NASA lança este sábado a sonda que vai “tocar” no Sol

Rodeada de um escudo para a proteger das altas temperaturas, a sonda Parker parte já este sábado do Cabo Canaveral, na Florida, com destino ao Sol, e leva uma missão na bagagem: perceber porque é que a coroa solar é muito mais quente do que a sua superfície.

A agência espacial norte-americana NASA lança, este sábado, uma sonda que irá viajar até bem perto da coroa do Sol, a camada mais externa da sua atmosfera, tornando-se no primeiro aparelho a estar tão próximo da estrela.

O lançamento do engenho, o “Parker Solar Probe“, será feito do Cabo Canaveral, na Florida, nos Estados Unidos, com hora prevista para as 03h33 locais (08h33 em Lisboa).

A sonda Parker vai navegar pela atmosfera solar e, segundo a NASA, vai aproximar-se da superfície do astro-rei como nunca antes uma sonda o fez, permitindo obter as observações mais próximas de uma estrela.

Na maior aproximação ao Sol, o escudo térmico da sonda, feito de carbono, vai enfrentar temperaturas perto dos 1.377ºC. À superfície, a temperatura do Sol atinge os 5.500ºC. Na coroa, a parte mais exterior da sua atmosfera, visível como um anel durante os eclipses, os termómetros chegam aos dois milhões de graus Celsius.

Aproveitando a gravidade do planeta Vénus, o segundo mais próximo do Sol, a sonda vai chegar perto o suficiente do Sol para conseguir captar a variação da velocidade do vento solar (emissão de partículas energéticas provenientes da coroa, sobretudo eletrões e protões) e ver o berço das partículas solares de maior energia.

Uma das metas dos cientistas é perceber como a energia e o calor circulam através da coroa solar – constituída por plasma, gás ionizado formado a altas temperaturas – e explorar o que acelera o vento solar e as partículas energéticas.

Justificando a importância da missão, que durará sete anos, a NASA salienta que perturbações no vento solar agitam o campo magnético da Terra, que protege o planeta da radiação solar, e interferem com o clima espacial, que pode mudar a órbita dos satélites, encurtar a sua esperança de vida e alterar o funcionamento de equipamentos eletrónicos a bordo, assim como pôr em perigo a vida de astronautas.

A sonda ganhou o nome do astrofísico norte-americano Eugene Parker, de 91 anos, que apresentou, na década de 50, uma série de conceitos para explicar como as estrelas, incluindo o Sol, libertam energia. Chamou vento solar à ‘cascata’ de energia do Sol e descreveu todo um “sistema complexo” de plasmas, campos magnéticos e partículas energéticas associado ao conceito de vento solar.

A NASA lembra que Parker teorizou uma explicação para a temperatura extremamente elevada da coroa solar, que, ao contrário do que seria expectável, é mais quente do que a superfície do Sol apesar de ser a camada mais externa da atmosfera.

A sua teoria sugere que erupções solares regulares, mas pequenas, podem causar este calor intenso.

À AFP, Alex Young, especialista em atividade solar da NASA, diz que este “é um ambiente muito estranho e pouco familiar para nós”. Mas Nicky Fox, do laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins e responsável científica da missão, garante que a observação à distância da coroa do Sol já não é mais viável.

É preciso ir onde as coisas acontecem, onde todas as coisas misteriosas ocorrem”, conclui.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica vs Bayern | “Águia” curta para poderio bávaro

O Benfica continua sem vencer na Liga dos Campeões. Após as seis derrotas na fase de grupos de 2017/18, a formação “encarnada” arrancou a participação desta época com mais um desaire, na recepção ao Bayern …

Dinossauro carnívoro descoberto em Portugal (e pode ser uma nova espécie)

Paleontólogos portugueses e espanhóis poderão ter identificado uma nova espécie de dinossauro carnívoro no litoral de Torres Vedras, Lisboa, que seria o primeiro 'carcarodontossaurio' em Portugal e um dos mais antigos do mundo. "Este exemplar, por …

Trabalhadores do McDonald's fizeram greve nos EUA contra o assédio sexual

Trabalhadores do McDonald's realizaram, esta terça-feira, em dez cidades norte-americanas, uma greve laboral contra o assédio sexual na empresa, em consonância com o movimento #MeToo. De acordo com os organizadores, o objetivo foi protestar contra a …

Gato ganhou em tribunal o direito de passear num shopping do Rio de Janeiro

Rubinho era uma figura presente no centro comercial Cidade Copacabana, no Rio de Janeiro, até ter sido proibido de circular na zona comum. Agora, o tribunal deu provimento a uma providência cautelar permitindo assim que …

Idade do novo presidente do Supremo só lhe permite cumprir meio mandato

O novo presidente do Supremo Tribunal de Justiça, António Joaquim Piçarra, foi eleito para um mandato de cinco anos, mas a sua idade só lhe permite cumprir pouco mais de meio mandato. António Joaquim Piçarra foi …

Quatro arguidos no processo de reconstrução das casas de Pedrógão

Quatro requerentes de apoios para a reconstrução de casas em Pedrógão Grande foram constituídos arguidos no inquérito que investiga alegadas irregularidades no processo. Numa nota publicada hoje na página eletrónica do Departamento de Instrução e Ação …

Procuram-se voluntários para comer atum em conserva

Investigadores do CINTESIS, no Porto, estão à procura de voluntários saudáveis interessados em participar num estudo clínico destinado a avaliar o efeito do consumo de atum em conserva enriquecido em ácidos gordos ómega 3 na …

Facebook acusado de discriminar mulheres nos anúncios de emprego

O Facebook está novamente envolvido em polémica, desta vez por ter ajudado os empregadores a discriminar os candidatos com base no género. Nos Estados Unidos, o Facebook está a ser acusado de ajudar os empregadores a …

Trabalhadores defendem corticeira que "castigou" funcionária. "Está a aprender"

Cerca de 20 trabalhadores da corticeira Fernando Couto, em Paços de Brandão, Santa Maria da Feira, consideram que "a empresa está a ser enxovalhada injustamente", depois das denúncias feitas por uma trabalhadora que diz ter …

"Toupeira" do Benfica passa a prisão domiciliária

O funcionário judicial suspeito de passar informações ao Benfica vai ser libertado, esta quarta-feira, passando para prisão domiciliária com pulseira eletrónica. Segundo o Jornal de Notícias, o tribunal decidiu alterar a medida de coação de José Augusto …