/

Não são só os lagartos. Os jacarés também são capazes de regenerar a sua cauda

Os jovens jacarés americanos (Alligator mississippiensis) têm a capacidade de regenerar as suas caudas até 18% do comprimento total do seu corpo, concluiu uma nova investigação da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos.

“O que torna o jacaré americano interessante, além do seu tamanho, é que a cauda crescida exibe sinais de regeneração e cicatrização de feridas dentro da mesma estrutura”, disse Cindy Xu, uma das autoras do estudo, em comunicado reproduzido pelo EurekaAlert.

“O recrescimento de cartilagem, vasos sanguíneos, nervos e escamas foram consistentes com estudos anteriores de regeneração da cauda de lagartos levados a cabo nos nossos laboratórios e em outros”, continuou a especialista.

“No entanto, ficamos surpreendidos ao descobrir tecido conjuntivo semelhante a uma cicatriz no lugar do músculo esquelético na cauda de jacaré novamente crescida (…) Futuros estudos comparativos serão importantes para entender porque é que a capacidade regenerativa é variável entre os diferentes grupos de répteis e animais”.

Os autores do novo estudo esperam que estes resultados ajudem a descobrir novas abordagens terapêuticas para ajudar a curar lesões e tratar doenças, como a artrite.

“Se entendermos como diferentes animais são capazes de reparar e regenerar tecidos, este conhecimento pode ser aproveitado para desenvolver terapias médicas”, disse a co-autora do estudo Rebecca Fisher, citada na mesma nota de imprensa.

Os resultados do estudo foram publicados recentemente na revista Scientific Reports.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.