Mobilização geral contra tempestades e inundações no Reino Unido, milhares sem luz nos EUA

DR Richard Broome / BBC

Tempestade em Dorset, no Reino Unido

Tempestade em Dorset, no Reino Unido

O Reino Unido voltou a enfrentar esta quarta-feira tempestades, que agravaram as inundações no país, provocaram um morto, deixaram quase 150 mil casas sem energia e cancelaram jogos de futebol.

Segundo um balanço do dia feito pela agência France Presse, um homem morreu eletrocutado quando tentava remover uma árvore tombada sobre linhas elétricas em Wiltshire, no sudoeste de Inglaterra, enquanto 147 mil casas, sobretudo em Gales, ficaram sem energia devido a danos na rede de distribuição.

Rajadas de cerca de 160 quilómetros por hora atingiram Inglaterra e País de Gales e as águas do rio Tamisa podem alcançar hoje o seu nível máximo em 60 anos, ameaçando cidades e o oeste de Londres.

Mais de 1.100 propriedades ao longo do Tamisa foram inundadas desde 29 de janeiro, informaram as autoridades e as forças militares foram chamadas para operações de socorro e depositar sacos de areia em localidades ameaçadas pelas águas e onde escolas primárias se converteram em centros de emergência.

O serviço meteorológico britânico Met Office emitiu um aviso vermelho, o mais grave da escala, por causa do “vento excecionalmente forte” em partes do País de Gales e noroeste de Inglaterra. Áreas costeiras do oeste inglês podem ser inundadas face à previsão de ondas altas. Catorze avisos de cheias, acompanhados de perigo de vida – foram ativados nas proximidades do Tamisa.

As previsões indicam ainda que a chuva vai cair hoje com força no Reino Unido.

As autoridades declararam mobilização geral no país após críticas à lentidão na resposta ao desastre, estando dois mil militares disponíveis para reforçar centenas já no terreno.

O mau tempo também provocou o adiamento de jogos da primeira liga inglesa na quarta-feira, como o Manchester City-Sunderland e o Everton-Crystal Palace.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, que assumiu o controlo da comissão governamental de resposta ao desastre, disse na quarta-feira no parlamento que “o dinheiro não é o assunto nas operações de socorro”.

“Quero que as comunidades atingidas e as pessoas que veem a água junto das suas portas saibam que, quando se chega ao ponto de se envolver os militares, os sacos de areia, quando se chega à reparação de ruturas nas defesas contra as cheias, todas estas coisas, o assunto não é o dinheiro”.

Apesar disso, o Governo anunciou na quarta-feira verbas até cerca de seis mil euros para empresários e proprietários de residências atingidos pelas inundações.

O chefe do Governo alertou que mais 800 a mil casas adicionais podem estar ameaçadas devido à subida das águas do Tamisa e pediu os coordenadores da proteção civil que “não pensem duas vezes” se for preciso chamar o Exército.

 

Nova tempestade nos EUA deixa centenas de milhares de lares sem luz

katieharbath / Flickr

Neve em Washington, DC

Neve em Washington, DC

Centenas de milhares de lares na região sudeste dos Estados Unidos ficaram sem eletricidade na quarta-feira à noite na sequência de uma nova tempestade, que deverá provocar queda intensa de neve na zona leste do país.

O Presidente norte-americano, Barack Obama, declarou na quarta-feira o estado de emergência em 45 condados na Geórgia e na Carolina do Sul, dois Estados da região sudeste do território norte-americano.

A decisão presidencial permite que os serviços federais responsáveis pela gestão de situações de emergência possam atuar no terreno.

Nestes dois Estados, onde a intensa queda de neve provocou grandes dificuldades, nomeadamente na circulação nas estradas, pelo menos 370 mil lares ficaram sem eletricidade na quarta-feira à noite, segundo dados recolhidos pela agência francesa AFP.

A forte queda de neve deverá progredir gradualmente para o norte do país, incluindo a capital Washington, onde várias audições no Senado previstas para hoje foram canceladas.

O serviço nacional de meteorologia norte-americano aconselhou na quarta-feira, em virtude da intensa queda de neve, que as pessoas devem deslocar-se apenas em casos de absoluta necessidade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …