/

Morte de menina de 8 anos em Hospital da Madeira investigada

O Governo Regional da Madeira anunciou a abertura de um inquérito para apurar as causas da morte de uma criança de 8 anos no Hospital Doutor Nélio Mendonça, no Funchal. A menina morreu um dia depois de ter sido assistida na mesma unidade e de lhe ter sido dada alta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O caso é relatado pelo Diário de Notícias da Madeira (DN Madeira) que avança que a criança foi, pela primeira vez, ao hospital no sábado devido a um quadro de febre alta, vómitos e desmaios. Acabou por ter alta, com a prescrição de um medicamento, considerando-se que estaria em causa uma virose.

Um dia depois e uma vez que não melhorou, a criança foi levada ao Serviço de Urgência do Centro de Saúde de Machico, o mais próximo da área de residência dos pais. “O caso foi diagnosticado como de enorme gravidade e a criança foi evacuada para o Hospital do Funchal, onde viria a falecer na sala de triagem”, relata o DN Madeira.

Ela terá sofrido uma paragem cardio-respiratória e ainda foi alvo de uma tentativa de reanimação, mas não foi possível salvá-la.

As circunstâncias da morte que ocorreu no domingo à tarde estão agora a ser investigadas, como confirmou o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, em declarações ao DN Madeira. O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) abriu um inquérito para averiguar se houve negligência médica na base da morte.

A realização de uma autópsia poderá ajudar a esclarecer as causas da morte da criança.

Há menos de um mês, uma menina de 12 anos morreu em Almada, após ter ido por duas vezes às urgências da CUF, onde não lhe detectaram uma ruptura do baço.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.