NASA revela dados surpreendentes sobre o interior de Júpiter

Quatro novos estudos, baseados em dados fornecidos pela sonda espacial Juno, revelam detalhes surpreendentes sobre a dinâmica e estrutura do interior de Júpiter.

Até ao momento, pouco se sabia sobre o que se encontra no interior daquele que é o maior planeta do Sistema Solar. Dados fornecidos pela sonda espacial Juno, que se encontra na órbita de Júpiter desde 2016, estão a revelar dados surpreendentes sobre a dinâmica e estrutura do interior deste planeta.

Pouco se sabia, pelo menos até agora, o que escondiam as densas nuvens vermelhas, castanhas, brancas e amarelas de Júpiter.

“A Juno foi concebida para olhar além dessas nuvens” disse Yohai Kaspi, professor de ciências planetárias no Instituto de Ciência Weizmann, em Israel, que liderou uma parte da investigação apoiada nas novas medições sobre a gravidade em Júpiter, obtidas pela sonda da NASA.

Segundo Luciano Less, engenheiro aeroespacial da Universidade Sapienza de Roma (Itália), que também coordenou uma parte do trabalho, os investigadores só tinham conseguido “obter informação a partir da órbita de Júpiter”, um planeta gasoso sem qualquer superfície sólida.

De acordo com o Público, a equipa de Less dedicou-se a estudar as informações de Juno sobre o campo gravitacional de Júpiter que varia de um polo para outro do planeta. Os dados foram analisados e publicados em quatro estudos na Nature.

A equipa, liderada por Alberto Adriani, do Instituto de Astrofísica e Planetologia Espacial em Roma e principal autor de um artigo, chegou à conclusão que os conhecidos ciclones nos polos de Júpiter formam padrões poligonais persistentes.

No polo Norte, oito ciclones circumpolares rodam em torno de um único ciclone, enquanto o ciclone polar Sul é rodeado por cinco desses ciclones. No entanto, apesar de agora sabermos que estão lá, as origens destes ciclones e a forma como persistem sem se fundirem permanecem desconhecidas.

Além disso, os dados mostram que à medida que passamos a superfície em direção ao interior, o gás de Júpiter (é composto 99% por hidrogénio e hélio) torna-se ionizado e transforma-se num líquido metálico quente e denso.

O seu interior mais profundo é composto por uma mistura de hidrogénio fluido com hélio, que roda como se fosse um corpo sólido. “O centro pode conter um núcleo feito de rochas de alta pressão e alta temperatura e talvez água, mas acredita-se que seja fluido, não sólido”, afirma Tristan Guillot, cientista da Universidade de Côte d’Azur, em Nice, França.

Foi também verificada uma ligeira assimetria entre entre o campo gravitacional dos hemisférios Norte e Sul, graças às correntes de jatos do planeta, que estão associadas às riscas que caracterizam a sua superfície. Segundo Kaspi, quanto mais profundos os fluxos, mais massa têm.

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar. Mede cerca de 143 mil quilómetros de diâmetro no seu equador, sendo grande o suficiente para que nele caibam 1300 Terras.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …