/

“Mulher-Fantasma” assombra parque público (e a culpa é do vento)

1

Os nova-iorquinos andam assombrados com o que dizem ser uma mulher-fantasma esculpida numa árvore, num parque público. Mas não há aqui nada de sobrenatural, é tudo fruto da mãe natureza.

Quem passar distraído pelo Parque Durand-Eastman, localizado entre Rochester e Irondequoit, no Estado de Nova Iorque, nos EUA, ficará assustado com o que parece uma imagem fantasmagórica de uma mulher a sair do tronco de uma árvore.

Mas afinal, não há razões para temores e é apenas, um efeito destruidor da mãe natureza, mais propriamente de uma vaga de ventos fortes.

Os visitantes do parque associam o espectro esculpido na árvore à chamada “White Lady” (“Dama de Branco”) ou “Senhora do Lago”, uma velha lenda que remonta ao Século XIX.

Conta essa lenda que o fantasma de uma mulher divaga pelo parque à procura da sua filha que foi assassinada por um grupo de bandidos ou pelo namorado. Também se diz que essa mulher-fantasma terá morrido devido ao desgosto ou que se terá suicidado com o desespero pela perda da filha.

A história é tão famosa que até deu origem ao filme “Lady in White” (1988), realizado por Frank LaLoggia e com um elenco de actores pouco conhecidos.

Ao longo dos anos, houve várias pessoas a dizerem ter visto essa mulher-fantasma no parque e agora, esta escultura na árvore vai “reacender o interesse” e levar “uma nova geração de procuradores de espectros” ao parque, prevê o director do Departamento que gere o espaço, Larry Staub, em declarações ao Democrat & Chronicle.

Mas é certo que não há nada de fantasmagórico na imagem da árvore. “Posso assegurar que é natural”, assegura Larry Staub, sublinhando que foi o vento que arrancou parte da madeira da árvore, esculpindo nela, por coincidência, a “Dama de Branco”.

O que é certo no entanto é que muitos visitantes continuam a aparecer no parque para tirar fotografias e fazer vídeos da insólita imagem – e os adeptos das teorias da conspiração certamente que descartam qualquer tese de coincidência.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE