Morreu o ator Carlos Lacerda, histórico da Seiva Trupe e da televisão portuguesa

foto: sxc

O ator português Carlos Lacerda, de 72 anos, que se destacou em companhias como Seiva Trupe e em produções televisivas como “Vidas de Sal”, morreu na segunda-feira, no Hospital do Barreiro, Setúbal, disse hoje à Lusa fonte próxima da família.

“Carlos Lacerda faleceu no dia 09 de setembro, vítima de pneumonia, no Hospital do Barreiro”, disse à agência Lusa o encenador e ator Gonçalo Barata, amigo da família, acrescentando que o corpo vai estar em câmara ardente, a partir de hoje à tarde, na Igreja de São Pedro de Alcântara, na calçada da Tapada, em Lisboa.

Nascido no Porto, Carlos Lacerda iniciou-se no teatro no Orfeão da Foz do Douro, passando depois por companhias como o Grupo Teatral de Ramalde e a Seiva Trupe, onde decorreu grande parte da sua carreira, sem esquecer o seu trabalho com outros grupos como a Companhia de Teatro de Lisboa, a Companhia Teatral do Chiado, a Sociedade Guilherme Cossoul, a Companhia de Teatro de Almada, A Barraca e o Grupo Comédias de Lisboa.

“Perde-se um grande ator e um grande amigo. Trabalhou sempre com grande generosidade e era muito querido com os colegas, muito profissional, muito rigoroso e muito crítico com ele próprio e no meio artístico”, declarou Gonçalo Barata, acrescentando que Carlos Lacerda era “muito considerado pelos colegas”.

Carlos Lacerda fez teatro, cinema e televisão. Representou obras de referência da dramaturgia mundial como “Tio Vânia”, de Anton Tchékhov, “Antígona”, de Sófocles, na adaptação de Bertolt Brecht, “Gota d’Água”, de Chico Buarque, “Cais Oeste”, de Bernard Marie-Koltés, “Henrique V”, de Luigi Pirandello, “Vórtice”, de Neel Coward, “Dá Raiva Olhar para Trás”, de John Osborne, “As Criadas”, de Jean Genet, “Calígula”, de Albert Camus, e “Casa de Mulheres”, de Dacia Maraini, que também encenou.

Foi um nome familiar na televisão portuguesa, sobretudo entre os anos de 1980 e a primeira década de 2000, surgindo nos diferentes canais nacionais, em produções como “O Processo de Camilo”, “Vidas de Sal”, “Grande Aposta”, “Nico d’Obra” e “Ballet Rose”, da RTP, “Médico de Família” e “Aqui Não Há Quem Viva”, da SIC, “Doce Fugitiva” e “Tudo por Amor”, da TVI.

Trabalhou com encenadores como Norberto Barroca, Angel Facio, Joaquim Benite, Carlos Avilez, Carlos Barradas, Hélder Costa, entre outros.

No cinema e no audiovisual, trabalhou com realizadores como Monique Rutler (“Solo de Violino”), Fabrizzio Costa e Jorge Queiroga, Nicolau Breyner e Leonel Vieira, Júlio Cardoso e Ulysses Cruz (director da Globo). Como dramaturgo, foi autor de cerca de 20 textos dramáticos.

Era casado com a atriz Estrela Novais, há 33 anos, e era tio do ator Ângelo Rodrigues. Na quarta-feira, dia 11, o corpo do ator sairá da Igreja de São Pedro de Alcântara, às 11:00, de onde seguirá para cemitério dos Olivais, em Lisboa, onde decorrerá a cerimónia de cremação, às 12:00.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …

Trump abandona conferência de imprensa após ser confrontado por jornalista com mentira que disse 150 vezes

O Presidente norte-americano abandonou uma conferência de imprensa, este sábado, depois de ter sido confrontado por uma jornalista com uma mentira que já terá dito mais de 150 vezes sobre cuidados de saúde para os …

Olavo Bilac pede desculpa por ter atuado num comício do Chega

O cantor Olavo Bilac recorreu à sua conta de Facebook para pedir desculpa aos seus fãs e aos seres pares do setor por ter atuado num comício do Chega, frisando não ter qualquer relação com …