Em momento “de vida ou morte” da empresa, Huawei tenta evitar despedimentos

Rungroj Yongrit / EPA

O fundador da Huawei, Ren Zhengfei, escreveu na segunda-feira um comunicado interno no qual admite que a empresa está “num momento de vida ou morte” e pediu aos funcionários que não estão com muito trabalho para criarem “esquadrões de comando”.

Segundo avançou a Bloomberg, citada pela Rádio Observador na terça-feira, o objetivo destas equipas é que explorem novos projetos e ideias. Caso falhem, vão sofrer cortes sucessivos nos salários e podem ser despedidos.

Na segunda-feira os Estados Unidos (EUA) estenderam por mais 90 dias a suspensão do embargo imposto à Huawei. Este embargo, que foi decretado em maio pelo governo norte-americano e pôs a empresa numa “lista negra”, proíbe negócios com empresas no país.

Se a medida entrar em pleno vigor, a empresa chinesa vai ficar impossibilitada de continuar parcerias estratégicas em solo americano. Ou seja, tem de cessar a relação que tem com tecnológicas como a Google, que é responsável pelo sistema operativo móvel mais utilizado, o Android, ou fabricantes de chips como a Intel ou a Qualcomm.

Assim, a Huawei, que foi reconhecida em 2018 como a segunda maior fabricante de telemóveis do mundo, ultrapassando a Apple (no topo está a Samsung), pode ter inviabilizado o negócio de venda e criação de ‘smartphones’.

Além disto, a Huawei é, atualmente, uma das principais empresas que a vender componentes e antenas para a criação de redes 5G, a próxima geração de infraestruturas móveis. Com os EUA a afirmarem que a mesma utiliza os seus produtos para espiar a favor do governo chinês – e países como o Japão, Austrália ou Nova Zelândia a também imporem medidas restritivas à empresa -, o negócio de venda e desenvolvimentos destes componentes pode também ficar inviabilizado.

scottsykes / Flickr

O fundador da Huawei, Ren Zhengfei

“[Os trabalhadores com pouco trabalho] ou formam um ‘esquadrão de comando’ para explorar novos projetos – que pode fazer com que sejam promovidos a líder de comando, se forem sucedidos, ou podem encontrar trabalhos no mercado interno. Se falharem em encontrar um novo papel, os seus salários vão ter cortes a cada três meses”, escreveu Ren Zhengfei num comunicado interno.

A extensão da suspensão do embargo pode ter empurrado para novembro uma decisão final sobre este impasse entre a Huawei e os EUA, mas o governo norte-americano parece convicto em efetivar esta medida, naquilo que pode ser mais um episódio da guerra comercial com a China. Em maio, quando foi emitido o decreto que colocou a empresa na “lista negra”, esta já estava impossibilitada de vender ‘smartphones’ nos EUA.

Como referiu a Bloomberg, o impacto desta incerteza quanto ao futuro da empresa, mesmo que não avance, pode ser “doloroso” para as suas receitas a médio e a longo prazo.

Recentemente, a Huawei apresentou um sistema operativo próprio que poderá ser utilizado em futuros ‘smartphones’, – o que já era um rumor há vários meses. Contudo, sem a certeza de que a empresa poderá utilizar todos os recursos do Android, neste segmento terá de voltar a convencer muitos consumidores se avançar com este sistema operativo.

Só este ano, a empresa estima que vai vender menos 60 milhões de equipamentos, informou o mesmo meio. Este segmento de produtos para consumidores da Huawei representou cerca de 45% das receitas em 2018 e é considerado pela gigante chinesa um sector essencial para o seu futuro.

Quanto ao 5G, a empresa tem celebrado contratos em vários países, mas com concorrência cada vez mais apertada de outras empresas de telecomunicações, como a Ericsson.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …

O Budismo é a religião da paz. E não foi por acaso que conseguiu esta reputação

No ocidente, muitas pessoas associam o budismo à paz. No entanto, os budistas têm vindo a envolver-se em conflitos violentos desde o surgimento da religião. Num artigo assinado no The Conversation, Nick Swann, professor de Estudos …

Nikolai Glushkov. Exilado crítico de Putin morto em 2018 em Londres foi estrangulado

O exilado russo e crítico de Putin, Nikolai Glushkov, que foi encontrado morto e, 2018 na sua própria casa em Londres, no Reino Unido, foi estrangulado. O empresário Nikolai Glushkov, que criticava o presidente russo Vladimir …

Ivo Rosa levanta arresto a casa da rua Braamcamp e apartamento de Paris (e já há uma petição para o afastar)

O apartamento da rua Braamcamp, em Lisboa, onde residia o ex-primeiro-ministro José Sócrates, o Monte das Margaridas e a casa em Paris de Carlos Santos Silva deixaram de estar arrestadas na Operação Marquês por decisão …

O novo castelo da Disney em Hong Kong é uma celebração da diversidade

O novo castelo da Disney, no parque temático de Hong Kong, quer celebrar a diversidade, homenageando não apenas uma das suas princesas, mas várias. Walt Disney morreu há 55 anos e, desde então, muita coisa mudou. …

Vacinas (ainda) não são o princípio do fim. Sociólogo prevê que demorará anos a limpar “destroços” da covid-19

O médico e sociólogo norte-americano Nicholas Christakis defende, em entrevista à agência Lusa, que as vacinas não são ainda o princípio do fim da pandemia, considerando que demorará anos a limpar “os destroços” da covid-19. “Somos …

Jornalista grego especializado em crime assassinado a tiro. Primeiro-ministro pede rapidez na investigação

Um jornalista grego especializado em assuntos criminais foi esta sexta-feira morto por desconhecidos em frente da sua casa em Alimos, nos subúrbios de Atenas, anunciou fonte policial. Giorgos Karaïvaz, jornalista da televisão privada grega Star, foi …