Hospitais “no limite”, maior taxa de mortalidade da Europa e vacinação indevida. Caos português é notícia no NYT

Mário Cruz / EPA

Hospitais sem recursos, filas de ambulâncias intermináveis, uma taxa de mortalidade que ultrapassa todos os países da Europa e vários casos de vacinação indevida. O cenário pandémico em Portugal não é animador e já é notícia do outro lado atlântico.

Para os portugueses não é novidade o caos que a pandemia de covid-19 está a instalar em todos os hospitais do país, mas a notícia também já chegou às páginas de um dos jornais mais conceituados dos EUA – o New York Times.

O jornal norte-americano Portugal evidencia a luta diária que os profissionais de saúde estão a travar e sublinha que o país tem a “maior taxa de mortalidade na Europa”, consequência dos elevados internamentos que os hospitais hospedam, sobretudo “em unidades de cuidados intensivos”.

Lisboa é tida como a cidade mais sobrecarregada. O NYT recorda que as autoridade de saúde têm pedido aos pacientes para tentarem tratar-se em casa – caso seja viável – e sublinha que o Governo português já pediu ajuda a outros países europeus (como é o caso da Alemanha, que a partir de quarta-feira reforça o SNS com profissionais, camas e ventiladores que irão ajudar no combate à covid-19).

O diário dos EUA recorda o sucesso que Portugal teve na “primavera passada” na luta contra o novo cornavírus: “Portugal foi uma das histórias de sucesso da Europa, depois de implementar um confinamento restrito que ajudou a manter o número de mortos bastante baixo, especialmente em comparação com a vizinha Espanha”.

Porém, desde o Natal, o país não tem sido exemplo para nenhum país devido ao aumento de casos e mortes que tem enfrentado nas últimas semanas, e é esta tendência menos positiva que é vincada pelo NYT.

Pedro Siza Vieira, Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, disse, em declarações ao jornal americano, que o país “prevê semanas difíceis”.

O governante português apontou “as férias de Natal” como ponto fulcral para o aumento do número de casos e mortes no país. Siza Vieira admitiu ao NYT que a maior parte dos portugueses não cumpriram as regras importas pelo Governo e isso aumentou a mobilidade em Portugal, o que consequentemente fez disparar as infeções.

Ainda assim, o jornal norte-americano nota que os novos casos estão a desacelerar em Portugal “depois de um confinamento nacional ser implementado em meados de janeiro”.

O New York Times realça o facto de Portugal ter sido, inicialmente, um dos países mais atrasados ​​na Europa a fazer a distribuição de vacinas, e destaca as polémicas dos últimos dias em torno das vacinas – com vários casos de pessoas que estão a ser indevidamente vacinadas, não cumprindo assim o plano que foi definido pelo governo.

Ana Isabel Moura Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tem piada, aqui está a prova para aqueles que defendempor engano, aqui estar a situaçao boa. Pois só alguns acham.Deve ser eu que leio mal.
    Hospitais “no limite”, maior taxa de mortalidade da Europa e vacinação indevida. Caos português é notícia no NYT

RESPONDER

No funeral de Filipe, a família real não vai usar uniformes militares "para evitar envergonhar Harry"

No funeral do duque de Edimburgo os membros da família real não vão usar uniformes militares. A quebra na tradição é justificada como medida "para evitar envergonhar" o príncipe Harry. Segundo o The Sun, a decisão …

FBI diz que grupos radicais dos EUA têm fortes ligações com extrema-direita europeia

O diretor do FBI revela que os radicais norte-americanos são os que têm os laços internacionais mais vastos e que se têm deslocado para se encontrarem com outros ativistas. Os norte-americanos de extrema-direita e com motivações …

Nova espécie de pterossauro revela o polegar opositor mais antigo de sempre

Cientistas descobriram uma nova espécie de pterossauro que viveu durante o período Jurássico e que subia às árvores graças aos seus polegares opositores. Esta característica nunca tinha sido observada nestes animais. De acordo com a rede …

Devido ao sucesso da vacinação, Israel põe fim à obrigatoriedade de uso de máscara no exterior

As autoridades israelitas anunciaram hoje que a partir do próximo domingo acabará a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, medida no quadro do levantamento progressivo das restrições ligadas à pandemia de covid-19. Na primavera de …

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …