NASA regista mais fogos em África do que na Amazónia

Paulo Cunha / Lusa

Com o mundo de olhos postos na Amazónia, por causa das chamas que a devoram, um artigo da agência Bloomberg veio lembrar a situação em vários países do centro-sul de África, referindo que o número de incêndios é maior em lugares como Angola ou na República Democrática do Congo.

A notícia, citada pelo Expresso, refere dados do satélite MODIS (Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer), da NASA, e apresenta os números: durante um período de dois dias no decorrer da última semana registaram-se 6.902 incêndios em Angola e 3.395 incêndios no Congo, tendo deflagrado 2.127 incêndios no Brasil.

A comparação foi entretanto criticada pelo ministro da Comunicação Social de Angola. “É um completo ‘nonsense’. Como comparar queimadas, tradicionais nesta região, com o incêndio da maior floresta do mundo?”, escreveu João Melo no Twitter.

Numa outra publicação, o ministro reconheceu as queimadas como “um problema, que precisa de ser resolvido”, mas chama “brincadeira” ao facto de se “confundir fotos de capim a arder na nossa região com incêndios massivos em florestas”. “Misturar isso com politiquice barata, é pior ainda. Lamentável”, acrescentou.

Depois de na segunda-feira ter anunciado que os líderes do G7 – Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos – vão contribuir com uma ajuda de emergência de mais de 20 milhões de euros para o combate dos incêndios na floresta amazónica, o Presidente francês chamou também a atenção para os incêndios africanos.

Emmanuel Macron usou o Twitter para admitir que está a considerar “a possibilidade” de lançar uma iniciativa semelhante para garantir ajuda também para este continente.

Uma vez que os mapas da NASA não permitem certezas quanto ao tipo de incêndios em causa no território africano, há a desconfiança que muitos resultam do facto de os agricultores cortaram parte da vegetação e atearam fogo ao resto, para limpar a terra a fim de a poderem plantar.

A técnica de cultivo é controversa, pois os ambientalistas alertam que esta pode levar ao desmatamento, à erosão do solo e à perda de biodiversidade. Mas é a maneira mais barata de limpar o terreno, lembra um artigo da BBC, e tem a vantagem de as cinzas fornecerem nutrientes para futuras plantações.

A prática acontece todos os anos antes da estação das chuvas, que deve começar em Angola e na República Democrática do Congo já em setembro.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo recorde: SNS24 recebeu mais de 23 mil chamadas só esta segunda-feira

O centro de contactos SNS24 bateu um novo recorde de atendimentos no dia 19 de outubro, com 23.373 chamadas atendidas, revelaram os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) ao Público. Os picos de chamadas …

Israel descobre túnel escavado desde a Faixa de Gaza

"O túnel, com várias dezenas de metros de comprimento, foi escavado em Khan Younès, no sul da Faixa de Gaza, e entra no território israelita", afirmou o porta-voz do exército, Jonathan Conricus, durante uma conferência …

Lei aprovada no Parlamento pretende facilitar prescrições de multas a partidos políticos

O projeto foi aprovado na generalidade no Parlamento, e está em discussão na especialidade. A Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) teme os efeitos da nova legislação sobre as prescrições de multas a partidos …

Noiva de Khashoggi processa príncipe herdeiro saudita

Hatice Cengiz, noiva de Jamal Khashoggi, colocou um processo contra o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman e outros alegados mentores do assassínio. A noiva do jornalista Jamal Khashoggi, assassinado na Turquia em outubro de …

Papa Francisco defende pela primeira vez uniões de facto para casais homossexuais

O Papa Francisco defendeu a regulação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, afirmando que os homossexuais têm direito a constituir família. "Homossexuais têm o direito de constituir família. São filhos de Deus", defendeu o …

“Uma desgraça completa”. Ex-ministro do PSD arrasa atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia

O antigo governante do PSD Fernando Leal da Costa acusou esta quarta-feira o Ministério da Saúde de “falta de liderança” na gestão da pandemia de covid-19, e falou até de “uma desgraça completa” do ponto …

Ministro defende que investimento nas Forças Armadas “é tão relevante” como na saúde

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, destacou o papel das Forças Armadas no combate à pandemia de covid-19 e defendeu que o investimento público nesta área “é tão relevante” quanto na saúde ou …

Giro. João "Rosa" Almeida segura liderança da geral

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) manteve esta quarta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, numa 17.ª etapa ganha pelo australiano Ben O'Connor (NTT). O'Connor, de 24 anos, cumpriu os 203 quilómetros entre Bassano del …

Investimento público atinge máximo de uma década em 2021

Dados do relatório do Orçamento do Estado mostram que o Governo conta terminar 2020 com um investimento público de 4.884 milhões de euros (75 milhões de euros a menos do que a previsão do Orçamento …

Audições urgentes pedidas pelo PS sobre StayAway Covid são por escrito ou em dezembro

O Parlamento aprovou, esta terça-feira, a audição de entidades e personalidades sobre a obrigatoriedade da aplicação Stayaway Covid, proposta pelo PS, "com caráter de urgência", por escrito ou em dezembro, após o debate do Orçamento …