Cientistas defendem: se existirem mundos paralelos, há vida inteligente lá

(dr) Universal Studios

Imagem retirada do filme E.T., de 1982, do realizador Steven Spielberg

Se há uma grande probabilidade de existir vida inteligente, porque é que ainda não encontramos nenhum extraterrestre? Talvez possam estar num universo paralelo, defende uma equipa internacional de investigadores.

Uma equipa internacional, composta por investigadores da Inglaterra, Austrália e Holanda, realizou um estudo no qual defende que há probabilidade de existir vida alienígena caso exista uma universo paralelo (mesmo que esse universo seja recheado de energia escura).

Esta teoria – a de que o nosso universo é apenas um de muitos – é conhecida como a “teoria do multiverso“.

Esta teoria poderá ser uma boa explicação para o “paradoxo de Fermi”. Na década de 1950, o italiano Enrico Fermi argumentou que há uma contradição entre a alta probabilidade de existir vida alienígena e a total falta de provas concretas de que a vida inteligente já evoluiu fora do nosso planeta.

Se há uma elevada probabilidade de existir vida inteligente, porque é que ainda não encontramos nenhum extraterrestre até hoje? Talvez possam estar num universo paralelo.

O grupo de cientistas defende que, se tais universos paralelos existirem, não precisam de ser necessariamente iguais ao nosso, até porque teriam que atender a um conjunto rigoroso de critérios para permitir a formação de estrelas, galáxias e planetas que promovem a vida.

No mais recente estudo, publicado na Monthly Notices da Royal Astronomical Society, os cientistas realização simulações de computador para construir novos universos sob várias condições.

Com esta experiências, descobriram que as condições para existir vida podem ser mais amplas do que pensávamos, especialmente quando se trata da atração misteriosa da energia escura.

Em várias experiências, a equipa usou uma programa para simular o nascimento, a evolução e a eventual morte de vários universos hipotéticos. Em cada simulação, os cientistas ajustaram a quantidade de energia escura.

A equipa concluiu que, mesmo em universos com 300 vezes mais energia escura do que o nosso, a vida evoluiu. Esta é uma boa notícia para os fãs da vida extraterrestre e para os admiradores da teoria do multiverso.

Energia escura: um problema?

A energia escura é uma força invisível do nosso universo. Enquanto a gravidade puxa a matéria para mais perto, a energia escura empurra-a para longe. Graças ao impulso constante da energia escura, o nosso universo está a expandir-se e essa expansão está a tornar-se cada vez mais rápida.

Os cientistas não sabem exatamente o que é a energia escura ou como funciona, sabem apenas que é muito abundante. Quase 70% da energia em massa do nosso universo pode ser feita de energia escura.

Alguns cientistas defendem que é uma propriedade intrínseca do espaço – o que Einstein chamou de constante cosmológica -, mas outros consideram que é uma força fundamental com regras dinâmicas próprias, chamada quintessência. Ainda assim, há quem ache que a energia escura não é real.

De qualquer forma, os investigadores acreditam que, se vivêssemos num universo com muita energia escura, o espaço poderia expandir-se muito mais rápido do que a própria formação de galáxias.

Já num universo com pouca energia escura, a gravidade descontrolada poderia provocar o colapso de todas as galáxias antes sequer de existir vida.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas quem é que disse que nunca encontraram ets??
    Todos os humanos são descendentes de ets, se foram seres de outros planetas que nos modificaram geneticamente, então não temos origem neste.
    P.S.- a matéria escura não existe, é outra coisa(quântica).

RESPONDER

NASA gravou acidentalmente a explosão de um cometa a aproximar-se do Sol

Astrónomos usaram dados do telescópio espacial TESS para estudar a explosão de um cometa durante a sua aproximação ao Sol. A investigação resultou num artigo publicado em novembro na revista científica Astrophysical Journal Letters. Foi a …

Objeto de Hoag é uma galáxia dentro de uma galáxia (que está dentro de outra galáxia)

Se observar atentamente a Constelação da Serpente poderá ver uma galáxia dentro de uma galáxia que, por sua vez, está dentro de outra galáxia. Este grande mistério do Universo é conhecido como Objeto de Hoag. Descoberto …

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …