/

Morreu Rachael Bland, apresentadora da BBC que anunciou ter poucos dias de vida

bigclittleme / Instagram

A apresentadora da BBC Rachael Bland

A apresentadora da BBC, que tinha anunciado na passada segunda-feira que tinha poucos dias de vida, morreu esta-quarta-feira, aos 40 anos de idade, vítima de um cancro da mama.

Rachael Bland, locutora de rádio da BBC e uma das apresentadoras do podcast “You, Me and the Big C“, morreu, esta quarta-feira, aos 40 anos, quase dois anos depois de ter sido diagnosticada com um cancro da mama.

A apresentadora, que em dezembro de 2016 começou a fazer quimioterapia e se submeteu a uma mastectomia, tinha anunciado, na segunda-feira, que tinha “poucos dias de vida”, despedindo-se do público através das redes sociais.

Recentemente, Bland foi informada de que o cancro se tinha espalhado e que não havia cura possível. “Nas palavras do lendário Frank Sinatra, temo que o momento tenha chegado meus amigos. E de forma repentina. Disseram-me que tenho poucos dias. É muito surreal. Muito obrigada a todos pelo apoio que tenho recebido. A Debs e a Lozz vão continuar o nosso podcast. Au revoir meus amigos“, escreveu no Twitter.

https://twitter.com/Rachael_Hodges/status/1036613470488326144

“A nossa linda e corajosa Rachael morreu pacificamente esta manhã, rodeada da família mais próxima. Estamos desfeitos mas ela haveria de querer que eu agradecesse a todos os que mostraram interesse na sua história e que enviaram mensagens de apoio. Nunca irão saber aquilo que significavam para ela”, escreveu o marido na mesma conta do Twitter.

Num comunicado, Steve Bland descreveu Rachael como “perfeita em todos os sentidos”. “Era uma apresentadora incrivelmente talentosa, assim como uma maravilhosa e amada filha, irmã, tia, sobrinha, esposa e – aquilo que era mais importante para ela – mãe do nosso pequeno e precioso Freddie”, afirmou.

Bland apresentava o podcast da BBC juntamente com Deborah James e Lauran Mahon, que também já passaram por tratamentos contra o cancro. De forma direta e também com algum bom humor, o programa aborda a doença a partir da experiência pessoal das apresentadoras.

“Podemos orgulhar-nos do incrível e incansável trabalho que fez desde que foi diagnosticada, para reduzir o estigma sobre o cancro e provar que é possível viver uma vida plena mesmo tendo de enfrentar enormes desafios todos os dias. No final, mesmo quando o seu corpo estava frágil, a sua voz estava mais forte e poderosa do que nunca”, escreveu ainda o marido.

Rachael Bland também era autora do blog “Big C. Little Me” e apresentadora na BBC há mais de 15 anos. Em agosto, afirmou ao jornal britânico The Sunday Telegraph que não tinha medo de morrer e que estava numa “corrida contra o tempo” para escrever memórias para o seu filho de dois anos.

Não tenho medo de morrer. Só tenho receio por aqueles que deixarei para trás. Pelo meu querido Freddie, por Steve e pelas nossas famílias”, disse.

  ZAP // BBC

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.