Mochila com Inteligência Artificial permite que cegos explorem o mundo com mais segurança

A nova mochila com Inteligência Artificial (IA) é a prova de que a tecnologia pode ajudar pessoas com deficiência visual a explorarem o mundo de forma segura.

Um dos maiores desafios dos invisuais é movimentarem-se em espaços públicos de forma segura. A nova mochila com software de Inteligência Artificial da Intel foi desenhada especificamente para alertar os utilizadores com um som cada vez que se aproximam de passadeiras ou pessoas, por exemplo.

Segundo o The Washington Post, a mochila ativada por voz foi criada por uma equipa liderada por Jagadish K. Mahendran, investigador do Instituto de Inteligência Artificial na Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos. O objetivo era desenvolver um sistema capaz de substituir a bengala ou o cão-guia.

“No ano passado encontrei um amigo que é deficiente visual e apercebi-me de que já ensinei robôs a ler, mas que ainda existem muitas pessoas que não veem e precisam de ajuda. Foi o que me levou a criar o sistema de assistência visual usando o Kit de Inteligência Artificial com Profundidade da OpenCV (OAK-D), desenvolvido pela Intel”, explicou o líder da equipa, em comunicado.

O dispositivo fica alojado dentro de uma pequena mochila que contém uma unidade de computação, semelhante a um computador portátil. Além da mochila, que tem o sistema principal de GPS, o invisual tem de transportar uma pequena bolsa que guarda a bateria, que tem uma duração de cerca de oito horas.

O utilizador tem de usar também uma espécie de colete, com uma câmara tripla equipada com tecnologia IA espacial OAK-D da Luxonis, que executa o Movidius VPU da Intel.

Além de ler sinais, a câmara deteta passadeiras e mudanças de elevação no passeio. A partir do processamento de redes neuronais avançadas, os dados de visão computacional – como um mapa de profundidade de visão periférica em tempo real e informações em cores RGB – vão ajudando a elaborar os caminhos e obstáculos que forem surgindo.

Para passar a informação recolhida ao utilizador, o sistema usa um comando de voz através de um auscultador Bluetooth. O invisual também consegue interagir com o sistema – como se estivesse a usar a Siri – e pedir informações de localização.

A tecnologia foi revelada no final de março, mas pode demorar alguns anos até ser lançada uma versão no mercado.

Apesar disso, o produto oferece um vislumbre de como a tecnologia poderia ajudar cada vez mais as pessoas com problemas de visão a perceber melhor os ambientes onde se movimentam e, desta forma, a viver com mais independência.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

No funeral de Filipe, a família real não vai usar uniformes militares "para evitar envergonhar Harry"

No funeral do duque de Edimburgo os membros da família real não vão usar uniformes militares. A quebra na tradição é justificada como medida "para evitar envergonhar" o príncipe Harry. Segundo o The Sun, a decisão …

FBI diz que grupos radicais dos EUA têm fortes ligações com extrema-direita europeia

O diretor do FBI revela que os radicais norte-americanos são os que têm os laços internacionais mais vastos e que se têm deslocado para se encontrarem com outros ativistas. Os norte-americanos de extrema-direita e com motivações …

Nova espécie de pterossauro revela o polegar opositor mais antigo de sempre

Cientistas descobriram uma nova espécie de pterossauro que viveu durante o período Jurássico e que subia às árvores graças aos seus polegares opositores. Esta característica nunca tinha sido observada nestes animais. De acordo com a rede …

Devido ao sucesso da vacinação, Israel põe fim à obrigatoriedade de uso de máscara no exterior

As autoridades israelitas anunciaram hoje que a partir do próximo domingo acabará a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, medida no quadro do levantamento progressivo das restrições ligadas à pandemia de covid-19. Na primavera de …

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …