Mulher paga 16 mil euros à Câmara de Cabeceiras de Basto por incendiar escola cinco vezes

A mulher que em 2017 ateou cinco incêndios numa escola de Cabeceiras de Basto vai pagar 16 mil euros ao município e terá de se submeter a tratamento psiquiátrico, disse nesta terça-feira fonte camarária.

Esta quarta-feira, no Tribunal Judicial de Guimarães, foi lido o acórdão, tendo a arguida sido condenada a quatro anos de prisão, com pena suspensa.Para a suspensão da pena, a arguida terá de se submeter a tratamento psiquiátrico. A indemnização de 16 mil euros foi entretanto acordada entre as partes.

Inicialmente, fonte do município tinha dito que não chegou a haver acórdão, uma vez que as partes teriam chegado a acordo e o procedimento criminal ficara sem efeito. Na primeira sessão do julgamento, a arguida, de 37 anos, que na altura dos factos trabalhava na escola como assistente operacional, confessou os crimes, alegando que atuou num quadro depressivo e que sentia “fascínio pela confusão” que gerava.

Acrescentou que, logo após atear os fogos, era ela própria quem se encarregava de os tentar apagar ou de pedir ajuda. Disse que, na altura, estava descompensada, porque tinha deixado de tomar a medicação para a depressão, por ser “muito cara” e atravessar problemas financeiros.

Sublinhou que nunca quis provocar danos materiais ou humanos e que nunca quis prejudicar a Câmara, lembrando que, na altura, ela própria tinha um filho a estudar na escola em questão. “Era um impulso forte que não conseguia controlar, uma coisa estranha. Não queria que o fogo se alastrasse, não queria magoar ninguém, era só mesmo pelo fascínio por aquela confusão toda”, acrescentou.

Os factos reportam-se a 2017, tendo três incêndios sido registados em março, no Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos, em Cabeceiras de Basto. A arguida deixou de trabalhar na escola, mas regressou em setembro, mês em que se registaram novos focos de incêndio.

Duas salas ficaram completamente destruídas, havendo ainda registo de vário equipamento consumido pelas chamas. Face a esta situação, e suspeitando de problemas relacionados com a questão elétrica, a Câmara decidiu pedir estudos a várias entidades externas, tendo entretanto mantido a escola encerrada.

Durante mais de um mês, os mais de 350 alunos que frequentavam aquele centro escolar foram deslocados para outras escolas. A arguida fora, entretanto, colocada a trabalhar na Piscina do Arco de Baúlhe, onde se voltaram a registar incidentes do mesmo género, nomeadamente envolvendo o carro de serviço de um vereador.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …

Jasper Cillessen muito perto da baliza do Benfica

O guarda-redes do Barcelona Jasper Cillessen está muito perto de reforçar a baliza do Benfica, escreve o jornal Record esta quarta-feira. De acordo com o desportivo, o negócio ronda os 20 milhões de euros. O Benfica …

Brexit. Demissão no Governo deixa Theresa May por um fio

A ministra dos Assuntos Parlamentares britânica, Andrea Leadsom, anunciou esta quarta-feira a demissão do Governo em desacordo com o plano da primeira-ministra, Theresa May, para tentar aplicar o ‘Brexit'. "Não acreditamos que sejamos um Reino Unido …