Misterioso vírus recentemente descoberto desafia evolução

Cientistas japoneses descobriram um novo tipo de vírus que pode desafiar e redefinir a nossa compreensão dos vírus e do processo como se espalham e propagam.

Uma equipa de cientistas da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio (TUAT) encontraram um vírus que desafia tudo o que pensávamos que sabíamos sobre estes agentes infecciosos. O artigo científico foi publicado recentemente na Infection, Genetics and Evolution.

Ao contrário de outros organismos, os vírus não têm células. A falta de anatomia celular torna os vírus muito difíceis de classificar do ponto de vista biológico. Mas, apesar de toda a ambiguidade, existe algum consenso sobre o que constitui um vírus: uma partícula composta por material genético (ácido nucleico), envolto numa membrana de proteína que pode infetar algum tipo de célula e, uma vez dentro, replicar-se.

Contudo, o vírus agora descoberto por cientistas da TUAT desafia esta interpretação. “O vírus recombinante que encontramos neste estudo não possui proteínas estruturais“, explica o virologista Tetsuya Mizutani. “Isto significa que o vírus recombinante não pode produzir uma partícula viral.”

A equipa encontrou este misterioso vírus nas fezes de porcos. Trata-se de um tipo de enterovírus G (EV-G), que pertence à família dos Picornaviridae.

Vários tipos de EV-G foram previamente identificados pelos cientistas. No entanto,os investigadores japoneses encontraram uma variante “defeituosa” com genes desconhecidos no lugar das proteínas estruturais virais que os vírus EV-G geralmente exibem.

Segundo o ScienceAlert, isto significa que a nova descoberta – chamada EV-G tipo 2 – não seria capaz de invadir uma célula hospedeira sozinha. Isto levanta a questão: se não se consegue propagar, como é que existe?

A equipa sugere que uma possível explicação é que o EV-G recombinante “defeituoso” pode explorar outro vírus – chamado vírus auxiliar – que pode emprestar proteínas estruturais virais para ajudar o EV-G tipo 2 a disseminar-se. Para apoiar esta tese, os cientistas encontraram quantidades semelhantes dos genomas EV-G recombinantes do tipo 1 e do tipo 2 nas fezes de porcos analisadas.

“Como o EV-G recombinante do tipo 1 foi detetado na mesma amostra de fezes que o novo EV-G recombinante do tipo 2, esse EV-G recombinante do tipo 1, que pertence a [um] subtipo diferente, pode ter servido como vírus auxiliar“, explicam os investigadores.

A equipa sugere, então, que o vírus explora outros vírus tanto para se transportar como para ajudar a infetar alvos hospedeiros. No entanto, será necessária investigação adicional para perceber este fenómeno ao pormenor.

Ainda assim, esta descoberta pode mudar a nossa compreensão sobre os vírus em geral. Além disso, a descoberta do vírus “defeituoso” pode também abrir novas portas no combate a uma das maiores ameaçadas biológicas da humanidade.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas descobriram o segredo das pessoas que vivem mais de 110 anos

A longevidade excecional, como a das pessoas chegam a viver mais de 110 anos, pode dever-se a determinados glóbulos brancos raros no seu sangue. Um grupo de investigadores do Instituto Riken e da Universidade de Keio, …

Polícia do Chile suspende uso de armas de ar comprimido como ferramenta antimotim

A polícia do Chile anunciou esta terça-feira a suspensão do uso armas de ar comprimido, que já provocou lesões oculares a mais de 200 manifestantes, dias depois de um relatório ter revelado que os projéteis …

Polícia holandesa encontra 25 pessoas escondidas em contentor frigorífico num cargueiro

A polícia holandesa localizou esta terça-feira 25 pessoas escondidas num contentor frigorífico numa embarcação que saiu do porto de Vlaardingen, perto de Roterdão, na Holanda, em direção ao Reino Unido, mas teve de regressar após …

É oficial: José Mourinho é o novo treinador do Tottenham

O treinador português José Mourinho, que estava no desemprego há quase um ano, é o sucessor do argentino Maurício Pochettino no comando do Tottenham, anunciou esta quarta-feira o 14.º classificado da Liga inglesa de futebol. Mourinho, …

Cientistas captam imagens extremamente raras de um peixe a devorar um tubarão inteiro

https://vimeo.com/374136378 Os tubarões são dos animais mais temidos nos oceanos, mas naquela que é uma verdadeira troca de papéis, um tubarão foi devorado por completo por um peixe das profundezas do mar. Um vídeo publicado pela US …

Há uma nova maneira de medir a gravidade da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova forma única de medir a gravidade da Terra. O método anterior envolvia medir a influência da gravidade nos átomos, rastreando a rapidez com que os átomos caíam. O problema …

Detetado pela primeira vez vapor de água na Europa, a lua de Júpiter

Uma equipa internacional de cientistas confirmou a presença de vapor de água na superfície de Europa, um dos quatro satélites naturais de Júpiter, revelou a agência espacial norte-americana (NASA). "Os elementos químicos essenciais (carbono, hidrogénio, …

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …