Misterioso morador voltou a habitar uma vila fantasma na Escócia (enterrada em areia)

(dr) UNAVCO

Vila fantasma de Broo, na Escócia

Uma equipa de arqueólogos descobriu novos detalhes sobre uma pequena vila na Escócia, que foi abandonada depois de ter sido “enterrada” na areia, há mais de 300 anos.

As mudanças climáticas durante a Pequena Idade do Gelo, um período de temperaturas mais amenas entre 1645 e 1715, podem ter contribuído para a acumulação extrema de areia na vila de Broo, em Shetland, Escócia. Mais de 300 anos depois de ter sido enterrada na areia, cientistas revelaram novos detalhes sobre a vila fantasma.

O assentamento de Broo, com apenas quatro casas, foi abandonado no final da década de 1690, com a invasão de depósitos de areia a expulsar os residentes da vila. No entanto, novas evidências mostram agora que alguém, ou algum grupo, regressou ao local anos depois, tendo construído uma entrada para um anexo submerso.

A equipa de Gerry Bigelow, do Shetland Islands Climate and Settlement Project, teve de cavar dois metros de areia para chegar aos níveis originais da vila e, lá, encontraram uma grande variedade de artefactos: cerâmicas, um cachimbo de argila, ossos de animais, moedas e “artefactos de elefante” que pertenciam à família Sinclair, líderes de Broo.

Segundo o Ancient-Origins, com base nas descobertas dos arqueólogos, a pessoa – ou as pessoas – que regressaram a Broo transformaram um edifício anexo submerso num espaço habitável, dando vida à vila fantasma.

Os investigadores não sabem quem voltou a Broo nem por que motivo escolheram viver num verdadeiro buraco de areia, rodeados por uma paisagem árida cheia de areia. No entanto, esta descoberta indica que algo nesta vila fantasma “deve ter tido valor para alguém”.

Bigelow deverá apresentar estas descobertas numa palestra online marcada para dia 30 de outubro. Além de discutir por que motivo a aldeia fantasma escocesa foi abandonada, também tentará explicar como é que a areia enterrou a vizinha comunidade Quendale, localizada a cerca de 2 quilómetros.

De acordo com um artigo publicado no Astro, a “Pequena Idade do Gelo de 1645 a 1715” foi causada por mudanças nas correntes oceânicas. Gerry Bigelow acredita que os humanos se adaptaram a estas mudanças nas paisagens e sugere que os ilhéus podem ter cultivado aveia na areia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Processo de contratação pública "é um terror" que "torna num inferno" o trabalho do Estado

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, afirmou esta terça-feira que "o processo de contratação pública é um terror" que "torna num inferno" o trabalho do Estado e das empresas que fazem investimento público. "O processo …

"Não fui eu que o fiz". Nélio Lucas não se lembra de detalhes dos negócios com o FC Porto

O ex-presidente da Doyen, Nélio Lucas, disse esta terça-feira em tribunal, no âmbito do julgamento do caso Football Leaks, que não se recorda das circunstâncias e detalhes dos empréstimos que o fundo fez à SAD …

Juízes indeferem requerimentos da Doyen contra defesa de Rui Pinto

O coletivo de juízes do processo Football Leaks indeferiu os requerimentos apresentados hoje pelos advogados da Doyen para travar a linha de inquirição da defesa de Rui Pinto, alegando estar em causa um "escrutínio" dos …

Do gesto altruísta à "bomba" que deixaria Scholes orgulhoso. Bruno Fernandes brilha na Champions

Bruno Fernandes esteve em destaque ao serviço do Manchester United em noite de Liga dos Campeões. O português marcou um golaço e teve oportunidade de fazer o hat-trick, mas ofereceu o penálti. Num grupo H ainda …

Sucessivos adiamentos e conversas de backstage entre PS e PCP. As medidas encalhadas vão hoje à prova de fogo

As negociações entre PS e PCP continuam, mesmo enquanto decorrem as votações do Orçamento do Estado para 2021. Os ex-parceiros de geringonça estão a adiar sistematicamente a votação de algumas propostas desde sexta-feira - mas …

Inspeção atrasa viagem do FC Porto para Marselha. FC Porto culpa o Estado

Uma inspeção da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) na zona VIP do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, atrasou em uma hora a viagem da equipa do FC Porto para Marselha, onde vai jogar …

É impossível criar mais 400 camas de cuidados intensivos em poucos meses

O presidente do Colégio de Medicina Intensiva da Ordem dos Médicos alerta que é impossível criar mais 400 camas de cuidados intensivos até 31 de março. O Parlamento aprovou duas propostas para criar mais 400 camas …

De Wuhan a Santa Maria da Feira. Crise não abala a Louis Vuitton que reforça aposta no "made in Portugal"

A marca de luxo Louis Vuitton reforçou o seu investimento em Portugal, com a abertura de mais uma fábrica para a produção de componentes de sapatos em Santa Maria da Feira. A empresa mantém a …

Piqué deve parar entre quatro e cinco meses. Koeman revelou extensão da lesão a treinador adversário

Gerard Piqué deverá ficar afastado dos relvados durante quatro a cinco meses, depois de ter sofrido uma entorse de grau 3 no ligamento lateral interno do joelho direito e uma rotura parcial do ligamento cruzado …

Alívios para famílias e PME no terceiro dia da especialidade. Hoje votam-se os pesos pesados do OE2021

No terceiro dia de votações foram aprovados alguns alívios fiscais no IVA e nas deduções do IRS para as famílias. Já as PME vão poder suspender pagamentos por conta.  De acordo com as contas feitas pela …