Mulheres sauditas vão poder alistar-se no exército

Pela primeira vez, as mulheres sauditas podem juntar-se às forças armadas do reino, ultraconservador, depois de ter sido lançado um vasto programa de reformas económicas e sociais, anunciou esta quarta-feira o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Riade aumentou recentemente o número de decisões a favor das mulheres num país que aplica uma versão rigorosa do Islão, mas as organizações de defesa dos direitos humanos acusam a Arábia Saudita de reprimir simultaneamente mulheres ativistas.

“É um novo passo em direção à emancipação”, referiu, através de uma mensagem no Twitter o ministério, acrescentando que as mulheres só poderão tornar-se soldados de primeira classe, cabos ou sargentos. A Arábia Saudita já havia autorizado as mulheres a juntarem-se às forças de segurança no ano passado.

Sob a liderança do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, foram iniciadas várias reformas para conceder direitos às mulheres nos últimos anos, tais como a permissão para conduzir ou viajar para o exterior sem o consentimento prévio do “guardião” (pai, marido, filho ou outro parente masculino).

Durante o mesmo período, uma onda de repressão atingiu vários ativistas de direitos humanos, continuando alguns deles detidos, como é o caso do ativista Loujain al-Hathloul. Desde a queda nos preços de petróleo nos últimos cinco anos, a Arábia Saudita, o maior exportador, tem tentado melhorar a imagem no exterior para atrair investidores e turistas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …