Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um “pretexto” para enviar armas nucleares para o Espaço

NASA HQ PHOTO / Flickr

O diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin.

Bombardear Marte para tornar o planeta habitável para humanos é a solução de Elon Musk, que já tinha sido mencionada anteriormente pelo empresário norte-americano. O uso de bombas nucleares no Planeta Vermelho, segundo alguns especialistas, poderia fundir as calotas polares e libertar grandes quantidades de dióxido de carbono para a atmosfera.

Isto permitiria criar uma espécie de efeito de estufa, que acabaria por aumentar a temperatura e a pressão atmosférica do planeta. Teoricamente, estas condições tornariam o planeta habitável para seres humanos.

No entanto, o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin, não acredita no plano de Musk e considera que os Estados Unidos podem valer-se dele como pretexto para enviar armas nucleares para o Espaço. No fundo, segundo o The Moscow Times, por trás deste plano mirabolante do empresário, estão interesses estratégicos siderais norte-americanos.

“É pouco provável que se consiga explodir Marte, mas o pretexto para lançar uma arma termonuclear no Espaço é óbvio”, escreveu Rogozin, no Twitter, no dia 18 de maio. Na sua opinião, os Estados Unidos estão a enveredar por um caminho de “militarização do Espaço”.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. De que servirá enviar armas para o espaço se as que cá estão em baixo são suficientes para acabar com a vida na terra em poucos minutos? Talvez porque a incapacidade da Rússia em poder acompanhar a tecnologia que outrora rivalizava com os americanos foi chão que deu uvas, seja a razão de estarem a estrebuchar.

    • Porque o Trump acabou de criar o braço militar espacial, a Space Force. Ele quer militarizar o espaço e colocar armas no espaço. Não me admirava nada que o Musk baixasse as calças ao Trump, e que levasse algumas armas lá para cima, para depois ter garantias de prestar serviços ao exército e Nasa. Tudo interesses de milhões meu rapaz. O dinheiro é que manda.

  2. Bombardear Marte para tornar o planeta habitável para humanos? Andam a ‘brincar’ com o fogo. Os seres vivos, de que nós os humanos fazemos parte, temos o planeta Terra como nossa casa e o que precisamos é tratar bem da nossa casa de modo a todos os habitantes desta casa terem uma vida digna. Afinal, não é isto que qualquer família pretende para os seus familiares?
    Esta pretensão ‘cheira-me’, infelizmente, a uma caraterística que muitos de nós temos, isto é, nunca nos damos por satisfeitos com o que temos……… somos GANANCIOSOS. Aproveitemos as fantásticas descobertas que fizemos e vamos fazendo, nomeadamente a energia nuclear para o bem do homem, que habitou e habita este fantástico planeta, designado TERRA. Somos uns felizardos por podermos viver neste planeta, a TERRA.

  3. Acredito plenamente que os estado unidos apesar de quererem ser os donos do mundo tambem queiram ser do espaço
    Colocar bombas nucleares no espaço tornam os estados unidos mais poderosos que o que ja sao os que seria um grande risco para a humanidade e o planeta

RESPONDER

Centenas de pessoas protestam em Barcelona contra a prisão de Puigdemont em Itália

Centenas de pessoas reuniram-se próximo do consulado italiano em Barcelona em protesto contra a prisão de Carles Puigdemont. Centenas de pessoas reuniram-se esta sexta-feira próximo do consulado italiano em Barcelona, guardado por um forte dispositivo da …

Portugal com mais 9 mortes e 757 casos de covid-19

Portugal registou 757 novos casos e nove mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …

EUA comprometem-se a tomar medidas concretas para resolver diferenças com França

Os Estados Unidos continuam a tentar resolver as diferenças com a França na sequência da crise dos submarinos, com o secretário de Estado a admitir que Washington terá de tomar medidas concretas para reconquistar a …

Portugueses suspeitos de violação em Espanha vão ser libertados

Depois de um recurso inicial ter sido rejeitado por perigo de fuga, um tribunal de instância superior aceitou o pedido de libertação dos dois portugueses que estavam em prisão preventiva desde Julho. Vão ser libertados esta …

Administração da insolvência defende a viabilização da Dielmar

As manifestações de interesse na compra da Dielmar devem ser apresentadas até à próxima segunda-feira. A assembleia de credores está marcada para 6 de Outubro. Segundo revela uma fonte próxima ao Jornal Económico, o administrador da …

FBI emite mandado de detenção a Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito

O namorado de Gabby Petito desapareceu três dias depois da jovem também ter sido dada como desaparecida. O jovem de 23 anos está também a ser acusado de fraude bancária. O FBI emitiu esta quarta-feira um …

Cavidade gigante no espaço lança nova luz sobre a formação estelar

Astrónomos que analisaram mapas 3D das formas e tamanhos de nuvens moleculares próximas descobriram uma cavidade gigantesca no espaço. O vazio em forma de esfera, descrito na revista The Astrophysical Journal Letters, abrange cerca de 150 …

Professor que fazia vídeos obscenos foi suspenso

O Ministério da Educação suspendeu o professor de Economia e Direito da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, que terá um canal de YouTube com vídeos obscenos. O docente da Secundária Eça de …

Bolsonaro quis apostar caixa de uísque com Boris Johnson por “anticorpos”

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, revelou na quinta-feira que tentou "apostar uma caixa de uísque" com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alegando ter mais anticorpos para a covid-19 do que o britânico. A sugestão …

Sondagens, sondagens, sondagens. O que esperar da noite eleitoral

Para além do poder local, muito está em jogo nas próximas eleições autárquicas, com algumas direções nacionais a fazerem depender o seu futuro do resultado alcançado no domingo. Enquanto as urnas não abrem, uma ronda …