Morreu Charlie Gard, o bebé britânico com doença rara

Charlie Gard, o bebé britânico de 11 meses que sofria de uma doença rara, morreu nesta sexta-feira, anunciaram os seus pais. As máquinas que o mantinham vivo foram desligadas após uma longa e mediática batalha judicial.

O bebé sofria de um problema de escassez de ADN mitocondrial, uma doença rara que retira ao corpo a capacidade de dar energia aos músculos, já que afecta as células responsáveis pela produção de energia e respiração.

A poucos dias de completar um ano de vida, as máquinas que o mantinham vivo foram desligadas, após uma batalha legal de cinco meses. Os pais da criança queriam levá-la para os EUA para a submeter a um tratamento experimental, mas as autoridades britânicas não autorizaram a transferência.

Depois de o estado de saúde do bebé se ter deteriorado, os pais tentaram levá-lo para casa, para morrer junto da família. Mas, como explica o The Guardian, não conseguiram encontrar uma equipa de cuidados intensivos disponível 24 horas por dia para o manter vivo e assim, também não cumpriram este “último desejo”, nas palavras da mãe.

Charlie acabou por ser transferido para um hospício pediátrico, onde morreu nesta sexta-feira. “O nosso bonito menino partiu. Estamos tão orgulhosos de ti, Charlie”, referiu a mãe do bebé, Connie Yates, num comunicado citado pela imprensa britânica.

Até o Papa e Donald Trump intercederam por Charlie

A luta judicial começou em Abril quando o hospital Great Ormond Street, em Londres, decidiu desligar a máquina de ventilação artificial do bebé. Os pais recorreram à justiça, mas o Tribunal Superior de Londres deu razão aos médicos.

Seguiram-se vários recursos, mas os pais perderam todos os casos, com o tribunal de recurso, o Supremo britânico e o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem a confirmarem a decisão dos médicos.

Mas após os apelos internacionais, nomeadamente de várias organizações cristãs, do próprio Papa Francisco e do Presidente norte-americano, Donald Trump, no sentido de lutar pela vida de Charlie Gard, o hospital pediu uma nova audiência no Tribunal Superior, admitindo então a possibilidade de realizar “um tratamento experimental” nos EUA ou em Itália.

Todavia, nesta segunda-feira, os pais anunciaram a renúncia à batalha judicial, alegando que é “demasiado tarde”. “Ficou demasiado tempo à espera no hospital”,  lamentou o pai, Chris Gard, à saída do tribunal,  acrescentando que se o seu filho tivesse feito o tratamento experimental nos EUA “poderia sobreviver”.

A mãe sublinhou que a decisão de desligar as máquinas foi “a coisa mais difícil” que tiveram de fazer. “Os últimos onze meses foram os melhores e os piores das nossas vidas. Só queríamos dar-lhe uma oportunidade de viver”, referiu ainda Connie Yate.

Todas as esperanças se desvaneceram nesta sexta-feira, com Charlie Gard a dar o último suspiro a sete dias de completar um ano de vida.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …