizons partiu da Terra, Plutão ainda era um planeta, o nono do Sistema Solar, estatuto que perdeu poucos meses mais tarde, passando desde então a ser considerado um planeta anão com a designação oficial de “asteróide número 134340”, ou “planeta-anão 134340 Plutão”.

De acordo com o The Telegraph, após cinco meses em estado de hibernação para poupar energia, a New Horizons está de volta ao trabalho. A 11 de setembro, a nave voltará a funcionar, para realizar uma viagem de 16 meses a MU69, um objecto no Cinturão de Kuiper, que teria estado presente durante o nascimento do Sistema Solar.

“É muito provável que estejamos a caminho de um binário primordial no Cinturão de Kuiper, um vestígio com quatro mil milhões de anos da formação do Sistema Solar e um componente exótico de planetas pequenos do Cinturão de Kuiper, como Plutão, explicou Alan Stern, investigador principal da NASA na missão New Horizons.

Alex Parker /J HUAPL / SwRI / NASA

Conceito artístico do binário MU69, na Cintura de Kuiper

Ainda de acordo com o jornal britânico, depois desta viagem ao Cinturão de Kuiper é provável que a nave deixe o Sistema Solar, uma marca até agora só ultrapassada pela Voyager.

“Novas explorações nos esperam. A viagem promete ser próspera”, diz Stern. A missão está já a mais de 6 mil milhões de quilómetros da Terra, e poderá vir a fazer a mais longa viagem da história da aventura espacial.

A New Horizons leva a bordo cinzas de Clyde Tombaugh, o cientista que descobriu Plutão. Falecido em janeiro de 1997, o seu último pedido foi que pelo menos uma parte das suas cinzas fosse enviada para o espaço.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A designação de Plutão não é “asteróide número 134340”, mas sim “planeta-anão 134340 Plutão”. A New Horizons não teve qualquer relevância na alteração da classificação de Plutão, pois esta ocorreu em 2006 e a sonda só lá chegou em 2015. Antes pelo contrário, os dados da New Horizons colocaram em causa essa despromoção de Plutão para planeta-anão. Além disso a New Horizons não é certamente a “viagem espacial mais distante até hoje”. A Voyager 1 está 3x mais longe da Terra do que a New Horizons, como aliás é deixado a entender de forma contraditória no fim da notícia.

RESPONDER

Na Etiópia, os apagões da Internet afetam a vida de milhares de pessoas

A Internet desempenha um papel decisivo na transformação da vida de milhares de etíopes e é por isso que as paralisações têm um enorme impacto económico.  Entre janeiro e o final de março, os habitantes da …

É urgente moldar as áreas urbanas de África para suportar futuras pandemias

Quando o tema é a Covid-19, o poder das cidades provém do número de interações entre pessoas, empresas e mercados que estes centros populacionais permitem. Apesar de todas as suas virtudes, a verdade é que …

Incêndio em Chernobyl pode ter provocado valores de radiação acima do normal

Um fogo florestal atingiu este domingo a zona interditada da central nuclear de Chernobyl, mas as informações sobre o aumento dos níveis de radiação são contraditórias. O fogo já consumiu 100 hectares de floresta, disse Yehor …

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …