NASA quer diminuir a intolerância ortostática dos astronautas

NASA

Astronauta Mike Hopkins no exterior da Estação Espacial Internacional (ISS)

Astronauta Mike Hopkins no exterior da Estação Espacial Internacional (ISS)

A NASA e a BSN Medical, uma empresa de terapia integrada, estão a desenvolver uma roupa especial com compressão, que deverá proteger os astronautas da intolerância ortostática, uma reação comum que ocorre quando regressam à Terra.

Os astronautas que vivem no espaço precisam de se adaptar fisiologicamente ao ambiente que os rodeia, o que pode originar alguns problemas quando regressam ao nosso planeta, como mudanças no equilíbrio, falta de coordenação e diminuição da força muscular.

De acordo com um estudo divulgado pela NASA, cerca de 83% dos astronautas que estiveram mais de um mês no espaço sentiram esses efeitos negativos.

A tolerância ortostática é avaliada através da análise da pressão arterial e o batimento cardíaco do astronauta, depois de estar em dez minutos em repouso e 20 minutos de pé.

Desde 2009, cientistas do Laboratório Cardiovascular e de Visão do Centro Espacial Johnson da NASA têm examinado os benefícios de diferentes meias de compressão na intolerância ortostática pós-missão espacial.

Através dessa investigação, vários engenheiros da BSN Medical desenvolveram uma roupa constituída por três peças, até à cintura, com tecido compressivo e elástico.

“A eficácia da roupa foi comprovada em testes em pessoas saudáveis que permaneceram deitadas por 14 dias, como se estivessem no espaço”, afirmou a empresa.

Atualmente, a roupa está a ser testada em astronautas que regressam de missões que duram entre quatro e seis meses na Estação Espacial Internacional (ISS).

O teste exige que o astronauta se levante rapidamente de uma cadeira, pare por 3,5 minutos e ande em linha reta ou com pequenos obstáculos.

Apesar de só alguns astronautas terem usado a roupa de compressão durante o teste, a empresa revela que os resultados observados até agora são promissores.

“As exigências de um voo espacial causam stress psicológico nos astronautas, e as nossas roupas têm aliviado a intolerância ortostática após um voo espacial” disse Felix Dahm, vice-presidente executivo de Inovação e Desenvolvimento Estratégico da BSN Medical, citado pela Market Wired.

“Temos uma equipa de engenheiros bastante empenhados em melhorar as terapias de compressão, uma experiência que também ajuda a prever certos efeitos adversos de um voo espacial” sublinhou.

A empresa pretende, para além das missões espaciais, ajudar outras pessoas que enfrentam problemas como a intolerância ortostática, uma vez que as roupas desenvolvidas para os astronautas podem também minimizar os problemas de quem sofre regularmente de queda de pressão repentina.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …

Novo surto em lar de Beja e 90 alunos em isolamento em Famalicão

Um surto de covid-19 identificado no Lar de Idosos do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, já infetou 31 pessoas, sendo 24 utentes e sete funcionários, divulgou a Unidade Local de Saúde do …

Mais de 600 anos depois, encontram-se (várias) semelhanças entre a covid-19 e a peste negra

Numa altura em que o vírus da covid-19 se tem espalhado por todo o mundo, as comparações com outras doenças pandémicas são inevitáveis. Um exemplo disso foi a peste negra que em 1348 fez com …

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito Presidente de Chipre do Norte

O nacionalista Ersin Tatar, apoiado pela Turquia, foi no domingo eleito "Presidente" da autoproclamada República Turca de Chipre do Norte (RTCN), numa vitória surpreendente face ao dirigente cessante, Mustafa Akinci, anunciou o conselho eleitoral. Com 51,74% …

China alerta que detectou coronavírus vivo numa embalagem de comida congelada

O Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças da China alerta que detectou amostras vivas do novo coronavírus em embalagens de comida congelada, pelo que estas podem ser um veículo de contágio. Já tinham sido …