Hospitais “no limite”, maior taxa de mortalidade da Europa e vacinação indevida. Caos português é notícia no NYT

Mário Cruz / EPA

Hospitais sem recursos, filas de ambulâncias intermináveis, uma taxa de mortalidade que ultrapassa todos os países da Europa e vários casos de vacinação indevida. O cenário pandémico em Portugal não é animador e já é notícia do outro lado atlântico.

Para os portugueses não é novidade o caos que a pandemia de covid-19 está a instalar em todos os hospitais do país, mas a notícia também já chegou às páginas de um dos jornais mais conceituados dos EUA – o New York Times.

O jornal norte-americano Portugal evidencia a luta diária que os profissionais de saúde estão a travar e sublinha que o país tem a “maior taxa de mortalidade na Europa”, consequência dos elevados internamentos que os hospitais hospedam, sobretudo “em unidades de cuidados intensivos”.

Lisboa é tida como a cidade mais sobrecarregada. O NYT recorda que as autoridade de saúde têm pedido aos pacientes para tentarem tratar-se em casa – caso seja viável – e sublinha que o Governo português já pediu ajuda a outros países europeus (como é o caso da Alemanha, que a partir de quarta-feira reforça o SNS com profissionais, camas e ventiladores que irão ajudar no combate à covid-19).

O diário dos EUA recorda o sucesso que Portugal teve na “primavera passada” na luta contra o novo cornavírus: “Portugal foi uma das histórias de sucesso da Europa, depois de implementar um confinamento restrito que ajudou a manter o número de mortos bastante baixo, especialmente em comparação com a vizinha Espanha”.

Porém, desde o Natal, o país não tem sido exemplo para nenhum país devido ao aumento de casos e mortes que tem enfrentado nas últimas semanas, e é esta tendência menos positiva que é vincada pelo NYT.

Pedro Siza Vieira, Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, disse, em declarações ao jornal americano, que o país “prevê semanas difíceis”.

O governante português apontou “as férias de Natal” como ponto fulcral para o aumento do número de casos e mortes no país. Siza Vieira admitiu ao NYT que a maior parte dos portugueses não cumpriram as regras importas pelo Governo e isso aumentou a mobilidade em Portugal, o que consequentemente fez disparar as infeções.

Ainda assim, o jornal norte-americano nota que os novos casos estão a desacelerar em Portugal “depois de um confinamento nacional ser implementado em meados de janeiro”.

O New York Times realça o facto de Portugal ter sido, inicialmente, um dos países mais atrasados ​​na Europa a fazer a distribuição de vacinas, e destaca as polémicas dos últimos dias em torno das vacinas – com vários casos de pessoas que estão a ser indevidamente vacinadas, não cumprindo assim o plano que foi definido pelo governo.

Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Tem piada, aqui está a prova para aqueles que defendempor engano, aqui estar a situaçao boa. Pois só alguns acham.Deve ser eu que leio mal.
    Hospitais “no limite”, maior taxa de mortalidade da Europa e vacinação indevida. Caos português é notícia no NYT

RESPONDER

John Textor diz que reação da SAD do Benfica é "cómica"

O empresário norte-americano que chegou a acordo com o "rei dos frangos" para comprar 25% da Benfica SAD considera que a reação à sua aproximação é "cómica". Este mês, a Benfica SAD comunicou à Comissão de …

Rio acusa Cabrita de "mentir aos portugueses e no Parlamento" sobre festejos do Sporting

Rui Rio acusou o ministro da Administração Interna de "mentir aos portugueses e mentir no Parlamento" e justificou o motivo que levou o PSD a recorrer à figura da audição potestativa, a que os partidos …

Novo Banco não viu conflito de interesses na proposta sobre Imosteps

O Novo Banco defende que a proposta da Iberis para comprar a dívida da Imosteps, de Luís Filipe Vieira, não configurava conflito de interesses.  O Novo Banco defendeu, numa carta enviada ao Parlamento, que a proposta …

Restaurantes "expressamente proibidos" de guardar comprovativos de testes dos clientes

Os restaurantes dos concelhos em risco elevado e muito elevado, onde é necessário um teste negativo ou o certificado digital por parte dos clientes para poderem entrar, estão "expressamente proibidos" de guardar os comprovativos. A regra …

City pode ter de sacrificar Bernardo Silva para contratar Kane

O médio português poderá ter de ser "sacrificado" pelo Manchester City para financiar a contratação do avançado inglês ao Tottenham. Segundo o The Sun, para garantir a transferência de Harry Kane, o Manchester City terá de …

Não é só o BE, PCP e PAN que têm exigências. PS pressiona Leão com descida de IRS

As exigências para o próximo Orçamento do Estado (OE2022) não chegam apenas do Bloco de Esquerda, PCP e PAN. O PS também as tem e pressiona o ministro das Finanças por uma eventual mexida nos …

Alemanha não tem feito o suficiente para atingir metas do Acordo de Paris, diz Merkel

Chanceler alemã não está satisfeita com os esforços feitos pelo seu país ao longo das últimas décadas, defendendo que é preciso "acelerar o ritmo" para cumprir os objetivos estabelecidos pelo Acordo de Paris. Na tradicional conferência …

Soualiho Meité assina com o Benfica por cinco épocas

O médio francês, que representava o Torino, é o mais recente reforço do Benfica, tendo assinado contrato por cinco temporadas, até 2026, anunciou, esta sexta-feira, o clube das águias. "O Sport Lisboa e Benfica informa que …

Descoberta antiga estrada Romana no fundo da Lagoa de Veneza

Um novo estudo revela novas evidências da presença de uma antiga estrada Romana nas profundezas da Lagoa de Veneza, em Itália. De acordo com o site Science Alert, uma série de estruturas antigas foi descoberta nas …

Costa não vai ao Porto apresentar candidato. Tiago Barbosa Ribeiro desvaloriza (e acena com Santos Silva)

Tiago Barbosa Ribeiro vai apresentar a sua candidatura à Câmara Municipal do Porto no domingo, mas o secretário-geral do partido não vai estar presente. António Costa, secretário-geral do PS, escolheu Vila do Conde para a apresentação …