Nanopartículas de ouro são a esperança dos novos medicamentos contra o cancro

(dr) UNIGE

Linfócitos B (azul e verde) e nanopartículas de ouro (vermelho)

As nanopartículas de ouro podem ser pequenas o suficiente para atravessar a barreira hematoencefálica, o que permite que os fármacos antitumorais sejam entregues diretamente às células cancerígenas.

A tecnologia está a revolucionar muitas tecnologias e setores industriais, nomeadamente a medicina. No entanto, especialmente nesta área, é preciso ter e conta a segurança e o efeito que estas tecnologias têm sobre o sistema imunológico humano.

Ao testar uma variedade de nanopartículas de ouro, cientistas da Universidade de Genebra (UNIGE), em colaboração com o Centro Nacional de Competência em Pesquisa “Bio-inspired Materials” e Swansea University Medical School, no Reino Unido forneceram a primeira evidência do impacto das nanopartículas sobre os linfócitos B – as células imunitárias responsáveis pela produção de anticorpos.



Os investigadores esperam que o uso nanopartículas de ouro melhore a eficácia dos produtos farmacêuticos, limitando os possíveis efeitos secundários. Os resultados, publicados recentemente na ACS Nano, levarão ao desenvolvimento de novas terapias, especialmente no campo da oncologia.

Os linfócitos B são uma parte crucial do sistema imunológico e, portanto, um alvo interessante para o desenvolvimento de vacinas preventivas e terapêuticas. No entanto, para atingir o seu objetivo, as vacinas devem atingir rapidamente os linfócitos B sem serem destruídos, o que torna o uso de nanopartículas particularmente interessante.

Na prática, as nanopartículas podem formar um veículo de proteção para vacinas, ao administrá-las onde podem ser mais eficazes, sem afetar outras células. Este objetivo também permite o uso de uma dose menor de imunoestimulantes, mantendo uma resposta imulonológica eficaz.

Sempre que as nanopartículas são inofensivas para todas as células do sistema imunológico, aumentam a eficácia e reduzem os efeitos colaterais, explica Carole Bourquin, co-autora do artigo científico, citada pelo Tech Explorist.

Em relação ao ouro, os cientistas dizem que é “um excelente candidato” para a nanomedicina, devido às suas propriedades físico-químicas particulares. Bem tolerado pelo corpo e facilmente maleável, este metal tem, por exemplo, a peculiaridade de absorver luz e depois libertar calor, uma propriedade que pode ser explorada em oncologia.

“As nanopartículas de ouro podem ser usadas para tratar tumores. Quando expostas a uma fonte de luz, elas libertam calor e destroem as células cancerígenas próximas. Além disso, podemos anexar um medicamento à superfície das nanopartículas para ser libertado num local específico”, adiantou a cientista.

Sandra Hocevar, outra autora do estudo, referiu que, para testar a segurança e a melhor fórmula para uso médico destas nanopartículas de ouro, os cientistas criaram esferas dourados, com e sem revestimento de polímero, assim como hastes de ouro para explorar os efeitos do revestimento e da forma. Depois, expuseram linfócitos B humanos às partículas durante 24 horas, de modo a analisar a ativação da resposta imune.

Seguindo os marcadores de ativação expressos na superfície das células B, os cientistas foram capazes de determinar até que ponto as nanopartículas ativaram ou inibiram a resposta imune. Embora nenhuma das nanopartículas testadas tenha demonstrado efeitos adversos, a sua influência na resposta imune diferiu dependendo de sua forma e da presença de um revestimento.

As partículas esféricas não revestidas são facilmente adicionadas e, portanto, não são adequadas para uso biomédico. Por outro lado, as esferas de ouro revestidas com um polímero protetor são estáveis e não afetam a função dos linfócitos B. “Podemos facilmente colocar a vacina ou a medicação que será administrada aos linfócitos B nesta camada”, diz Bourquin.

As nanopartículas de ouro desenvolvidas pela equipa poderiam possibilitar a administração direta de fármacos aos linfócitos B para reduzir a dose necessária e possíveis efeitos colaterais. Atualmente, já estão em curso estudos em pacientes para o tratamento de tumores cerebrais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …

Novo vídeo mostra morcegos vivos em laboratório de Wuhan (e adensa o mistério sobre a origem da pandemia)

Para já, é possível afirmar que o consenso científico aponta para a origem zoonótica do novo coronavírus, que confirma a versão chinesa de que o patógeno passou de morcegos para um animal e desse para …

Canal 11 anuncia jogos que não transmite (e avisou 5 minutos antes)

Sucedem-se os casos de jogos de futebol que, apesar de estarem inseridos na programação oficial do canal, não são transmitidos, ou são transmitidos noutro dia. Último caso aconteceu em Varzim. O Canal 11 revolucionou a transmissão …

Quadro clínico do candidato do PS à Câmara de Viseu “agrava-se substancialmente”

No domingo, João Azevedo foi internado na unidade de cuidados intensivos coronários do Centro Hospitalar Tondela-Viseu devido a um problema cardiovascular e o estado de saúde agravou-se nas últimas horas. A situação clínica do candidato do …

Turquia 0-2 País de Gales | Rumo aos “oitavos” à boleia de Bale

O País de Gales venceu hoje a Turquia por 2-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A do Euro2020 de futebol, disputado em Baku, no Azerbaijão, ficando mais perto dos oitavos de final. Num jogo …

É impossível fiscalizar novas regras da DGS para eventos familiares. "Tem de ser na base da denúncia"

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) passou a recomendar a realização de testes à covid-19 em eventos familiares com mais de dez pessoas, como casamentos e baptizados. Mas para fiscalizar esse tipo de situações, só "na …

Aprovado prolongamento de apoios às rendas até ao final do ano

Os apoios às rendas foram concedidos no ano passado, para fazer face às dificuldades criadas pela pandemia de covid-19. A comissão parlamentar de Economia aprovou, esta quarta-feira, o prolongamento dos apoios às rendas habitacionais e comerciais …

PSD volta a apresentar queixa à CNE contra Rui Moreira

Esta quarta-feira, o PSD/Porto acusou o movimento independente liderado por Rui Moreira de enviar informação da apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal "para emails institucionais" do município, acrescentando que vai apresentar queixa à Comissão …

Para Rio, as críticas de Ana Catarina Mendes são de "quem não tem nada para dizer"

As águas entre o PS e o PSD estão agitadas, depois da troca de galhardetes entre o presidente social-democrata, Rui Rio, e a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes. Depois de ter sido acusado por …