/

Morreu último infetado com coronavírus MERS na Coreia do Sul

Jeon Heon-Kyun / EPA

-

O último paciente sul-coreano afetado pela Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS) morreu esta quarta-feira, elevando para 38 o número de mortes causadas pelo surto do novo coronavírus, informou o Ministério da Saúde.

O homem, de 35 anos, morreu num hospital da zona norte de Seul, depois de o seu estado de saúde se ter deteriorado devido a complicações causadas por um linfoma do qual já padecia anteriormente, indicou o Ministério da Saúde sul-coreano num comunicado divulgado pela agência local Yonhap.

Tratava-se do último sul-coreano ainda portador do novo coronavírus, cujo surto, que teve início em maio, desencadeou alarme social.

A Coreia do Sul sinalizou 186 casos de MERS, dos quais, 38 foram mortais, e submeteu a diversos graus de quarentena mais de 16 mil pessoas.

O país, que detetou o primeiro caso de MERS em 20 de maio, e dois meses depois declarou-se “livre” da doença, é o segundo com maior número de casos do novo coronavírus, a seguir à Arábia Saudita.

A MERS é considerada um `primo`, mais mortal, mas menos contagioso, do vírus responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

/Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE